Grupo alemão de extrema-direita tinha planos “assustadores” para atacar mesquitas

Filip Singer / EPA

Um grupo alemão de extrema-direita, em que 12 elementos foram detidos na semana passada, é suspeito de planear ataques em larga escala “assustadores e chocantes” contra muçulmanos, semelhantes aos realizados na Nova Zelândia no ano passado.

As autoridades disseram que as investigações dos 12 homens detidos na Alemanha na sexta-feira indicaram que planeavam grandes atentados em mesquitas. Os raides policiais de sexta-feira também levaram à apreensão de várias armas, incluindo machados, espadas, armas de fogo e granadas artesanais.

De acordo com a imprensa alemã, o grupo pretendia lançar ataques em massa a seis mesquitas, durante os períodos das orações. Segundo relatos da imprensa, citados pelo Diário de Notícias, o grupo planeava usar armas semiautomáticas para copiar os ataques de março passado em Christchurch, na Nova Zelândia, nos quais 51 pessoas foram mortas em duas mesquitas.

Segundo a emissora pública ARD, a polícia tinha um informador no grupo – um 13º membro. Citando fontes entre os investigadores, a ARD afirmou que o informador começou a fornecer à polícia informações detalhadas sobre o grupo em outubro, mas recentemente interrompeu o contacto. Temendo pela segurança da fonte e que um ataque pudesse ser iminente, os investigadores decidiram avançar com as detenções.

O alegado líder do grupo, conhecido das autoridades e cujas atividades estavam sob observação, pormenorizou os planos numa reunião organizada com os seus cúmplices na semana passada. Segundo o jornal alemão Bild, o líder era um homem de 53 anos, de Augsburg, nomeado pelos investigadores como Werner S.

Dos 12 homens presos na sexta-feira, acredita-se que quatro tenham fundado o grupo, enquanto outros oito prometeram apoiá-los com dinheiro e armas.

Entre os suspeitos, que são todos cidadãos alemães, está um polícia suspenso por causa de ligações à extrema-direita. O jornal Bild alegou tê-lo identificado como Thorsten W., um entusiasta da história medieval de 50 anos cujas publicações online incluíam fotos suas com uma espada e escudo e discursos em que descreve a Alemanha como uma “ditadura radical de esquerda”.

“É chocante o que foi revelado aqui: que há células que se radicalizaram num curto espaço de tempo. Os planos que tinham são assustadores“, disse o porta-voz do Ministério do Interior, Bjoern Gruenewaelder, em Berlim.

“É tarefa do Estado e, é claro, deste governo, proteger a prática livre de religião neste país, sem referência a qual religião está em causa”, disse Steffen Seibert, porta-voz da chanceler Angela Merkel. “Qualquer pessoa que pratique a sua religião na Alemanha dentro da nossa ordem legal, deve poder fazê-lo sem ser ameaçada”, acrescentou.

Em declarações ao jornal Sueddeutsche Zeitung, o ministro do Interior alemão Horst Seehofer anunciou planos para reforçar as verificações de segurança dos funcionários públicos e acrescentou que as últimas prisões foram “um grande sucesso”, mas alertou para a necessidade de “agir decisiva e incansavelmente em todos os níveis contra o que se está a formar na Alemanha”.

A organização islâmica germano-turca Ditib, que financia cerca de 900 mesquitas na Alemanha, pediu maior proteção aos muçulmanos no país. “Não podemos ficar calados diante do ódio e da violência, nem podemos relativizar o perigo vindo da direita”, disse a organização em comunicado, acrescentando que os muçulmanos “já não se sentem seguros” na Alemanha.

As autoridades alemãs voltaram a atenção para a extrema-direita do país desde o assassinato do político local conservador Walter Luebcke em junho. Num ataque de outubro a uma sinagoga no leste de Halle, um assaltante armado com armas caseiras matou duas pessoas aleatoriamente na rua e num restaurante turco.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Infelizmente o mundo teima em não acabar com a intolerância,há muita xenofobia e racismo neste mundo, eu comprrendo bem o que Marega sofreu, ninguém merece ser humilhado e ultrajado.Aconteceu comigo um episódio na Alemanha a todos os níveis repugnante e lamentável,achei por bem contar o que se passou agora ,entre 2013 e 2015 quando estive a trablhar lá ,fui vítima de insultos xenófobos por parte de alemães e emigrantes turcos, que me chamavam porco,velho,homossexual(coisa que não sou, mas respeito quem é),estrangeiro de m…,até chegaram a citar Hitler com ataques miseráveis contra mim e um grupo de amigos espanhóis que fiz lá, as provocações e insultos eram constantes,”Was hat Hitlergesagt?”, “O que disse Hitler?”,”Der auslander raus…”,”os estrangeiros fora…”,ou vamos cortar-te ao meio…,ou temos aqui u porco ,”wir haben hier ein schwein, ISTO É VERDADE E LAMENTAVELMENTE ACONTECEU!!Agora digam-me Europa justa?Fraterna?Igualdade de direitos?Onde?A XENOFOBIA DEVIA SER CRIME EM TODO O LADO TAL COMO O RACISMO!Aquilo que aconteceu deixou-me perturbado quando cheguei a Portugal,a tomar antidepressivos até há bem pouco tempo , durante 4 anos, felizmente a minha vida está agora melhor, mas tinha de deitar para fora o sucedido, UMA VERGONHA !

RESPONDER

Obama critica de Trump. "Cada um de nós deve exigir mais dos nossos líderes"

O ex-Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou esta terça-feira que o seu sucessor, Donald Trump, ignorou os avisos sobre os riscos de uma pandemia do novo coronavírus, e recordou o mesmo comportamento quanto às alterações climáticas, …

Covid-19. Hotel cinco estrelas na Austrália vai acolher sem-abrigo

A Austrália vai levar a cabo um projeto piloto que visa retirar das ruas alguns sem-abrigo e transferi-los para hotéis de luxo, protegendo-os assim do novo coronavírus oriundo da China (Covid-19).  O projeto, Hotels With Heart, …

Red Bull equacionou infeção voluntária dos seus pilotos

Um responsável da Red Bull admitiu que propôs aos pilotos da marca austríaca, que participa no Mundial de Fórmula 1, uma estratégia de infeção voluntária de covid-19, visando ficarem imunes no início da temporada. Helmut Marko …

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …

Portugal tem há cinco dias os mesmos 43 recuperados. DGS e especialistas explicam porquê

Portugal regista, desde o passado dia 27 de abril, os mesmos 43 recuperados da Covid-19, segundo os boletins epidemiológicos diários da Direção-Geral da Saúde. Questionado pela agência Lusa sobre a estagnação no número de altas hospitalares …

Morreu o coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril

A Câmara Municipal de Estremoz, no distrito de Évora, prestou esta terça-feira homenagem ao coronel Andrade de Moura, um dos capitães de Abril de 1974, que morreu no passado dia 23 de março aos 86 …

À boleia da pandemia, Parlamento da Hungria reforça poderes de Viktor Orbán

O Parlamento húngaro aprovou, esta segunda-feira, uma série de medidas para fazer face à pandemia de covid-19, entre as quais um projeto de lei que permite o estado de emergência por tempo indeterminado. De acordo com …