Grupo alemão de extrema-direita tinha planos “assustadores” para atacar mesquitas

Filip Singer / EPA

Um grupo alemão de extrema-direita, em que 12 elementos foram detidos na semana passada, é suspeito de planear ataques em larga escala “assustadores e chocantes” contra muçulmanos, semelhantes aos realizados na Nova Zelândia no ano passado.

As autoridades disseram que as investigações dos 12 homens detidos na Alemanha na sexta-feira indicaram que planeavam grandes atentados em mesquitas. Os raides policiais de sexta-feira também levaram à apreensão de várias armas, incluindo machados, espadas, armas de fogo e granadas artesanais.

De acordo com a imprensa alemã, o grupo pretendia lançar ataques em massa a seis mesquitas, durante os períodos das orações. Segundo relatos da imprensa, citados pelo Diário de Notícias, o grupo planeava usar armas semiautomáticas para copiar os ataques de março passado em Christchurch, na Nova Zelândia, nos quais 51 pessoas foram mortas em duas mesquitas.

Segundo a emissora pública ARD, a polícia tinha um informador no grupo – um 13º membro. Citando fontes entre os investigadores, a ARD afirmou que o informador começou a fornecer à polícia informações detalhadas sobre o grupo em outubro, mas recentemente interrompeu o contacto. Temendo pela segurança da fonte e que um ataque pudesse ser iminente, os investigadores decidiram avançar com as detenções.

O alegado líder do grupo, conhecido das autoridades e cujas atividades estavam sob observação, pormenorizou os planos numa reunião organizada com os seus cúmplices na semana passada. Segundo o jornal alemão Bild, o líder era um homem de 53 anos, de Augsburg, nomeado pelos investigadores como Werner S.

Dos 12 homens presos na sexta-feira, acredita-se que quatro tenham fundado o grupo, enquanto outros oito prometeram apoiá-los com dinheiro e armas.

Entre os suspeitos, que são todos cidadãos alemães, está um polícia suspenso por causa de ligações à extrema-direita. O jornal Bild alegou tê-lo identificado como Thorsten W., um entusiasta da história medieval de 50 anos cujas publicações online incluíam fotos suas com uma espada e escudo e discursos em que descreve a Alemanha como uma “ditadura radical de esquerda”.

“É chocante o que foi revelado aqui: que há células que se radicalizaram num curto espaço de tempo. Os planos que tinham são assustadores“, disse o porta-voz do Ministério do Interior, Bjoern Gruenewaelder, em Berlim.

“É tarefa do Estado e, é claro, deste governo, proteger a prática livre de religião neste país, sem referência a qual religião está em causa”, disse Steffen Seibert, porta-voz da chanceler Angela Merkel. “Qualquer pessoa que pratique a sua religião na Alemanha dentro da nossa ordem legal, deve poder fazê-lo sem ser ameaçada”, acrescentou.

Em declarações ao jornal Sueddeutsche Zeitung, o ministro do Interior alemão Horst Seehofer anunciou planos para reforçar as verificações de segurança dos funcionários públicos e acrescentou que as últimas prisões foram “um grande sucesso”, mas alertou para a necessidade de “agir decisiva e incansavelmente em todos os níveis contra o que se está a formar na Alemanha”.

A organização islâmica germano-turca Ditib, que financia cerca de 900 mesquitas na Alemanha, pediu maior proteção aos muçulmanos no país. “Não podemos ficar calados diante do ódio e da violência, nem podemos relativizar o perigo vindo da direita”, disse a organização em comunicado, acrescentando que os muçulmanos “já não se sentem seguros” na Alemanha.

