Hospital de Castelo Branco compra iodo com receio de acidente nuclear em Almaraz

Frobles / Wikimedia

Central de energia nuclear Almaraz, Cáceres (Espanha)

O presidente da Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco disse esta quarta-feira que está a apetrechar o hospital local com comprimidos de iodo face ao risco de um eventual incidente nuclear na central espanhola de Almaraz.

“A farmácia do Hospital Amato Lusitano (HAL) já pediu e está a apetrechar-se com os comprimidos de iodo necessários, que virão de um laboratório austríaco”, explicou o presidente da ULS de Castelo Branco, Vieira Pires.

O Movimento Ibérico Anti-Nuclear (MIA) tinha alertado para a necessidade de se disponibilizar pastilhas de iodo à população que está a 100 quilómetros da central nuclear espanhola de Almaraz.

Numa carta dirigida ao Governo, o MIA deu como exemplo o caso da Bélgica, onde foi decidido que todos os habitantes num raio de 100 quilómetros das centrais nucleares devem ingerir pastilhas de iodo com o objetivo de saturar a tiroide em caso de acidente nuclear.

Questionado sobre a existência de condições por parte da ULS, para fazer face a um eventual incidente nuclear, Vieira Pires explicou que esta unidade está integrada numa estrutura vertical da qual fazem parte a Proteção Civil, o Ministério do Ambiente e a Direção-Geral de Saúde (DGS)].

“Nós [ULS] limitamo-nos a dar os meios. Os meios que nos dizem respeito, como recursos humanos e medicação, temos” frisou.

Este responsável adiantou ainda que os comprimidos de iodo, para serem vendidos na farmácia do HAL, têm que estar registados na Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed).

“Já estão [comprimidos de iodo] registados desde 2015 no Infarmed”, concluiu.

O uso do iodo – mais concretamente, de iodeto de potássio, KI – contra a radioatividade é uma estratégia utilizada para evitar as lesões causadas pela radiação nuclear.

Ao ser administrado preventivamente, o iodeto de potássio protege a tiróide da forma radioativa de iodo libertada por acidentes nucleares, porque a glândula absorve o iodo do sal em vez do radioativo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Num país que anda sempre “atrás do prejuízo”, atitudes como esta da ULS de Castelo Branco é louvável.
    A central de Almaraz constitui, de facto, um perigo iminente. É desejável que não aconteça nada, nenhum incidente mas, se houver (e há francas possibilidades de ocorrer), é importante que as pessoas estejam minimamente protegidas. Mais vale prevenir que remediar.

  2. Distância de Almaraz a Castelo Branco (popoulção 56K) em linha reta 155kms, distância a Madrid (população 6.5M) 190kms, no meio ciddades com até 3 vezes mais população que Castelo Branco (Badajoz). Eu já sei porque pago 11 vezes mais de TSU do que em Espanha e para ter um atendimento rápido tive de contratar um seguro privado: Gostamos do show off.

RESPONDER

Cientistas usam a Lua como espelho gigante para procurar extraterrestres

Os astrónomos ainda não desistiram de procurar vida para lá da Terra e acabam de criar um novo método para encontrar exoplanetas habitáveis, que envolve o uso da Lua como uma espécie de espelho gigante. Especialistas …

Astrónomos descobriram um buraco negro "incapaz" de fazer o seu trabalho

Astrónomos descobriram o que pode acontecer quando um buraco negro gigante não interfere na vida de um enxame de galáxias. Usando o Observatório de raios-X Chandra da NASA e outros telescópios, mostraram que o comportamento passivo …

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …