/

Hotéis, restaurantes e cultura acham que IVAucher “não vai ter grande impacto”

Patrícia de Melo Moreira / AFP

Responsáveis da hotelaria, restauração e cultura aplaudem a iniciativa, mas consideram que o IVAucher é insuficiente e “não vai ter grande impacto”.

O programa IVAucher vai avançar esta terça-feira, dia 1 de junho. Este mecanismo vai permitir aos contribuintes acumularem o valor despendido no IVA das despesas que efetuarem no terceiro trimestre do ano, entre junho e final de agosto.

Os setores da hotelaria, restauração e cultura consideram que é uma “boa notícia”, embora argumentem que é uma ajuda insuficiente e que “não vai ter um grande impacto”.

“Tudo o que se faça para melhorar o setor é positivo. Mas, com franqueza, não acho que vá ter um grande impacto”, disse José Theotónio, CEO do Grupo Pestana, em declarações ao jornal ECO.

O IVAucher tem uma dotação de 200 milhões de euros. Este é o montante que o Governo tem disponível para devolver aos contribuintes para ser utilizado em despesas na hotelaria, restauração e cultura mais no final deste ano. O valor final dependerá da adesão dos consumidores e o consumo acumulado ao longo de 12 semanas.

Jorge Beldade, diretor regional de operações da Minor Hotels, diz que a medida deveria ter arrancado mais cedo, embora compreenda que a vaga de covid-19 de janeiro o tenha impossibilitado.

Beldade considera que o IVAucher “pode ajudar o segmento de luxo”, mas não vê “uma tendência assim tão grande para o segmento alto”, acrescentando que “terá mais impacto em pessoas com condições financeiras mais restritivas”.

Ao ECO, Daniel Serra, presidente da PRO.VAR – Promover e Inovar a Restauração Nacional, salientou um ponto de desacordo com o Governo, apesar de aplaudir a iniciativa.

“O que pedimos foi tão só para limitar o uso do voucher aos dias da semana, de segunda a quinta-feira”, sublinhou Serra, explicando que isto “permitiria que se retirasse pressão sobre os fins de semana”.

“Esperamos que o Governo faça essa alteração, porque se não for feita, o IVAucher vai beneficiar mais o consumidor final do que a restauração. A medida é boa, mas não sendo restrita ao período da semana, o consumidor vai acabar por consumir o voucher sem benefício adicional para a restauração”, acrescentou.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.