/

Se procurar “idiota” no Google, é bem provável que lhe apareça Trump

1

Uma manipulação do algoritmo fez com que a pesquisa pela palavra “idiot” (idiota em português) no Google Images resultasse em inúmeras fotografias do Presidente norte-americano.

Basta uma pesquisa no Google Images para perceber toda a história: escreva a palavra “idiot” (idiota em português) no motor de pesquisa e provavelmente vão aparecer-lhe imensas fotografias de Donald Trump nos resultados.

Segundo o Expresso, isto aconteceu graças à publicação em massa de textos em blogues e outras plataformas online, em reação à admissão da ingerência russa nas eleições dos EUA, que terão usado essa palavra para etiquetar o tema. O Google passou então a associar Trump a “idiot”.

De acordo com o Observador, trata-se de uma ação concertada de protesto que começou noutra manifestação virtual, quando Trump visitou o Reino Unido, que voltou a colocar no top das mais ouvidas uma música dos Green Day com 14 anos.

“American idiot” não chegou ao número um, como era suposto, mas entrou para o top das 20 mais ouvidas no top do Reino Unido, conta o jornal online.

Foi então que nasceu esta nova ideia: “Google bombing”, isto é, a manipulação do algoritmo através da multiplicação de artigos publicados com a palavra “idiot” e fotografias do Presidente dos EUA.

Não é a primeira vez que isto acontece com um Presidente norte-americano. A primeira vítima foi mesmo George W. Bush, em 2004, pois quando se pesquisava no Google pela expressão “miserable failure” (“fracasso miserável” em português), o primeiro resultado que aparecia era a biografia oficial do então Presidente dos EUA, na página da Casa Branca.

O Expresso escreve que também Silvio Berlusconi, ex-primeiro-ministro italiano, foi vítima destas brincadeiras virtuais, no seu caso, quando se pesquisava a palavra “buffone”, que significa algo semelhante a “palhaço” ou “bobo da corte”.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.