Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que essa percentagem.

Num estudo desenvolvido com 6 mil casais norte-americanos durante 15 anos, os investigadores repararam numa estranha tendência. Quando o salário das mulheres representava mais do que 40% dos vencimentos do casal, os homens tendiam a estar mais stressados e ansiosos.

Se já havia a ideia preconcebida de que os homens não gostavam quando as suas esposas ganhavam mais do que eles, essa teoria intensifica-se com este novo estudo. Aliás, nem precisam de ganhar mais, basta ganharem quase tanto quanto eles.

De acordo com o Tech Explorist, os investigadores notaram ainda que a situação era ainda mais extrema quando os homens dependiam totalmente das mulheres a nível económico. O estudo foi levado a cabo por cientistas da Universidade de Bath e publicado no mês passado na revista científica Personality and Social Psychology Bulletin.

“Estas descobertas sugerem que normas sociais sobre o rendimento familiar masculino — e convenções tradicionais sobre homens que ganham mais do que as esposas — podem ser perigosas para a saúde dos homens. Também mostra quão fortes e persistentes são as normas de identidade de género”, reconheceu a autora do estudo, Joanna Syrda.

“A angústia persistente pode levar a muitos problemas adversos à saúde, incluindo doenças físicas e problemas mentais, emocionais e sociais“, acrescentou. A economista notou ainda que noutras sociedades, diferentes normas podem-se aplicar, de forma que os resultados podem ser distintos.

Este stress acrescido não se verifica quando antes de casarem, a mulher já ganha mais do que o homem e a diferença entre salários está bem clara para os maridos.

Apesar de ainda haver grandes disparidades salariais entre homens e mulheres, a situação tem-se vindo a dissipar gradualmente nas últimas décadas. Segundo um estudo estatístico, se nos anos 80, apenas 13% das mulheres casadas ganhavam mais do que os maridos, em 2017, esse valor já era próximo de um terço.

“As consequências das inversões de papéis tradicionais de género nos casamentos associados aos rendimentos mais altos das esposas abrangem várias dimensões, incluindo saúde física e mental, satisfação com a vida, fidelidade conjugal, divórcio e poder de negociação conjugal”, explicou Syrda.

Além disso, a investigadora nota que a masculinidade está “intimamente ligada à visão convencional do homem como ganha-pão” da família.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …