Incêndios em Castelo Branco e Santarém. Há quatro bombeiros feridos, um em estado grave

Miguel A. Lopes / Lusa

Dois incêndios em Castelo Branco estão a mobilizar mais de 500 operacionais e 15 meios aéreos. Há estradas cortadas e aldeias evacuadas.

Dois incêndios em povoamento florestal, todos no distrito de Castelo Branco, um no município de Vila de Rei e outro na Sertã, mobilizaram mais de 500 operacionais e 15 meios aéreos, segundo a página oficial da Proteção Civil, mas o número continua a aumentar.

A aldeia de Cardiga Fundeira, na Sertã, foi evacuada, de acordo com o Observador. O incêndio que começou às 14h47 na localidade de Rolã, freguesia de Cernanche do Bonjardim, Nesperal e Palhais, no concelho da Sertã, está a ser combatido por mais de 200 operacionais, apoiados por 55 viaturas e 8 meios aéreos.

Uma outra frente, em Ermida e Figueiredo, Sertã, está a mobilizar 33 operacionais e 3 meios aéreos, tendo começado às 15h01. Há uma terceira frente na localidade de Pombas, com início às 17h17, que mobiliza 17 operacionais e 2 meios aéreos.

Já às 14h50, em Fundada, Vila de Rei, começou outro incêndio, igualmente em povoamento florestal, que congrega no combate às chamas 157 operacionais, 48 viaturas e 4 meios aéreos.

A praia fluvial do Bostelim, em Vila de Rei, distrito de Castelo Branco, foi evacuada por precaução, disse fonte da Câmara local. O vice-presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César, explicou à agência Lusa que o facto de várias autocaravanas utilizarem aquele local, poderia criar uma situação de pânico numa eventual necessidade de operações mais intensivas naquele local. Além disso, o fumo também contribuiu para a evacuação daquele espaço de lazer.

Segundo a rádio Condestável, de Cernache do Bonjardim, o parque de campismo da praia do Bostelim, no concelho de Vila de Rei, também foi evacuado por precaução. Cerca de 70 pessoas foram retiradas do local. A mesma rádio avança que foi ainda evacuada a localidade de Monte Novo, na freguesia da Fundada.

As zonas onde começaram os incêndios ficam relativamente próximas umas das outras, já que a povoação de Rolã, no município da Sertã, dista cerca de seis quilómetros em linha reta de Fundada, em Vila de Rei, concelho localizado a sul e vizinho do da Sertã.

A estrada nacional 2 (EN2), entre Vila de Rei e Sertã, nas proximidades da Cumeada, está cortada ao trânsito devido ao incêndio. “Não se passa mesmo. Até há meios operacionais que não conseguem passar”, disse à Lusa o vice-presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César. O vice-presidente disse também que três aldeias estão próximas das chamas e em “perigo”, nomeadamente Monte Novo, Fouto e Relva do Boi.

A Nacional 244 está cortada em São João do Peso, segundo Alexandre Penha, adjunto operacional nacional da Proteção Civil.

O incêndio de Vila de Rei, de acordo com o vice-presidente do Município de Vila de Rei, Paulo César, tem duas frentes ativas, uma delas a progredir em direção a um dos incêndios da Sertã. O autarca disse também que o incêndio lavra numa zona de eucalipto e pinho, de regeneração natural, e que a região está a ser atingida por ventos fortes.

Foi evacuada, parcialmente, a aldeia de Cardiga. Estão a ser evacuadas as zonas mais isoladas, tendo sido dada prioridade aos cidadãos com mobilidade reduzida ou que estejam acamados. A praia fluvial do Bostelim foi evacuada por prevenção — ao todo, foram 60 as pessoas evacuadas. A Proteção Civil não tem, para já, informação de casas em risco.

Segundo o Região do Zêzere, os incêndios já têm uma grande dimensão e as chamas estão muito próximas de aldeias. Os incêndios estão a evoluir com “muita violência”, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco. De acordo com a fonte, o combate aos dois incêndios está a ser reforçado com meios de todo o país.

Segundo a SIC Notícias, há três aldeias em risco no concelho de Vila de Rei: Monte Novo, Cabeça do Poço e Chão da Telha. A Rádio Condestável está a avançar ainda que as chamas se aproximam “muito rapidamente” de Vale da Urra, também em Vila de Rei. O vento forte está a dificultar as operações.

Pelas 20h, o incêndio de Vila de Rei já chegou a Mação, no distrito de Santarém. Segundo o responsável pela proteção civil de Mação, António Louro, a frente de fogo que atinge o concelho de Vila de Rei entrou “com bastante violência” no concelho de Mação, adiantando ainda que se trata de uma frente com oito quilómetros, e que está a afetar a zona de Azinhal, Cardigos e Vinha Velha.

As chamas avançam “com muita violência”, registando-se “muito vento” no local, acrescentou. De acordo com o mesmo responsável, as próximas horas vão ser “muito difíceis”, adiantando que as operações estão centradas na proteção às populações.

O distrito de Castelo Branco está sob aviso vermelho por risco de incêndio, segundo o site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). As temperaturas podem chegar aos 37 graus durante este sábado. Fonte dos bombeiros apelou, em declarações ao Mediotejo.net, a que as pessoas não circulem nos locais de incêndio, que deixem as suas casas e se desloquem para locais seguros.

Em declarações à Condestável, a presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais (UFCBNP), Filomena Bernardo, confirmou a ocorrência de uma colisão entre uma viatura dos bombeiros de Cernache do Bonjardim e um ligeiro. O acidente ocorreu pelas 17h50, havendo a registar dois feridos leves, bombeiros, que foram assistidos no Serviço de Atendimento Permanente da Sertã.

Quatro bombeiros ficaram feridos, um deles em estado grave, no combate aos incêndios. A ANEPC não revelou em que incêndio os bombeiros ficaram feridos e de que corporação são.

Neste momento, “não é possível afirmar” que o combate esteja a evoluir favoravelmente. “O prognóstico é reservado.” Ainda assim, “durante a noite, é expectável que as condições facilitem o combate”.

Está neste momento em curso um reforço de meios oriundos de Lisboa, Setúbal, Évora e Aveiro. “Serão feitos todos os reforços necessários”, garantiu Alexandre Penha.

Apesar de as chamas terem “passado” por várias aldeias, colocando-as “em perigo”, Paulo César, vice-presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei afirmou não ter notícia de feridos ou danos materiais. “O fogo já percorreu várias aldeias, houve projeções para o interior das aldeias, mas os bombeiros têm conseguido proteger as habitações. A nossa preocupação é salvaguardar os núcleos urbanos”, assinalou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …