Há uma barbearia nos Açores onde o cliente paga o que quiser

Eduardo Costa / Lusa

João Rocha atende cada cliente como se fosse uma estrela

Abriu no começo do mês e até final do ano não há preços tabelados e cada cliente paga o que achar justo. Ponta Delgada, nos Açores, tem uma nova barbearia que recria o ambiente de décadas passadas.

João Rocha e Sílvia Vilaverde são barbeiros e anfitriões desta nova barbershop, e a adesão uma semana após a abertura tem sido, dizem, bem acima do esperado.

“Não era de todo o que estávamos à espera para já, talvez só daqui a uns três meses”, começa por contar João Rocha, 32 anos, natural da Terceira e dono de uma barbearia nesta ilha, mas que decidiu arriscar e abrir um novo espaço na ilha de São Miguel.

Os clientes da Terceira, diz entre risos, querem-no “matar” pelo menor tempo passado lá.

“Uso as redes sociais para divulgar as datas em que estou em São Miguel e na Terceira”, conta. Qual estrela rock, o passado de João Rocha inclui formações e trabalhos em locais como Londres, Las Vegas, Florença, Milão, Dubai ou Escócia.

No pequeno mas moderno espaço, situado em pleno centro de Ponta Delgada, há várias distinções – à reportagem da agência Lusa chama particular atenção um prémio de melhor corte em barba atribuído a Sílvia Valverde, 33 anos, nascida em Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, e habitante bem recente na ilha de São Miguel.

“Então mas este não é um mundo quase só de homens?”, pergunta-se. “Sempre foi o que quis fazer”, responde. E os Açores? “Muita trovoada, muita chuva. Mas está-se bem“, acrescenta Sílvia.

Eduardo Costa / Lusa

Sílvia Valverde, do Minho para os Açores: sempre foi o que quis fazer

Na loja há vários produtos à venda, com as ceras em destaque, para recriar os penteados das décadas entre 1920 e 1960.

Há quatro anos, quando João se formou, “ninguém queria ser barbeiro, era uma profissão que estava a cair em desuso“. Chegou a ter aulas em que era o único aluno e isso, diz, levou-o a encarar com maior profissionalismo e determinação o seu futuro.

“Chegava a casa à noite e queria saber mais, aparecia um corte novo e queria aprender como se fazia”. E remata, sem hesitações e perante o aval de um cliente que atendia enquanto falava com a Lusa: “Atendo cada cliente como se fosse uma estrela“.

A ideia de arrancar a nova barbearia sem preços tabelados passa por traçar um perfil e uma média de valores para em janeiro, então, ser definida uma política de preços. Até lá, o desafio é que cada cliente pague o que possa e entenda ser justo pelo trabalho feito no seu cabelo, barba ou bigode.

“Tenho um cliente que vai de São Jorge de propósito à Terceira para cortar o cabelo”, diz João. A boa notícia para este cliente é que tem mais uma ilha onde pode visitar o seu barbeiro; a má é que ainda não foi desta que a Terceira recebeu a abertura de um espaço do género, numa altura de fascínio global pelas barbearias antigas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

John McAfee encontrado morto em prisão espanhola

O criador do antivírus McAfee, John McAfee, foi encontrado morto esta quarta-feira na sua cela numa prisão espanhola, aparentemente por suicídio, horas depois de a justiça espanhola ter aprovado a extradição para seu país de …

PS nacional impõe filho de dinossauro do PSD como candidato à Maia. "Inexplicável e duvidoso"

Alguns dias depois da polémica com a escolha do candidato do PS à Câmara do Porto devido a divergências internas, há mais um caso semelhante na Maia. Teresa Almadanim retirou-se da corrida depois de ter …

Computador principal do Hubble deixou de funcionar (e a NASA ainda não sabe porquê)

O Telescópio Espacial Hubble, da NASA, está em "modo de segurança" depois de o computador principal ter deixado de funcionar repentinamente no dia 13 de junho. A 13 de junho, o computador principal do Hubble deixou …

Relatório: Lisboa enviou dados para o Irão, Arábia Saudita, e (27 vezes) para a Rússia

O Relatório interno da Câmara de Lisboa sobre o caso do envio de dados de ativistas a embaixadas de países estrangeiros desculpabiliza Fernando Medina, mas revela que a CML enviou dados para o Irão, a …

Cientistas descobrem como é que o cérebro nos faz espirrar

Uma equipa de cientistas da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, identificou, em ratos de laboratório, células e proteínas específicas que controlam o reflexo do espirro. "Compreender melhor o que nos faz espirrar - de que …

Casa Branca prevê falha na meta de vacinação de 70% da população até 4 de Julho

A previsão foi avançada esta terça-feira por Jeff Zients, coordenador da resposta norte-americana à pandemia do novo coronavírus. O atraso, ainda que residual, representa um percalço no plano inicialmente proposto pela Administração Biden e justifica-se, …

Revelados segredos da invasão da malária

Como é que os parasitas da malária invadem os glóbulos vermelhos? A microscopia de vídeo de última geração permitiu à equipa do WEHI, na Austrália, ver estes detalhes moleculares essenciais para tratar a doença. Kelly Rogers, …

E agora, Portugal? Depois do Grupo da Morte... Bélgica, Itália, França e Espanha no quadro

Teoricamente, desta vez a seleção nacional ficou claramente do lado mais forte na fase a eliminar do Europeu. Haverá um "escaldante" Inglaterra-Alemanha nos oitavos-de-final. Muitos adeptos portugueses ainda se lembram do golo tardio, noutro jogo, que …

Parlamento Europeu aprova novo estatuto do Provedor de Justiça

O Parlamento Europeu aprovou o novo estatuto do Provedor de Justiça Europeu que vai passar a trabalhar com novas regras, podendo avançar com os próprios inquéritos, prevendo-se também no novo regulamento medidas de proteção para …

Fernando Santos: "Estava a dizer à equipa para se chegar à frente"

Explicação do selecionador nacional, que esteve muito agitado durante os últimos minutos do Portugal-França. Uma primeira parte "excelente" e uma decisão duvidosa da equipa de arbitragem que alterou o resultado perto do intervalo. Fernando Santos começou …