Há 285 novos casos de covid-19. São quase todos na Grande Lisboa

António Cotrim / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas

A região de Lisboa continua a registar o maior número de novos casos de covid-19 registados no país. A Direcção Geral de Saúde (DGS) anuncia hoje 31.292 infectados com o coronavírus, mais 285 do que nas anteriores 24 horas. 277 dos casos são na região de Lisboa.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DGS, há a registar 1.356 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que na terça-feira. Trata-se de um aumento de óbitos de 1%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus (31.292), os dados da DGS revelam que há mais 285 casos do que na terça-feira, representando uma subida de 0,9%.



A região de Lisboa é agora a zona onde o contágio está a alastrar mais, com 277 dos novos casos, o que representa 97% do total. Na terça-feira, a directora geral de Saúde, Graça Freitas, tinha anunciado a detecção de três focos na região de Lisboa e Vale do Tejo, nomeadamente no bairro da Jamaica.

“O que está a acontecer em Lisboa já aconteceu noutras zonas do país”, aponta Graça Freitas, salientando que “há situações diferentes”. “Há zonas onde os casos são dispersos, há depois a questão da Azambuja, que foi de contágio em meio laboral”, refere.

“Num dos bairros onde houve 16 casos, 4 já foram dados como curados e não apareceram novos casos”, frisa ainda a directora geral de Saúde, destacando que “apareceram no Seixal focos familiares, muito pequenos e ligados a coabitação”.

Graça Freitas fala ainda de um surto num lar em Pernes, Santarém, realçando que foram identificados 18 utentes e 6 profissionais infectados, mas que foi “rapidamente resolvido”.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (755), seguida da região de Lisboa (335), do Centro (235), do Algarve (15), dos Açores (15) e do Alentejo, que regista um óbito, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados actualizados até às 24 horas de terça-feira, mantendo-se a Região Autónoma da Madeira sem registo de óbitos.

Há ainda 27.141 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde e 1886 pessoas a aguardar resultados laboratoriais.

Neste momento, há 510 pessoas internadas, das quais 66 em Cuidados Intensivos. A recuperar em casa estão 11.077 pessoas.

Os pacientes recuperados são 18.349, mais 253 do que na terça-feira.

Do total de infectados, 18.036 são mulheres e 13.256 são homens.

A faixa etária mais afectada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (5.265), seguida da faixa dos 50 aos 59 anos (5.212) e das pessoas com mais de 80 anos (4.460).

Há ainda 4.679 doentes com idades entre 30 e 39 anos, 4.049 entre os 20 e os 29 anos, 3.463 entre os 60 e 69 anos e 2.520 com idades entre 70 e 79 anos.

A DGS regista igualmente 607 casos de crianças até aos nove anos e 1.037 jovens com idades entre os 10 e os 19 anos.

De acordo com a DGS, 40% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 29% febre, 21% dores musculares, 20% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e 12% dificuldade respiratória. Esta informação refere-se a 91% dos casos confirmados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Pois é,em Lisboa é onde se encontram as maiores ”favelas” do país.Pelas imagens na imprensa,mais parecem o Brasil ou Angola do que,um país que faz parte da UE.

RESPONDER

Califórnia e cidade de Nova Iorque exigem vacinas — ou testes semanais — aos funcionários públicos

O estado da Califórnia e a cidade de Nova Iorque querem incentivar os funcionários públicos a vacinarem-se numa altura em que os Estados Unidos sofrem um aumento de casos devido à variante Delta. Todos os funcionários …

Hong Kong. Veredicto de culpado no primeiro julgamento sob a lei de segurança nacional

A primeira pessoa acusada e julgada de acordo com a lei de segurança nacional de Hong Kong foi esta terça-feira considerada culpada de terrorismo e incitação à secessão, numa decisão histórica que estabelece um precedente …

Medina queixa-se dos juízes: "Há coisas que não dá para entender"

Dia de emoções diferentes para o Brasil, no surf. O primeiro campeão olímpico na modalidade é brasileiro mas Gabriel Medina nem chegou à final; e não gostou da pontuação na meia-final. Aí está a primeira medalha …

Estado demora dois anos a pagar aos fornecedores

Atrasos nos pagamentos têm vindo a diminuir, com muitos organismos a conseguir cumprir os 60 dias previstos pela lei. À semelhança do que acontece com os prazos, também os valores em dívida apresentam uma tendência …

Ministra da Saúde abre a porta à presença de público na Supertaça

A Supertaça, entre Sporting e Sporting de Braga e agendada para sábado, pode vir a ter adeptos nas bancadas, admitiu a ministra da Saúde, esta terça-feira, descrevendo o jogo como um possível "evento-teste". "Em relação ao …

Escolas avançam para a "desmaterialização dos manuais"

"As escolas estão já a avançar para a desmaterialização dos manuais e materiais clássicos da aprendizagem", indicou esta segunda-feira o vice-presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), David Sousa, a …

Marcelo sai do Infarmed "irritantemente otimista". "Onde avança a vacina, o vírus recua"

O Presidente da República elogiou, esta terça-feira, o processo de vacinação, considerando que "é excecional" o ritmo a que tem avançado, e declarou-se "irritantemente otimista", expressão que antes atribuía ao primeiro-ministro. "Eu agora também estou, como …

EUA. Casos de covid-19 podem ter sido subestimados em 60%

O número de casos de covid-19 nos Estados Unidos (EUA) pode ter sido subestimado em até 60%, com as infeções relatadas a representarem "apenas uma fração do número total estimado". Esta é a conclusão de um …

Portugal com mais seis mortes e 2316 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais seis mortes e 2316 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2316 novos …

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …