/

Harvey Weinstein acusado de assediar uma modelo de 16 anos

Peter Foley / EPA

O produtor Harvey Weinstein, que esteve por trás de filmes como como “Reservoir Dogs”, “Pulp Fiction” e “Malèna”.

Uma modelo polaca, de 16 anos, juntou-se às mais de 70 mulheres que já acusaram Harvey Weinstein de abusos sexuais, afirmando que o produtor de cinema a assediou em 2002.

O produtor cinematográfico norte-americano, Harvey Weinstein, está a ser acusado por uma atriz e ex-modelo polaca de a ter violado aos 16 anos, quando ainda era virgem. Segundo a modelo, tudo aconteceu em 2002, na sua casa em Nova Iorque.

Segundo a denúncia, citada pela BBC, numa peça na qual a alegada vítima não é identificada, a modelo terá aceitado encontrar-se com Weinstein para almoçar, com o objetivo de potenciar a sua carreira de atriz. A alegada vítima não é identificada.

Após o almoço, o produtor norte-americano terá levado a modelo para o seu apartamento e “não perdeu tempo para exigir sexo de forma agressiva e ameaçadora”. A queixa, a que a BBC teve acesso, garante que Weinstein sabia a idade da jovem e ter-lhe-á dito que “se queria ser atriz, deveria estar confortável a fazer tudo o que o realizador lhe ordenasse, incluindo perder as inibições e ficar nua”.

Mas, segundo a queixa, o assédio não ficou por aqui. Harvey Weinstein continuou a assediar a modelo durante perto de dez anos e chegou a oferecer-lhe um papel como figurante num filme de 2004.

Benjamin Brafman, advogado do produtor, afirma que estas acusações são “absurdas”. “Como muitas outras mulheres neste caso que já foram expostas como mentirosas, também vai ser mostrado que esta última alegação completamente infundada e que já tem quase 20 anos também é evidentemente falsa”, disse.

As acusações contra o produtor cinematográfico despoletaram o movimento #MeToo, que já levou outras mulheres a denunciar publicamente abusos sexuais cometidos por homens influentes no mundo do espetáculo.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.