Huawei: Altos quadros da Saúde colocam lugar à disposição

Os cinco dirigentes do Ministério da Saúde que viajaram à China a convite de uma empresa parceira da Huawei colocaram os lugares à disposição.

Segundo o Expresso, os altos quadros dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) que viajaram até à China no chamado “Huaweigate” colocaram esta segunda-feira os lugares à disposição.

É o caso de Artur Trindade Mimoso, vogal executivo do conselho de administração da empresa, Nuno Lucas, diretor de sistemas de informação, Ana Maurício, diretora de comunicação, Rui Gomes, diretor de sistemas de informação e Rute Belchior, diretora de compras dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).

Aos nove casos antes divulgados, juntam-se agora estes nomes, que terão viajado com despesas pagas por uma empresa associada da Huawei.

Da Autoridade Tributária, a viagem foi realizada por Carlos Santos (chefe da equipa multidisciplinar de 2º nível do Núcleo de Sistemas Distribuídos), em fevereiro do mesmo ano. Tanto a SPMS como o Ministério das Finanças confirmaram as viagens daqueles funcionários ao jornal.

A SPMS justificou-se com a necessidade de “adquirir e partilhar conhecimentos” e diz ter criado um centro de telemedicina “fruto dessa viagem de trabalho”. Quanto ao funcionário da Autoridade Tributária, está a ser realizado um inquérito interno, disse o Ministério das Finanças ao Expresso.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE