Imobiliária “despachou” em dois dias 7 imóveis e 2 Porsches para fugir a penhora de 1.1 milhões

Uma imobiliária conseguiu vender a terceiros, em apenas dois dias, sete imóveis de que era proprietária na zona de Lisboa, colocando-os a salvo de uma penhora de que foi alvo, cujo valor ascende já a 1.1 milhões de euros.

A imobiliária KSHG-Real Estate Investments, Ld.ª conseguiu fazer desaparecer dos seus activos, em tempo record, sete imóveis de que era proprietária na zona da Grande Lisboa, que se encontravam em risco de penhora, revela uma reportagem publicada na edição deste fim de semana da revista Visão.

Naquela que já é considerada como “uma operação de antologia” nos meios ligados aos agentes de execução, a imobiliária terá conseguido transaccionar para diversos titulares e sociedades sete imóveis no valor de milhões, revelou à revista um desses agentes.

“Um leigo não imagina como é difícil” conseguir concretizar uma operação desta dimensão, diz à Visão o agente em causa. Além dos imóveis transaccionados, é desconhecido o paradeiro de duas viaturas de luxo, da marca Porsche, um dos quais, de modelo Panamera, de valor superior a 100 mil euros.

A penhora pendente sobre os bens da imobiliária resulta de uma sentença da 1.ª Secção Cível da Instância Central de Lisboa, que condenou a empresa a pagar uma elevada indemnização a uma cliente de nacionalidade chinesa que adquiriu dois apartamentos no centro de Lisboa, por 510 mil euros, com o intuito de obter o “visto dourado”.

A escritura destes dois imóveis, no entanto, nunca se concretizou. O valor executado ascende agora a cerca de 1.1 milhões de euros, com juros a somarem diariamente.

Segundo a Visão, a imobiliária, propriedade de um casal de empresários de Macau e que trabalha quase exclusivamente com cidadãos chineses à procura de Visto Gold, é a mesma que em 2015, em apenas três meses, adquiriu à Parpública imóveis em Lisboa por quase dez milhões de euros “para os rentabilizar”.

Os agentes que executaram a penhora da imobiliária encontraram apenas duas contas bancárias com “valores ridículos para o tipo de empresa que é”, e uma garagem de valor patrimonial reduzido. Provavelmente uma distracção, conclui a reportagem.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se fossem só estes individuos a fazer isto!
    Quantas empresas ficam a dever a tudo e a todos, alienam património, fecham a empresa que passa a ser massa insolvente e de seguida abrem outra empresa no mesmo ramo em nome de outro individuo mas com o mesmo objecto social?
    Vergonhoso não é o que eles fazem pois é tudo legal! vergonhoso é não se alterar a lei de modo a punir severamente quem faz isto e ir atras dos bens onde eles estão. Quem compactua também é culpado.

  2. Está tudo muito certo! E o instituto da impugnação pauliana? É para inglês ver? Isso é muito fácil de resolver. Basta mover-se uma acção de impugnação pauliana e recorrer-se à teoria da árvore contaminada. Qualquer estudante de direito sabe isso… Portanto, mais estórias para encher papel!

RESPONDER

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …

Jasper Cillessen muito perto da baliza do Benfica

O guarda-redes do Barcelona Jasper Cillessen está muito perto de reforçar a baliza do Benfica, escreve o jornal Record esta quarta-feira. De acordo com o desportivo, o negócio ronda os 20 milhões de euros. O Benfica …

Brexit. Demissão no Governo deixa Theresa May por um fio

A ministra dos Assuntos Parlamentares britânica, Andrea Leadsom, anunciou esta quarta-feira a demissão do Governo em desacordo com o plano da primeira-ministra, Theresa May, para tentar aplicar o ‘Brexit'. "Não acreditamos que sejamos um Reino Unido …