Inundações, quedas de árvores e derrocadas. “Helena” deixa oito distritos sob aviso vermelho

O mau tempo que está a fazer-se sentir em Portugal continental deve-se aos efeitos da depressão “Helena”. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê ainda aguaceiros e uma descida da temperatura para esta sexta-feira, o que associado ao vento forte aumentará o desconforto térmico.

Vários distritos da costa ocidental de Portugal continental estão esta sexta-feira sob aviso vermelho, o mais grave, devido à previsão de agitação marítima, o que levou já ao encerramento de oito barras, segundo o IPMA e a Marinha.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal vão estar entre as 12:00 e as 21:00 desta sexta-feira sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), estão previstas ondas de noroeste com 7 a 8 metros, com altura máxima que poderá atingir 13 a 15 metros.

Na sequência do mau tempo e de acordo com a Marinha portuguesa, cerca das 06:00 estavam fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Aveiro, São Martinho do Porto e Ericeira.

Além do vermelho para a agitação marítima, o IPMA emitiu avisos laranja e amarelo para hoje e sábado de vento para todos os distritos de Portugal continental, exceto Évora, e de neve para Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro e Coimbra.

O mau tempo que está a fazer-se sentir em Portugal continental deve-se aos efeitos da depressão “Helena”, centrada a noroeste do golfo de Biscaia, Espanha. Esta depressão vai afetar Portugal Continental em particular no que respeita ao vento e à agitação marítima na costa ocidental.

Devido à passagem de uma massa de ar polar pós-frontal fria, prevê-se ocorrência de aguaceiros que poderão ser localmente intensos, de granizo e acompanhados de trovoada, e sob a forma de neve nas terras altas. O IPMA prevê ainda uma descida da temperatura, o que associado ao vento forte aumentará o desconforto térmico.

Por causa do mau tempo, a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha alertou para o agravamento das condições meteorológicas e oceanográficas na zona norte de Portugal continental, entre a madrugada de hoje e a de sábado.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou para a possibilidade de cheias, formação de lençóis de água e gelo e quedas de árvore devido às previsões de chuva, neve, vento e agitação marítima para os próximos dias.

  // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.