Hospital desmente Ana Rita Cavaco sobre carga de doentes para cada enfermeiro

Tiago Petinga / Lusa

Ana Rita Cavaco, Bastonária da Ordem dos Enfermeiros

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) desmentiu esta segunda-feira a denúncia da bastonária da Ordem dos Enfermeiros (OE), Ana Rita Cavaco, de que no passado fim de semana a urgência tivesse funcionado com um enfermeiro para cada 20 doentes críticos.

A bastonária da OE, Ana Rita Cavaco, denunciou esta segunda-feira que nos últimos dias a urgência do hospital de Beja esteve a funcionar com um enfermeiro para cada 20 doentes críticos, quando quatro doentes é o recomendado.

Numa nota escrita em resposta a questões da agência Lusa, a ULSBA esclarece que “não teve conhecimento de qualquer visita institucional por parte da Ordem dos Enfermeiros no passado fim de semana” e que “a situação referida de um enfermeiro para cada 20 doentes críticos em serviço de observação não corresponde à verdade”.

A instituição garante que no período entre as 00h e as 8h estiveram oito enfermeiros em serviço para 25 doentes admitidos (19 na Urgência Geral e seis na Urgência Pediátrica) com cinco adultos e duas 2 crianças ou jovens no Serviço de Observação, que no turno das 8h às 16h estiveram 11 enfermeiros em serviço para 65 doentes admitidos (54 na Urgência Geral e 11 na Urgência Pediátrica), com quatro adultos e uma criança ou jovem no Serviço de Observação e que no turno entre as 16h e as 00h estiveram 11 enfermeiros em serviço para 51 doentes admitidos (29 na Urgência Geral e 22 na Urgência Pediátrica), com cinco adultos no Serviço de Observação.

A ULSBA afirma que “os processos relativos à substituição temporária ou definitiva no ano de 2019 têm sido todos respondidos estando concluídos ou em curso” e que “no âmbito da contratação de profissionais para os hospitais, agora autorizada pelo Governo, a ULSBA irá ver reforçados os seus quadros em cerca de 40 profissionais, sendo 10 para a área de enfermagem, o que permitirá equilibrar as necessidades decorrentes da passagem das 40 para as 35 horas semanais”.

“Apesar de alguns constrangimentos ao nível dos Recursos Humanos, a ULSBA reconhece e enaltece a importância que os colaboradores têm tido na resposta assistencial”, conclui.

Enfermeiros em situação de “exaustão”

A bastonária Ana Rita Cavaco esteve no fim de semana no hospital de Beja e disse que os enfermeiros estão “numa situação de exaustão”, por falta de profissionais, chegando a trabalhar 16 horas seguidas e a cumprir 70 horas de trabalho semanal, quando os horários deveriam ser de 35 horas.

“Na urgência de Beja havia um enfermeiro para 20 doentes críticos em serviço de observação. O rácio correto é de um enfermeiro para quatro doentes”, relatou a bastonária em declarações à agência Lusa. A Ordem detetou ainda profissionais com 59 folgas por gozar só no período deste Verão e enfermeiros que fazem “consecutivamente 16 horas seguidas”, entrando às 8h e saindo à meia-noite.

O Governo anunciou esta segunda-feira que autorizou a contratação de mais de 550 enfermeiros para os hospitais do Serviço Nacional de Saúde, de forma a cobrir as necessidades da passagem, há um ano, das 40 para as 35 horas de trabalho semanais dos profissionais de enfermagem.

Contudo, a Ordem já veio considerar que este número é claramente insuficiente e que nem sequer acaba por cobrir os 700 enfermeiros que ficaram por contratar há um ano, quando em julho de 2018 se deu a segunda passagem ao regime das 35 horas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Bom, para esclarecer. Relativamente ao número da equipa de Enfermagem para o número de doentes admitidos, é importante distinguir que a equipa de Enfermagem não é distribuída de forma aritmética pelos doentes. Por exemplo, podem estar 40 doentes para 7 enfermeiros. Isso não quer dizer que esteja 1 Enfermeiro para 5/6 doentes. Pode acontecer estar 2 doentes para 10 doentes mais criticos, 2 Enfermeiros para 30 doentes de maca, 1 Enfermeiro de triagem, 1 Enfermeiro de Sala de reanimação e 1 Enfermeiro coordenador!

    Outra questão é relativamente às 16h seguidas. Se forem “impingidas” aos enfermeiros, sem o seu consentimento, acho necessário que se alerte e se exponha. Contudo, se for com consentimento, não vejo o mal, a não ser correr o risco que as administrações comecem a proibir as trocas que permitem juntar turnos, para evitarem estas “bocas” na comunicação social.

RESPONDER

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …