Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

António Cotrim / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que nas anteriores 24 horas. 277 dos casos são na região de Lisboa.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DGS, há a registar 1.356 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que na terça-feira. Trata-se de um aumento de óbitos de 1%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus (31.292), os dados da DGS revelam que há mais 285 casos do que na terça-feira, representando uma subida de 0,9%.

A região de Lisboa é agora a zona onde o contágio está a alastrar mais, com 277 dos novos casos, o que representa 97% do total. Na terça-feira, a directora geral de Saúde, Graça Freitas, tinha anunciado a detecção de três focos na região de Lisboa e Vale do Tejo, nomeadamente no bairro da Jamaica.

“O que está a acontecer em Lisboa já aconteceu noutras zonas do país”, aponta Graça Freitas, salientando que “há situações diferentes”. “Há zonas onde os casos são dispersos, há depois a questão da Azambuja, que foi de contágio em meio laboral”, refere.

“Num dos bairros onde houve 16 casos, 4 já foram dados como curados e não apareceram novos casos”, frisa ainda a directora geral de Saúde, destacando que “apareceram no Seixal focos familiares, muito pequenos e ligados a coabitação”.

Graça Freitas fala ainda de um surto num lar em Pernes, Santarém, realçando que foram identificados 18 utentes e 6 profissionais infectados, mas que foi “rapidamente resolvido”.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (755), seguida da região de Lisboa (335), do Centro (235), do Algarve (15), dos Açores (15) e do Alentejo, que regista um óbito, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados actualizados até às 24 horas de terça-feira, mantendo-se a Região Autónoma da Madeira sem registo de óbitos.

Há ainda 27.141 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde e 1886 pessoas a aguardar resultados laboratoriais.

Neste momento, há 510 pessoas internadas, das quais 66 em Cuidados Intensivos. A recuperar em casa estão 11.077 pessoas.

Os pacientes recuperados são 18.349, mais 253 do que na terça-feira.

Do total de infectados, 18.036 são mulheres e 13.256 são homens.

A faixa etária mais afectada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (5.265), seguida da faixa dos 50 aos 59 anos (5.212) e das pessoas com mais de 80 anos (4.460).

Há ainda 4.679 doentes com idades entre 30 e 39 anos, 4.049 entre os 20 e os 29 anos, 3.463 entre os 60 e 69 anos e 2.520 com idades entre 70 e 79 anos.

A DGS regista igualmente 607 casos de crianças até aos nove anos e 1.037 jovens com idades entre os 10 e os 19 anos.

De acordo com a DGS, 40% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 29% febre, 21% dores musculares, 20% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e 12% dificuldade respiratória. Esta informação refere-se a 91% dos casos confirmados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Pois é,em Lisboa é onde se encontram as maiores ”favelas” do país.Pelas imagens na imprensa,mais parecem o Brasil ou Angola do que,um país que faz parte da UE.

RESPONDER

Mais 3.960 casos e 24 mortes. É o pior dia desde o início da pandemia

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3.960 casos positivos e 24 mortes por covid-19. Os dados foram divulgados no mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este foi o pior dia desde o …

Reconhecimento para cuidadores informais vai ser mais fácil e rápido

O pedido de estatuto de cuidador informal fica, a partir de hoje, mais fácil, deixando de ser necessário apresentar atestado médico e permitindo que documentos que impliquem atos médicos possam ser apresentados posteriormente. De acordo com …

OE2021 ainda não foi votado, mas já se espera um aumento da despesa em mais de 300 milhões

Entre a entrega da proposta e a votação, o Governo voltou a negociar com os partidos, mostrando abertura para medidas na especialidade que deverão custar pelo menos mais 300 milhões de euros. O Orçamento do Estado …

Portugal é dos 10 países com melhores políticas de integração de migrantes

Portugal está no grupo dos dez países com melhores políticas de integração de migrantes, segundo uma avaliação de 52 estados que destaca o combate à discriminação ou a reunificação familiar como pontos fortes. Segundo o Índice …

Lukashenko classifica grevistas e manifestantes como terroristas. Mais de 600 pessoas foram detidas

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, comparou com terrorismo a atitude de manifestantes e grevistas que participaram na greve nacional convocada pela oposição e nos protestos de cidadãos para exigir a sua renúncia. "Estamos a começar …

"Não acredito que cumpra as nossas leis". Trump diz que voto por correspondência é "inapropriado"

O Presidente dos Estados Unidos (EUA) disse que é "inapropriado" os estados levarem vários dias a contar os votos por correspondência, defendendo que o vencedor deve ser declarado na noite das eleições. "Seria muito, muito apropriado …

Reservas de sangue O+ e A+ com níveis críticos. Federação apela à dádiva

A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alertou, esta terça-feira, que as reservas nacionais estão com níveis críticos dos tipos O+ e A+, apelando aos portugueses para darem sangue. Em comunicado, a FEPODABES refere …

Madeira quer visitantes infetados a ajudar nas despesas da estadia. "É aquilo que é justo"

O presidente do Governo madeirense anunciou esta terça-feira que decorrem diligências para encontrar mais uma unidade hoteleira para acolher doentes com covid-19, defendendo que os visitantes infetados devem ajudar a custear as despesas da sua …

Filhos de pais separados não podem circular entre concelhos no fim-de-semana

Os filhos de pais separados não poderão deslocar-se entre concelhos para efetuar trocas de residência entre os progenitores entre 30 de outubro a 3 de novembro, o próximo fim-de-semana que abrange o Dia de Todos …

Receita fiscal cai 2.822,7 milhões arrastada pela quebra do IVA e IRC

A receita fiscal do subsetor Estado registou uma redução de 2.822,7 milhões de euros até setembro, recuando 8,3% face ao mesmo período de 2019, refletindo os efeitos da pandemia, segundo a Síntese de Execução Orçamental. “No …