Maior grupo pró-armas dos EUA contra proibição de venda de armas de fogo

Jim Lo Scalzo / EPA

Dana Loesch, porta-voz da National Rifle Association

A National Rifle Association (NRA) garantiu, este domingo, que é contra “qualquer proibição” na venda de armas de fogo, uma declaração que se opõe à proposta do Presidente Trump em banir a venda de bump stocks.

A National Rifle Association (NRA) opôs-se à proposta de Donald Trump e garantiu, este domingo, que é contra “qualquer proibição” na venda de armas de fogo.

Depois de Trump ter proposto a proibição de venda de bump stocks – engenhos que transformam armas semiautomáticas em automáticas -, na sequência do tiroteio no liceu Marjory Stoneman Douglas, na Florida, a NRA surge agora com vontade de abrir uma potencial frente de guerra com o Presidente norte-americano.

Dana Loesch, porta-voz da poderosa organização de lóbi pró-armas dos EUA, defendeu que massacres como o que teve lugar na Florida, no dia 14 de fevereiro, não são da responsabilidade da NRA, apontando assim o dedo às forças de segurança locais que cometem erros e à falta de ação política.

Segundo o Expresso, a reação de Loesch surgiu depois de a comunicação social ter noticiado que o vice-xerife do condado de Broward, que estava à entrada do liceu na hora do ataque, nada fez para travar o atirador, Nikolas Cruz.

Em resposta ao tiroteio em Parkland, o Presidente dos EUA propôs aumentar a idade mínima para se poder comprar certos tipos de armas de assalto, e também melhorar os mecanismos de avaliação prévia de potenciais compradores de armas.

Há quem esteja contra estas medidas sob o argumento de que vão contra a 2ª emenda da Constituição, uma alínea do documento fundamental da nação que garante o direito dos cidadãos a serem proprietários de armas de fogo.

Milhares de alunos têm vindo a manifestar-se e a responsabilizar a falta de vontade política em alterar a legislação sobre o controlo de armas. Várias empresas têm, inclusivamente, posto fim a parcerias e acordos com a NRA, entre elas as companhias aéreas norte-americanas Delta e United Airlines.

Também nas redes sociais a polémica é eminente, com milhares de utilizadores a partilharem as hashtags #BoycottNRA e #StopNRAmazon no Twitter, pelo o facto de a Amazon continuar a permitir que a organização de armas transmita programas em streaming nos seus canais e plataformas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Grécia vai fechar os três maiores campos de refugiados nas ilhas do Mar Egeu

A Grécia anunciou, esta quarta-feira, que os três maiores campos de migrantes nas ilhas de Lesbos, Samos e Quios, no Mar Egeu, serão fechados e substituídos por estruturas fechadas que triplicarão a sua capacidade. "Descongestionar as …

Preços dos passes da Área Metropolitana do Porto devem manter-se em 2020

A Área Metropolitana do Porto (AMP) revelou esta quarta-feira que pretende manter inalterados os preços das assinaturas mensais Andante, em 2020, apesar da Taxa de Atualização Tarifária (TAT) de 0,38%. Em resposta à Lusa, aquela entidade …

Diplomata suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico detido

A PSP conseguiu deter, esta quarta-feira, o diplomata guineense suspeito de ter atacado o companheiro da ex-namorada com ácido sulfúrico. Depois do incidente, em Sintra, as autoridades não tinham conseguido prender por causa do seu …

TAP baptiza avião em homenagem a Raul Solnado

Raul Solnado, um dos maiores nomes do humor português, vai dar nome, a partir desta quinta-feira, a um avião da TAP. A homenagem acontece no Dia Mundial da Televisão. O batismo do "Avião Raul Solnado" acontecerá …

Fisco quer devolução de 3,5 milhões de euros por erro em declarações de IRS de 2015

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) identificou um erro na liquidação de declarações de IRS relativas a 2015, que implicou um novo apuramento do imposto em cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 …

Afeganistão declara derrota do Daesh no principal bastião no país

O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, anunciou esta terça-feira a derrota do grupo extremista Daesh na província de Nangarhar, no leste, considerado um dos principais bastiões do grupo 'jihadista' no país. "Quem poderia imaginar há um …

Parlamento vota Orçamento do Estado a 10 de janeiro

O Orçamento do Estado para 2020 será discutido na generalidade em 9 e 10 de janeiro, na Assembleia da República, com votação final global marcada para 7 de fevereiro. Segundo o jornal Público, as duas primeiras …

Legionella. Fase de instrução do surto de Vila Franca de Xira começa hoje

O início desta fase facultativa, em que o Tribunal de Instrução Criminal de Loures vai decidir se o processo segue e em que termos para julgamento, está agendado para as 09h30 e decorrerá à porta …

Um dos mais influentes empresários de Malta foi detido no caso da morte de jornalista

Foi detido no seu iate o magnata Yorgen Fenech, um relevante empresário de Malta, no âmbito das investigações à morte da jornalista Daphne Caruana Galizia que estava a investigar pessoas influentes do país pelo alegado …

Presidente argentino diz que vai pagar dívida ao FMI, mas recusa mais ajustes fiscais

O Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, assegurou na terça-feira ao Fundo Monetário Internacional (FMI) que o país vai cumprir com os compromissos em matéria de dívida, mas rejeitou aplicar mais ajustes fiscais. "Desenvolvemos um plano …