Greta Thunberg vence prémio Gulbenkian para a Humanidade

Rodrigo Antunes / Lusa

Greta Thunberg em Lisboa

A ativista sueca venceu, esta segunda-feira, a primeira edição do prémio Gulbenkian para a Humanidade, no valor de um milhão de euros, que vão ser aplicados no combate às alterações climáticas.

Numa mensagem áudio dirigida à cerimónia de apresentação do prémio, o presidente do júri e ex-Presidente da República, Jorge Sampaio, salientou que Greta Thunberg “conseguiu mobilizar as gerações mais novas para a causa do clima”.

Através da fundação com o seu nome, Greta Thunberg vai aplicar o dinheiro do prémio – um milhão de euros – em ações de combate às alterações climáticas, começando pela campanha SOS Amazonia, dedicado a ajudar as populações da Amazónia a enfrentarem a pandemia da covid-19, com 100 mil euros.

Outros 100 mil euros vão ser encaminhados para a Stop Ecocide Foundation, que pretende criar a figura criminal do “ecocídio” no caso de atentados em massa contra o meio ambiente e a natureza.

De acordo com o jornal Público, a ativista sueca deverá vir a Lisboa receber o prémio desta primeira edição do concurso, que teve as alterações climáticas como estreia e que recebeu 136 candidaturas.

“O Prémio Gulbenkian para a Humanidade distingue percursos inovadores com elevado potencial para auxiliar processos de mitigação das e/ou adaptação às alterações climáticas, uma das maiores ameaças do século, com consequências devastadoras no bem-estar das gerações atuais e futuras, na economia e nos ecossistemas naturais”, lê-se no anúncio da distinção, citada pelo diário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Prémio Humanidade! Humanidade????
    Grande júri! Grande???
    Sampaio como presidente do grande júri! Qual o currículo do Sampaio em questões de defesa do ambiente???
    Este provavelmente será um dos prémio mais pacóvios de que tenho acontecimento. Um conjunto de pacóvios a dar um prémio a uma pacóvia, mas com muita vaidade à mistura. Afinal, não é todos os dias que o auto-intitulado GRANDE júri atribui um prémio à HUMANIDADE.
    O que vale às pessoas (às pessoas reais, não ao conceito abstracto de “humanidade”) é que há algumas delas que todos os dias, e desde há muito tempo, se preocupam com o ambiente, numa atitude positiva (em vez de se queixarem que lhe arruinaram a infância) e pró-activa (estudando, trabalhando e encontrando soluções em prol de um melhor ambiente, em vez de faltarem às aulas ou ficarem sentadas à espera que outros encontrem soluções).
    Essas pessoas podem não enfiar as pernas na água para tirar fotografias para aparecer na capa da Time, podem não ser convidadas pelas Nações Unidas, podem não ganhar o prémio HUMANIDADE atribuído pelo GRANDE júri, mas certamente fazem (e fizeram) muito pelo ambiente, mesmo quando a defesa do ambiente se transformou num dos maiores folclores de que há memória. Oxalá essas pessoas não se cansem, pois parece que o GRANDE júri se cansou de as procurar e de as apoiar.

    • Chiça, ó homem beba lá mais uma cachaça ou um bagaço e vá ligar ao seu colega do chega, não venha para aqui fazer essa figurinha!

    • O Jorge Sampaio pode não ter currículo relevante mas o mesmo não se pode dizer do Miguel Bastos Araújo que presidiu ao Comité de Especialistas. RC, tiveste tempo para te candidatares ao prémio, já que as candidaturas começaram em janeiro. É que, na vida real, ninguém vai à procura de ninguém a não ser quando precisam de ajuda, certo?

      • Miguel Bastos Araújo? Tem a certeza do que está a dizer?
        Há pessoas que são famosas porque aparecem e que aparecem porque são famosas…
        E depois há aquelas pessoas que fazem coisas, e que às vezes não são famosas nem aparecem, talvez porque estejam demasiadamente ocupadas a fazer coisas…
        Mas enfim, e rapariga das tranças deve concordar comigo, até porque já disse que irá doar a totalidade do prémio a quem está de facto a fazer coisas (oxalá seja verdade, pois estes casos são RARÍSSIMAS). A ser verdade, a rapariga das tranças fará o que o grande júri não foi capaz de fazer, mesmo sendo grande e tendo um prémio para a humanidade.

  2. Que bom que esta bela fundação Portuguesa está a contribuir para um mundo melhor com este prémio que apoia projetos de desenvolvimento humano e ecológico. Não há planeta B!

    • Não há, mas deveria haver uma solução “b” e “c”, não é uma miúda rica e de uma família de activistas profissionais e sem qu7alquer formação na área, quem mo vem dizer! É preciso viver num mundo de estúpidos para se dar tanta atenção a uma catraia, quando milhares de cientistas já chamam a atenção para os problemas ambientais desde a década de 60! Vivemos num mundo de ignorantes, estupidificado e com vaidade nisso. Para um problema destes não um cérebro “b”!

  3. Talvez o dito “prémio” devesse ter sido atribuído aos Sponsors e não a Instrumentalizada. Mas compreende-se que após a historia do Prémio Nobel, a garota ficasse frustrada e em casa tornando-se insuportável, tinha-se que se encontrar uma solução. Todos sabemos como acalmar birras, as crianças acalmam-se quando se lhe dá um rebuçado !

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …