Houve Quim Barreiros e “bifanas avec frites” no Stade de France

sauerlandthemen / Flickr

-

As imediações do Stade de France, nos arredores de Paris, transformaram-se este sábado durante algumas horas numa mistura de festa popular portuguesa com sotaque francês, antes do encontro particular de futebol entre França e Portugal.

Muitas dos donos das “roulottes” e “barraquinhas” que, do dia para a noite, apareceram junto ao recinto resolveram apostar numa fusão entre o português e o francês, talvez na tentativa de “conquistar” os milhares de emigrantes portugueses que vivem no país e que vão assistir ao jogo no estádio.

Com muitas bandeiras e cachecóis de Portugal à mistura, por vezes com a música de Quim Barreiros, uma das zonas mais parecia uma festa popular digna de um Santo António ou de um São João.

Enquanto uma das “barraquinhas” dizia nos seus letreiros que “há bifanas avec frites“, a outra ao lado optou pela “sardinhada”, algo que já se adivinhava a alguns bons metros de distância devido ao habitual cheiro que se espalhou pela zona.

Tudo, claro, com uma “imperial / biere” a acompanhar.

Não gostamos de vir a Paris, não gostamos muito da cidade, só mesmo Portugal para nos fazer vir aqui”, disse à Lusa um dos muitos emigrantes portugueses que passeavam pela “festa lusitana”.

Joaquim Mendes veio de Arles juntamente com alguns familiares, todos vestidos a rigor com várias versões de cachecóis e camisolas da seleção das “quinas”, incluindo ainda o número antigo (17) de Cristiano Ronaldo na equipa ou então o “9” do reformado Pauleta.

As irmãs Mónica e Débora, de 15 e 17 anos, tiveram uma razão “especial” para acompanhar pela primeira vez o pai.

“Cristiano Ronaldo, queremos ver o Cristiano Ronaldo. Se ele olhar para nós e acenar, vamos ser felizes para sempre”, contou Débora à Lusa, que chegou com a sua família ao estádio cerca de cinco horas antes do início da partida só para tentar ver o “capitão” da seleção portuguesa.

“Estou tão emocionada. Quero mesmo muito que Portugal ganhe. Se ganhar vou para a janela bater com as panelas, não quero saber dos meus vizinhos”, conta Jacinta, empregada hoteleira, que foi ver jogo com os seus dois filhos, já nascidos em França, mas que vão “torcer por Portugal vestidos com a camisola do Ronaldo”.

O Stade de France tem a particularidade de ter uma bancada inteira reservada apenas às famílias ou a pessoas acompanhadas de crianças.

Mas com poucos bilhetes disponíveis e também por causa do seu preço, muitos do emigrantes lusos acabaram por assistir ao jogo pela televisão.

O jogo terminou com a vitória da selecção francesa por 2-1. Não foi desta que Portugal matou a sua besta negra, que vai em nove vitórias consecutivas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rangel e outros 13 eurodeputados do PPE pedem expulsão de partido húngaro

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel e outros 13 chefes de delegação do Partido Popular Europeu (PPE) pediram na terça-feira a expulsão do partido húngaro Fidesz, exigindo ao líder parlamentar daquela família política, Manfred Weber, …

Milhares pediram o cancelamento do TV Fest. Festival foi suspenso

O Ministério da Cultura criou um festival televisivo exclusivamente dedicado à música portuguesa em parceria com a RTP, mas o formato e os critérios estão a causar forte polémica no meio. Uma petição pública online …

Comércio internacional pode cair para níveis da Grande Depressão

A Organização Mundial do Comércio referiu na quarta-feira que o arrefecimento do comércio internacional provocado pela Covid-19 pode chegar aos níveis registados nos anos 30 devido à Grande Depressão. Segundo noticiou o Observador, na melhor das …

Loja de telemóveis apanhada a vender álcool gel com lucro até 400%

Os inspetores da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encontraram, em Lisboa, uma loja de reparação e venda de acessórios para telemóveis a vender frascos de gel desinfetante de 500 ml a 24,95 euros …

Em Portimão, uma sirene toca quando alguém sai de casa sem justificação

A sirene do quartel dos Bombeiros de Portimão vai passar a tocar sempre que alguém sair de casa e andar na rua sem justificação. O anúncio foi feito pela Câmara Municipal de Portimão em comunicado. De …

Short Selling - ou como vender ações emprestadas para ganhar muito dinheiro

Vender ações da bolsa que não são suas é uma forma de ganhar bastante dinheiro. Esta forma de negociação, denominada short selling, é muito lucrativa mas implica algum risco, pelo que é prudente aconselhar-se junto …

"Nem mais um abuso". Grupo no Whatsapp servia para planear ataques à polícia em Espanha

Dois homens de 25 e 30 anos, os dois criadores de um grupo de Whatsapp que servia para planear ataques à polícia espanhola, foram detidos esta terça-feira. De acordo com o jornal espanhol El País, o …

Trabalhadores independentes que reduziram descontos da Segurança Social terão apoio mais baixo

Os trabalhadores independentes que optaram por reduzir em 25%, de forma fictícia, o rendimento sobre o qual incidem as contribuições, e que por isso descontaram menos, verão refletida essa diminuição no apoio que podem receber …

Secretas alertaram a Casa Branca para o perigo do coronavírus em novembro

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos alertaram o Pentágono e a Casa Branca, no fim de novembro, que o novo coronavírus estava a espalhar-se em Wuhan, avisando que o vírus estaria a mudar o …

Pandemia pode criar mais 520 milhões de pobres

Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) conclui que a pandemia do novo coronavírus poderá deixar mais 520 milhões de pessoas a viver com rendimentos inferiores a cinco euros por dia, num cenário de …