Há dois corpos celestes a caminho da Terra

NASA/JPL-Caltech

Conceito artístico do 2016 WF9 passando por Júpiter em direção ao Sol

Os astrónomos da missão espacial Neowise descobriram que dois corpos celestes estão a aproximar-se rapidamente da Terra, informou a NASA.

O primeiro objeto descoberto, o cometa C/2016 U1 (Neowise), detetado pela primeira vez em outubro, vai chegar ao ponto mais próximo do Sol no dia 14 de janeiro.

Segundo um membro da NASA, Paul Chodas, “há uma boa hipótese de o cometa se tornar visível através de um bom par de binóculos, mas não há certezas porque o brilho do objeto é imprevisível”.

Quanto ao segundo objeto, o 2016 WF9, os cientistas ainda não verificaram a sua origem e estão a tentar desvendar se é um cometa ou um asteroide. Tem um quilometro de diâmetro e foi observado em novembro deste ano.

Os especialistas afirmam que o objeto se assemelha a um cometa devido à sua órbita, mas parece não possuir a nuvem característica de pó e gás que define um cometa.

Mas o que se sabe é que esse objeto vai alcançar a órbita da Terra no dia 25 de fevereiro e irá aproximar-se do nosso planeta a uma distância de 51 milhões de quilómetros (100 vezes mais que a distância entre a Terra e a Lua).

Os dois objetos foram descobertos com o Wide-field Infrared Survey Explorer (WISE), um telescópio espacial da NASA recetor de ondas infravermelhas.

Nenhum dos corpos celestes representa qualquer perigo para a Terra, garantem os cientistas do programa Neowise.

O telescópio esteve em funcionamento de 14 de dezembro de 2009 até 17 de fevereiro de 2011, altura em que a sua transmissão foi desligada.

Em agosto de 2013, a NASA decidiu reativar o WISE para uma nova missão de três anos, com a finalidade de procurar asteroides que podem, eventualmente, colidir com a Terra.

ZAP // NASA / Sputnik News

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pois, então não é bem a caminho da Terra, como o título indica, é mais a aproximarem-se da Terra.
    Porque é que é tão difícil transmitir as coisas como elas são, optando-se tantas vezes por induzir o erro? Os meios de comunicação social não deveriam fazer exactamente o oposto, isto é, contribuir para o máximo esclarecimento possível?

  2. Correcto, os meus de comunicação são os responsóveis pela má informação jornalística através de comunicação que induz em erro, podendo criar pavor ou medo nos seus leitores. Os responsáveis das redacções não deviam deixar passar esta produção abusiva de acontecimentos tornando a informação um sinónimo de espectáculo.

  3. Acho que não deveria divulgar esse tipo de reportagem sem ter absoluta certeza do que dizem pois as pessoas ficam com medo eu mesmo tenho síndrome do pânico e estou desesperada e uma coisa fora do normal deviam esclarecer os fatos

  4. No Espaço não á Só Estrelas e Planetas. Existe Corpos Celeste Perigosos que Merecem a Nossa Atenção.
    Desde Asteróides, Cometas, Meteoritos sabendo Pouco Deles.
    Temos andado a Estuda-los, mas o Próximo Passo será Proteger a Terra e a Lua.
    De eventuais Colisões o que seria uma Grande Catástrofe.
    Através de Estudos e o uso da Tecnologia seremos Capazes de Protegermos?

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …

Londres dá o nome de Freddie Mercury a uma rua

Londres rebatizou uma das suas ruas em honra do vocalista dos Queen, Freddie Mercury. A rua em causa fica perto da primeira morada do artista na capital inglesa. Uma rua nos subúrbios de Londres, onde o …

Gil Vicente 0-1 Benfica | Vlachodimos segura liderança

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS e recuperou a liderança na tabela classificativa. Na visita ao Gil Vicente, os “encarnados” ganharam por 1-0, num jogo que foi tudo menos fácil para os campeões nacionais. O …

Exército norte-americano está a desenvolver tecidos que neutralizam agentes nervosos

A roupa das tropas norte-americanas poderá, no futuro, combater alguns dos agentes nervosos mais perigosos do mundo. Uma equipa de químicos da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, está a desenvolver um tecido capaz de neutralizar …

Mona Lisa de cubos mágicos vendida em leilão por 480 mil euros

"Rubik Mona Lisa", uma Mona Lisa feita com quase 300 cubos mágicos, foi vendida em leilão, este domingo, por 480.200 euros. A obra é da autoria do artista francês Invader. A obra de arte, que se …

Cientistas utilizam IA para criar antibiótico que mata até as bactérias mais resistentes

Investigadores norte-americanos utilizaram mecanismos de inteligência artificial para criar um poderoso, capaz de matar algumas das bactérias resistentes mais perigosas do mundo. Segundo informou o Guardian, este fármaco atua de maneira diferente dos antibacterianos existentes, tendo …

Mulheres que assinaram acordos de sigilo vão poder falar sobre comportamento de Bloomberg, garantiu o empresário

Após uma extensa repercussão sobre os acordos de confidencialidade da sua empresa, que impedem as funcionárias de falar sobre as alegações de assédio no local de trabalho, Michael Bloomberg tentou inverter o curso da polémica. "A …

Nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado

O nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado na próxima sexta-feira. PSD e BE mostram-se contra a sua nomeação. Os deputados do PSD “não estão confortáveis” com a proposta do PS …

Amazon está a remover produtos que promovem a cura contra o coronavírus

A Amazon está a retirar os produtos que alegam "matar" o coronavírus e a avisar os utilizadores da desinformação em torno deste tema. Há empresas e vendedores a aproveitarem-se do mediatismo do coronavírus e a promover …

Autoridades revelam que atropelamento em desfile de Carnaval foi intencional

O atropelamento de pelo menos 15 pessoas num desfile de carnaval hoje em Volkmarsen, no centro da Alemanha, foi intencional, segundo a polícia, que não confirmou a hipótese de atentado. Henning Hinn, da diretoria de polícia …