Depois de 300 anos, a Grande Mancha Vermelha de Júpiter está a diminuir

Jason Major / MSSS / SwRI / JPL-Caltech / NASA

A Grande Mancha Vermelha de Júpiter, uma tempestade maior que a Terra e suficientemente poderosa para destruir pequenas tempestades que são atraídas para ela, é uma das características mais reconhecíveis da atmosfera de Júpiter.

A tempestade, um anticiclone, possui velocidades de vento de até 500 quilómetros por hora. Esta característica proeminente, observada desde 1830, e possivelmente já existia em 1660, tem sido fonte de grande fascínio e estudo científico.

Muito sobre a Grande Mancha Vermelha ainda é desconhecido, incluindo exatamente quando e como se formou, o que lhe dá uma cor vermelha marcante e porque persistiu durante muito mais tempo que outras tempestades observadas na atmosfera de Júpiter.

No entanto, os astrónomos pensam que a sua posição em latitude, consistentemente observada a 22 graus ao sul do equador de Júpiter, está ligada às proeminentes faixas de nuvens na atmosfera de Júpiter. Estudar atmosferas de todos os tipos aprofunda a compreensão sobre como elas se formam e funcionam.

Ao contrário de Júpiter, a Terra tem massas de terra que causam grandes tempestades a perder energia devido ao atrito com uma superfície sólida. Sem este recurso, as tempestades de Júpiter são mais duradouras.

Os investigadores não entendem muito bem porque é que a mancha ainda vive, mas sabe- se que as tempestades de Júpiter, localizadas em faixas de nuvens com o mesmo sentido de rotação, tendem a ser mais duradouras. Estas bandas alternadas coloridas, chamadas de cintos (escuras) e zonas (claras), são paralelas ao equador de Júpiter.

Os pesquisadores não têm certeza o que causa a coloração das bandas e zonas, mas as diferenças na sua composição química, temperatura e transparência da atmosfera à luz têm sido sugeridas como fatores contribuintes.

Estas bandas também são contra-rotativas, o que significa que se movem em direções opostas em relação aos seus vizinhos. Os limites entre as faixas e zonas são marcados por fortes ventos chamados jatos zonais. A Grande Mancha Vermelha é confinada por um jato a leste para o norte e um jato para o oeste ao sul, confinando a tempestade a uma latitude constante.

No entanto, a Grande Mancha Vermelha sofreu mudanças consideráveis ​​na longitude ao longo do tempo, e evidências recentes sugerem que a taxa de movimento longitudinal para o oeste está a aumentar.

Como a Grande Mancha Vermelha, as faixas sofreram poucas mudanças de latitude ao longo do tempo em que foram observadas. Os cientistas não entendem completamente a estrutura de bandas, mas há evidências que sugerem que as zonas de cores claras são regiões de material em ascensão e os cinturões escuros são regiões de material que se afundam na atmosfera.

Na Terra, há uma fronteira bem definida entre a atmosfera e a superfície do planeta, que é amplamente coberta por água líquida. No entanto, não existem grandes oceanos de água conhecidos sob as nuvens de Júpiter. Com base no que os investigadores sabem, a atmosfera passa suavemente para um interior de hidrogénio líquido dentro do planeta.

Pode haver um núcleo sólido em Júpiter, mas é mais provável que seja enterrado bem fundo sob uma espessa camada de hidrogénio líquido metálico, uma forma de hidrogénio que age como um condutor elétrico.

Uma análise de dados históricos e obtidos recentemente sobre a Grande Mancha Vermelha mostrou que ela está a diminuir e a tornar-se mais redonda e mais alta e sua cor também variou com o tempo. Contudo, a NASA continua sem saber a razão.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma prova de alterações climáticas noutro planeta do nosso sistema solar. Aliás, se observarem com o vosso telescópio (se for potente) verão que a grande mancha está a mudar de cor há muito tempo! (mais fácil, olhem para as fotos publicadas pelo ZAP abaixo desta notícia)
    TODOS os planetas estão a mudar. Não é só a Terra.
    As alterações climáticas por que estamos a passar são muito mais profundas do que aquilo que nos querem fazer crer, abrangem TODO o nosso sistema solar, não querendo tirar a importância de que o Homem precisa de mudar os seus hábitos e comportamentos para com o nosso lindo Planeta.
    É interplanetário, causas não antropogénicas, e isso muda toda a propaganda com que nos alimentam todos os dias…

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …