Enfermeiros em “guerra civil” com acusações de “cunhas” e pagamentos ilegais

Tiago Petinga / Lusa

Ana Rita Cavaco, Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, na Comissão Parlamentar de Saúde

Trocam-se acusações na direcção da Ordem dos Enfermeiros com a Bastonária Ana Rita Cavaco a querer demitir a sua vice-presidente, Graça Machado, e esta e o director financeiro, José Lopes, a acusarem a primeira de irregularidades, nomeadamente com pagamentos de viagens fictícias.

Está instalado um verdadeiro “clima de guerra civil” dentro da Ordem dos Enfermeiros (OE), escreve o Diário de Notícias, sublinhando que a Bastonária instaurou processos disciplinares contra Graça Machado e José Lopes, vice-presidente e director financeiro da instituição, respectivamente.

Ana Rita Cavaco acusa Graça Machado de “acumulação ilegal de ordenados”, argumentando que, entre Fevereiro e Outubro de 2016, terá auferido, indevidamente, salários pagos pela Ordem e pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

O processo contra a vice-presidente da Ordem refere ainda “despesas sem justificação e uma ‘cunha'”, aponta o DN.

No caso de José Lopes, o director financeiro é acusado de ter alterado o sistema informático que controla as horas de trabalho na Ordem, em benefício próprio, de não ter pago o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) de vários imóveis da OE e de ter metido uma “cunha” para o filho.

Tiago Petinga / Lusa

Ana Rita Cavaco acusa Graça Machado de "acumulação ilegal de ordenados"

Ana Rita Cavaco acusa Graça Machado de “acumulação ilegal de ordenados”

São “acusações infundadas”, garante a advogada dos dois elementos acusados, Catarina Camões Flores, em declarações ao DN.

A defesa argumenta que Graça Machado recebeu de facto a dobrar, mas porque os ordenados da ARSLVT iam para uma conta que “não movimentava”. “Quando se apercebeu da situação, foi à ARSLVT e devolveu o dinheiro“, garante Catarina Camões Flores.

Já quanto a José Lopes, a advogada diz que “não desviou dinheiro”, rebatendo as alegações da Bastonária, e garantindo que, na questão do IMI, a direcção anterior decidiu que “as questões do património eram da competência do Bastonário”.

“Se a nova direcção entendia o contrário, teria que anular a deliberação e fazer outra que, por exemplo, atribuísse essa responsabilidade ao director financeiro e administrativo”, nota a advogada, frisando que isso “não sucedeu”.

No contra-ataque, Graça Machado e José Lopes denunciam, numa reportagem da TVI, exibida este domingo, a existência de práticas ilegais na OE, nomeadamente de “pagamentos de viagens fictícias aos membros do conselho directivo, além de casas, electrodomésticos e despesas de vestuário”.

Estes dois responsáveis também falam em “abusos e irregularidades na utilização dos cartões de débito, nas despesas de deslocação, alimentação e habitação dos membros do conselho directivo”.

ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

    • Lá diz o velho ditado;”Quem se mete com canalha,ou fica mijado ou borrado”!!!.Esta senhora,anda a empurrar os “Especialistas” para a guerra e fica na retaguarda!!!Abram bem esses olhos.Uma falta injustificada,pode transtornar uma vida de trabalho.E,pelo que parece,já são algumas.E,alem disso,o povo pode aperceber-se que vocês,afinal,como especialistas,não fazem falta nos hospitais públicos!!!

  1. Esta artista já tem um belo “cadastro”!…
    É dirigente do PSD e, consta que, por onde passa, não deixa um rasto muito transparente..
    É investigar bem as contas da OE e ver também onde é que essa sra andou a trabalhar como enfermeira…

  2. Não tenho nada a ver com as tricas entre enfermeiros. Mas esta fulana não me parece de fiar…desde que disse e desdisse que havia prática generalizada de eutanásia nos hospitais portugueses. Além de que se comporta mais como sindicalista do que como bastonária de uma ordem profissional.

  3. Ordem dos Enfermeiros ? Corrupção e apropriação das quotizações ?
    E as restantes Ordens ? Já alguém investigou quanto os associados pagam para aquelas Ordens sem ter qualquer retorno ? Associados à força, ou não exercem…
    As Ordens são instituições com um estatuto meio privado meio estatal (como convém) e que “gastam” internamente os proventos colectados.

  4. Isto é perfeitamente normal neste pais… Não percebo a admiração…

    A titulo de exemplo a SAD do Braga recebeu a titulo gratuito um vasto conjunto de terrenos publicas para a construção do seu centro de estágio que será certamente vedado ao publico em geral. Mas quem pagou os terrenos foi o Dinheiro Público.
    Quem está a construir as instalações é uma empresa cujo proprietário é o Vice Presidente do Braga que tem um vasto conjunto de negócios na área da construção civil com o Presidente do Braga (António Salvador).
    Assim como se garante imparcialidade??? Obras adjudicadas ao preço que mais convêm aos 2 “chefes” do Clube e no final não custa nada repartir por 2…
    Quem depois controla estas contas, a justeza dos números, etc…
    Só só outro exemplo de gestão de dinheiro pagos por um vasto conjunto de sócios que depois é gerido da forma que mais convém aos interesses das pessoas que gerem as entidades e não geridos de acordo com os interesses das próprias entidades…

  5. Tenho vergonha…Da alegria e da raiva desta dita enfermeira, Ana Rita Cavaco…Esta senhora deveria ser expulsa da Ordem dos enfermeiros. Não tem amor Aos doentes que dela poderiam necessitar…Ela não
    presta…como tem o rei , e a raiva pôs todos os que dela tem medo…em guerra.Estou de acordo com Maria Tomaz..Abram os Olhos de onde ela vem não algura nada de bom..

RESPONDER

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …