Bem-vindos à Idade de Meghalaya, a nova era geológica da Terra

Especialistas dizem que já estamos a viver numa nova era geológica, batizada de Idade de Meghalaya, que começou há 4.250 anos.

Esta nova era, batizada de Idade de Meghalaya começou há 4.250 anos, quando aquilo que terá sido uma seca planetária atingiu o planeta Terra, de acordo com a União Internacional de Ciências Geológicas (IUGS), citada pelo Live Science.

Segundo o anúncio divulgado no passado dia 13 de julho, a IUGS considera que esta nova era, com o mesmo nome da região na Índia onde foram encontradas as rochas que comprovam esta fase, é apenas uma de três novas eras: as outras são o Gronelandiano (entre 11.700 e 8.326 anos atrás) e o Nortegripiano (8.326 e 4.250 anos atrás).

Ao longo do tempo, os geólogos têm dividido e batizado todos os 4,54 mil milhões de anos da história da Terra. Do mais longo ao mais curto, esses períodos de tempo são conhecidos como éones, eras, períodos e idades. Atualmente, estamos no Fanerozoico, no Cenozoico, no Quaternário, no Holoceno e agora, tal como mencionado, na Meghalayana.

No Twitter, a IUGS partilhou uma imagem das idades recentemente nomeadas:

Para determinar o início de cada idade, os cientistas analisaram as assinaturas químicas únicas encontradas nas amostras de rochas daquela época, sendo que cada assinatura se refere a um grande evento climático.

O Gronelandiano, a idade mais antiga do Holoceno e também conhecido como o “Holoceno Inferior”, começou há 11.700 anos, quando a Terra deixou a última era do gelo.

Por sua vez, o Nortegripiano, também conhecido como “Holoceno Médio”, começou há 8.300 anos, quando a Terra começou a arrefecer abruptamente, provavelmente devido às grandes quantidades de água provenientes dos glaciares derretidos do Canadá que invadiram o Atlântico Norte e interromperam as correntes oceânicas, relata a BBC.

Entretanto, a Idade de Meghalaya, também chamada de “Holoceno Superior”, começou há 4.250 anos, quando uma enorme seca devastou civilizações por todo o mundo, incluindo a do Egipto, Grécia, Síria, Palestina, Mesopotâmia, Vale do Indo e Vale do Rio Yangtze. Esta seca durou cerca de 200 anos e terá sido causada por mudanças na circulação oceânica e atmosférica.

As estalagmites analisadas na caverna de Mawmluh, na Índia, mostraram que cada uma das suas camadas tinham diferentes níveis de isótopos de oxigénio, ou versões de oxigénio com números diferentes de neutrões.

(dr) IUGS

A linha na estalagmite indiana que mostra onde a Idade de Meghalaya começou

“A mudança isotópica reflete uma redução de 20% a 30% nas chuvas de monções”, explica à BBC Mike Walker, professor emérito de ciência quaternária da Universidade de Gales, no Reino Unido, e que liderou o processo de nomear estas idades.

“Os dois turnos mais proeminentes ocorreram há cerca de 4.300 e 4.100 anos antes do presente, por isso, o ponto médio entre os dois seria 4.200 anos antes do presente“, acrescenta.

No entanto, segundo o Live Science, nem toda a gente está satisfeita com a nova nomenclatura. A Idade de Meghalaya foi introduzida pela primeira vez há seis anos, num estudo publicado, em 2012, na revista científica Journal of Quaternary Science.

Alguns geólogos consideram que ainda é muito cedo para batizar as eras do Holoceno e dizem que ainda não é claro se estas alterações climáticas foram verdadeiramente globais.

Porém, defendeu a organização no Twitter, o “Antropoceno” é apresentado como um período geológico marcado pelo impacto dramático que os humanos tiveram na Terra mas o nome em si também ainda não foi formalmente apresentado à IUGS.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …

No São José, há um doente numa cama 9 meses depois de ter alta. Não tem para onde ir

O Centro Hospitalar Lisboa Central tem diariamente uma média de 70 camas ocupadas com doentes que já deviam ter saído do hospital e há atualmente um caso que espera há nove meses por uma solução. Em …