Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que essa percentagem.

Num estudo desenvolvido com 6 mil casais norte-americanos durante 15 anos, os investigadores repararam numa estranha tendência. Quando o salário das mulheres representava mais do que 40% dos vencimentos do casal, os homens tendiam a estar mais stressados e ansiosos.

Se já havia a ideia preconcebida de que os homens não gostavam quando as suas esposas ganhavam mais do que eles, essa teoria intensifica-se com este novo estudo. Aliás, nem precisam de ganhar mais, basta ganharem quase tanto quanto eles.

De acordo com o Tech Explorist, os investigadores notaram ainda que a situação era ainda mais extrema quando os homens dependiam totalmente das mulheres a nível económico. O estudo foi levado a cabo por cientistas da Universidade de Bath e publicado no mês passado na revista científica Personality and Social Psychology Bulletin.

“Estas descobertas sugerem que normas sociais sobre o rendimento familiar masculino — e convenções tradicionais sobre homens que ganham mais do que as esposas — podem ser perigosas para a saúde dos homens. Também mostra quão fortes e persistentes são as normas de identidade de género”, reconheceu a autora do estudo, Joanna Syrda.

“A angústia persistente pode levar a muitos problemas adversos à saúde, incluindo doenças físicas e problemas mentais, emocionais e sociais“, acrescentou. A economista notou ainda que noutras sociedades, diferentes normas podem-se aplicar, de forma que os resultados podem ser distintos.

Este stress acrescido não se verifica quando antes de casarem, a mulher já ganha mais do que o homem e a diferença entre salários está bem clara para os maridos.

Apesar de ainda haver grandes disparidades salariais entre homens e mulheres, a situação tem-se vindo a dissipar gradualmente nas últimas décadas. Segundo um estudo estatístico, se nos anos 80, apenas 13% das mulheres casadas ganhavam mais do que os maridos, em 2017, esse valor já era próximo de um terço.

“As consequências das inversões de papéis tradicionais de género nos casamentos associados aos rendimentos mais altos das esposas abrangem várias dimensões, incluindo saúde física e mental, satisfação com a vida, fidelidade conjugal, divórcio e poder de negociação conjugal”, explicou Syrda.

Além disso, a investigadora nota que a masculinidade está “intimamente ligada à visão convencional do homem como ganha-pão” da família.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Boa noite,

    No meu caso particular, como homem, não me sinto nada incomodado com isso bem pelo contrário, aliás sou apologista da igualdade de género absoluta, e mais ainda, defendo que independentemente do género a pessoa deve ser remunerada em função do seu rendimento, da sua produtividade e mérito.Se uma Senhora produzir mais do que um Homem , faz sentido que seja mais bem remunerada e o contrário também se aplica, e não digo isto só para ficar bem e ser politicamente correto , é uma questão de elementar justiça, , evidentemente que para produtividades iguais rendimentos iguais, está claro.O ênfase deve ser colocado no esforço, competência, mérito e dinamismo da pessoa, ninguém deve ser discriminado negativa ou positivamente em função do seu género.Ponto.Boa noite

RESPONDER

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TilTok anuncia acordo com Oracle e Wallmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …