Grécia põe zepelim a vigiar barcos vindos da Turquia para controlar migrações

A Grécia vai vigiar, a partir desta terça-feira, a sua fronteira marítima com um zepelim, que sobrevoará a ilha de Samos para detetar migrantes que tentem chegar a território da União Europeia a partir da Turquia.

Segundo noticiou o Expresso, citando a agência Lusa, a medida constitui um projeto piloto realizado em conjunto com a Agência Europeia de Fronteiras (Frontex) e visa fortalecer a proteção das fronteiras externas da União Europeia (UE). O projeto prevê que o zepelim percorra toda a zona, durante 28 dias seguidos e 24 horas por dia.

“O zepelim observará uma grande área, o que permitirá descobrir navios que tentem chegar à Grécia a partir da Turquia e informar as autoridades turcas”, explicou o ministro grego da Migração, Yorgos Kumutsakos, em comunicado à televisão privada grega ANT1.

Segundo o ministro, “tudo será feito de acordo com o direito internacional”, mas algumas organizações não governamentais (ONG) acusam os guardas costeiros da Grécia e da Turquia de bloquearem a passagem a alguns navios que já teriam chegado a águas europeias, detendo os migrantes e devolvendo-os à Turquia.

Uma das últimas denúncias foi feita pela Aegean Boat Report, que, há uma semana, publicou um vídeo no qual alegadamente se vê guardas costeiros dos dois países a entregar um grupo de migrantes às autoridades turcas.

Esta é a primeira vez que um Estado-membro da UE usa um zepelim para este fim, embora a medida não seja novidade na Grécia, já que este país usou o método durante os Jogos Olímpicos de 2004 para vigiar Atenas.

Um zepelim é uma aeronave que usa gás de menor densidade do que a atmosfera para se manter suspensa no ar. Foi usado sobretudo entre 1900 e 1930, tendo depois perdido popularidade devido a vários acidentes e ao desenvolvimento dos aviões.

A nave, de 35 metros de comprimento, dispõe de um radar, uma câmara de infravermelhos e um sistema de identificação automática – mecanismo que informa sobre a posição dos barcos para evitar colisões – e pode afastar-se um quilómetro da base.

O novo Governo grego, liderado pelo conservador Kyriakos Mitsotakis, já tinha anunciado, na sua chegada ao poder em início de julho, mudanças nas políticas de migração, incluindo a aceleração dos exames para dar asilo e os retornos à Turquia.

Com esta política, espera “descongestionar” as cinco ilhas do mar Egeu – Lesbos, Samos, Chios, Leros e Kos –, onde atualmente vivem mais de 16 mil requerentes de asilo, embora a capacidade dos campos onde residem seja de apenas seis mil pessoas.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Grécia está agindo de acordo em benefício de seu país. Parabéns a todos países que assim agirem, em pró da Ordem e da Paz!

RESPONDER

Guterres presta juramento na ONU e estabelece "prioridade mundial absoluta"

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, prestou juramento e tomou posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, Estados Unidos. António Guterres …

Suécia 1-0 Eslováquia | Isak carrega nórdicos às costas

A Suécia deu hoje um passo de ‘gigante’ rumo aos oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Eslováquia por 1-0, em encontro da segunda jornada do Grupo E, disputado em São Petersburgo. Depois …

Ex-CEO da Groundforce admite hipótese de comprar a empresa

O ex-CEO da Groundforce, afastado do cargo em abril por "violação grave dos deveres de lealdade", não exclui a hipótese de vir a comprar a empresa de handling. Em declarações ao jornal online ECO, Paulo Neto …

Viatura onde seguia Eduardo Cabrita atropela uma pessoa na A6

Esta sexta-feira, um homem morreu após ter sido atropelado pelo automóvel em que seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, num acidente na autoestrada A6. Numa nota enviada às redações, o Ministério da Administração Interna …

Portugal com mais 1.298 casos e quatro mortes

Esta sexta-feira, Portugal registou 1.298 novos casos e quatro mortes na sequência da infeção por covid-19. Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), foram registados, nas últimas 24 horas, mais 1.298 casos e …

Parlamento aprova prorrogação das moratórias bancárias até final do ano

O alargamento aplica-se aos "particulares e para as empresas que desenvolvem a sua atividade em setores especialmente afetados pela pandemia de covid-19". O Parlamento aprovou, esta sexta-feira ,a prorrogação e alargamento das moratórias bancárias, que terminavam …

Tribunal belga obriga AstraZeneca a entregar 50 mihões de doses de vacina à UE

A AstraZeneca vai ter que entregar 50 milhões de doses da vacina para a covid-19 à União Europeia. A entrega deve ser efetuada até 27 de setembro. A justiça belga ordenou, esta sexta-feira, à farmacêutica …

"Dois terços dos problemas estão na Área Metropolitana de Lisboa", justifica Costa

O primeiro-ministro, António Costa, justificou esta sexta-feira a necessidade de tomar medidas localizadas em Lisboa para evitar que o agravamento da situação epidemiológica se alastre.  Em Bruges, na Bélgica, à margem da sessão de encerramento do …

CDS critica “enorme infelicidade” do Presidente e "comunicação desastrosa" do Governo

O CDS-PP criticou hoje as declarações do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, quando disse que no que depender dele não haverá "volta atrás" no desconfinamento, considerando-as de “uma enorme infelicidade”, lamentando também a …

Astronautas entraram pela primeira vez na nova estação espacial chinesa

Três astronautas chineses começaram, esta sexta-feira, a fazer da nova estação espacial da China o seu lar, um dia depois de ali terem chegado, num lançamento bem-sucedido, que marcou um novo avanço no ambicioso programa …