Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma “bomba-relógio”)

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década.

Antes de os Estados Unidos terem imposto pesadas sanções à Venezuela em 2017, o Nabarima, um navio com 240 metros, servia como armazenamento de petróleo, encontrando-se rotineiramente com petroleiros que carregavam e descarregavam barris de petróleo da Venezuela para vender em todo o mundo.

As sanções que proíbem a Venezuela de vender o seu petróleo no mercado internacional causaram a paralisação da indústria petrolífera do país, deixando a produção suspensa num mínimo de 25 anos. Desde janeiro de 2019, o Nabarima foi apanhado num padrão de decomposição mecânica rápida.

De acordo com o Vice, se o navio afundar completamente, mais de um milhão de barris de petróleo bruto – mais de 227 milhões de litros – podem ser derramos no oceano, causando um dos maiores vazamentos de óleo da história, seis vezes maior do que o vazamento do Exxon Valdez em 1989.

Após a morte do ex-presidente Hugo Chávez e a ascensão do presidente Nicolás Maduro, uma mistura tóxica de hiperinflação, sanções e corrupção fez com que a PDVSA, a companhia petrolífera estatal, se debatesse incontrolavelmente. Em 2017, a empresa já não tinha condições de exportar petróleo, deixando os petroleiros abandonados no Mar das Caraíbas.

Filmagens de drones gravadas este mês mostram que o Nabarima parece desgastado, adornado com tubos descoloridos de cor vermelho-vinho e um guindaste de construção amarelo solitário.  O convés do navio está vazio e silencioso, embora pelo menos três membros da tripulação vivam e trabalhem a bordo.

Desde meados de julho, a condição do navio tem provocado alarme regional e internacional, já que o navio parece estar a mergulhar de forma conspícua, primeiro a 5 graus, depois a 20 graus para a direita, afundando 13 metros na água. A estibordo, as ondas batem perigosamente perto do convés.

O vazamento pode ter “efeitos catastróficos”, disse Gary Aboud, ativista ambiental da organização sem fins lucrativos local Fishermen and Friends of the Sea, em declarações à Vice. “A cavala que se consegue na costa leste dos Estados Unidos desova aqui. Existem os pescadores comunitários – temos cerca de 50 mil pessoas que dependem do mar. Existem também problemas de saúde humana – o hidrocarboneto teria um impacto duradouro na qualidade dos nossos frutos do mar”.

Por outro lado, o governo da Venezuela afirmou que o navio não apresenta risco de derramamento, embora admita que o navio balançou durante o verão. O embaixador venezuelano em Trinidad e Tobado disse que as fotografias são “propaganda”.

A ENI, petroleira italiana que detém 26% do navio, afirmou também que “atualmente não há risco” de vazamento. Em comunicado, o Ministério de Energia de Trinidad e Tobago argumentou que o casco duplo da embarcação “deve fornecer proteção contra derramamento no caso de a embarcação afundar”.

No final de outubro, vários membros da Assembleia Nacional da Venezuela apelaram a Maduro e à PDVSA para “evadir este desastre”. O Ministério da Energia de Trinidad e Tobago, embora aceitando a perspetiva otimista do Governo venezuelano à primeira vista, negociou com o Governo o envio de uma tripulação ao Nabarima para realizar uma inspeção.

Numa entrevista coletiva, o Ministro de Energia de Trinidad disse que o Nabarima estava “totalmente horizontal” quando a tripulação visitou o navio.

Se o Nabarima estiver destinado a inclinar-se silenciosamente até que afunde, a responsabilidade está nas mãos das duas empresas de petróleo, PDVSA e ENI, para retirar os barris de petróleo do navio antes que afunde.

Rebocadores foram avistados ao lado do Nabarima em 19 de outubro e um petroleiro foi observado a aproximar-se do Nabarima em 21 de outubro, sugerindo que uma transferência de parte ou de todo o petróleo poderia estar iminente.

No entanto, o processo de transferência de óleo pode apresentar risco de derramamento devido ao delicado estado do Nabarima. O Ministério de Energia de Trinidad calculou que o processo de descarregamento demoraria 35 dias.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Agora percebemos o porquê da pobreza da Venezuela. Não é do ‘comunismo’ ou ‘socialismo’ ou de qualquer ‘ditador’, mas por causa dos amigos de Guaidó: The good old US of A anulou um concorrente. Engraçado, não é?

RESPONDER

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …

Sob o nariz dos militares norte-coreanos, ex-ginasta salta muro de 3 metros e foge para a Coreia do Sul

Um homem norte-coreano que queria escapar da sua terra natal deu um salto de quase três metros num muro no início deste mês. O salto, que ocorreu sob os narizes dos soldados, trouxe-o para a …

Islândia quer tornar-se um refúgio para o teletrabalho. Mas não é para todos

A Islândia fez uma série de alterações no seu programa de vistos de trabalho remoto para cidadãos foram do espaço Schengen, tendo como objetivo tornar-se num destino atraente para os trabalhadores que procuram escapar dos …