As autoridades alemãs voltaram a atenção para a extrema-direita do país desde o assassinato do político local conservador Walter Luebcke em junho. Num ataque de outubro a uma sinagoga no leste de Halle, um assaltante armado com armas caseiras matou duas pessoas aleatoriamente na rua e num restaurante turco.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente o mundo teima em não acabar com a intolerância,há muita xenofobia e racismo neste mundo, eu comprrendo bem o que Marega sofreu, ninguém merece ser humilhado e ultrajado.Aconteceu comigo um episódio na Alemanha a todos os níveis repugnante e lamentável,achei por bem contar o que se passou agora ,entre 2013 e 2015 quando estive a trablhar lá ,fui vítima de insultos xenófobos por parte de alemães e emigrantes turcos, que me chamavam porco,velho,homossexual(coisa que não sou, mas respeito quem é),estrangeiro de m…,até chegaram a citar Hitler com ataques miseráveis contra mim e um grupo de amigos espanhóis que fiz lá, as provocações e insultos eram constantes,”Was hat Hitlergesagt?”, “O que disse Hitler?”,”Der auslander raus…”,”os estrangeiros fora…”,ou vamos cortar-te ao meio…,ou temos aqui u porco ,”wir haben hier ein schwein, ISTO É VERDADE E LAMENTAVELMENTE ACONTECEU!!Agora digam-me Europa justa?Fraterna?Igualdade de direitos?Onde?A XENOFOBIA DEVIA SER CRIME EM TODO O LADO TAL COMO O RACISMO!Aquilo que aconteceu deixou-me perturbado quando cheguei a Portugal,a tomar antidepressivos até há bem pouco tempo , durante 4 anos, felizmente a minha vida está agora melhor, mas tinha de deitar para fora o sucedido, UMA VERGONHA !

RESPONDER

Arqueólogos descobrem esqueleto que acreditam pertencer a guerreiro anglo-saxão

Uma equipa de arqueólogos desenterrou um esqueleto que parece ter pertencido a um guerreiro anglo-saxão. Os especialistas dizem que a descoberta lança uma nova luz sobre a ascensão e queda das tribos locais. O esqueleto foi …

Ana Rita Cavaco ataca plano de inverno (e duvida que Marcelo "tenha ficado mais sossegado")

Ana Rita Cavaco reuniu-se com Marcelo Rebelo de Sousa, mas duvida que o Presidente tenha ficado mais tranquilo após ter ouvido os representantes do setor da Saúde, no Palácio de Belém. Ana Rita Cavaco, presidente da …

Nuno Mendes, "hábil como Ronaldinho"

  Portal conceituado destaca o jovem lateral do Sporting e cita Cristiano Ronaldo... várias vezes. Gigantes europeus atentos à evolução do jogador. Nuno Mendes é o foco de um artigo do portal Goal, embora Ronaldo (e Ronaldinho) …

Irão e Rússia estarão a tentar interferir nas presidenciais dos EUA

O diretor nacional dos serviços de informação dos Estados Unidos disse na quarta-feira que Irão e Rússia obtiveram informações dos eleitores norte-americanos e que estão a tentar interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro. "Queremos …

Cientistas revertem a doença de Parkinson em ratos

Uma equipa de cientistas conseguiu reverter totalmente a doença de Parkinson em ratos. Os animais deixaram de apresentar sintomas e recuperaram neurónios. A doença de Parkinson resulta da redução dos níveis de uma substância que funciona …

Entrevista a Carlos Cueva, autor de estudo inédito sobre os jogos à porta fechada

Carlos Cueva, 34 anos e professor na Universidade de Alicante há seis anos. Estudou em Inglaterra, onde completou um doutoramento em Economia. O ensino e a investigação ocupam o seu tempo. É especialista em investigação …

Ministro da Saúde do Brasil infetado com covid-19

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde brasileiro, está infetado. Também esta quarta-feira, o governante foi admoestado por Jair Bolsonaro, que negou haver intenção do Brasil comprar 46 milhões de doses de vacina chinesa. O ministro da Saúde …

PSD vai votar contra o OE2021. PS acusa Rio de abandonar defesa do "interesse nacional"

O secretário-geral adjunto socialista disse esta quarta-feira que não surpreende o voto contra do PSD à proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), considerando, no entanto, que Rui Rio “deixou cair” o valor do …

As vacas preferem interagir cara a cara com as pessoas. Ficam mais relaxadas

Um novo estudo descobriu que as vacas preferem interagir com os seres humanos cara a cara e que ficam os animais ficam mais relaxados com este tipo de interação do que quando ouvem uma voz …

Marcelo promulga diploma que reduz debates europeus para dois por semestre

O Presidente da República promulgou o diploma aprovado por PS e PSD que reduz os debates europeus no parlamento para dois por semestre, depois de ter vetado uma primeira versão que previa apenas um por …