Governo admite não ter comboios para reforçar oferta (e apela ao uso de máscara)

José Coelho / Lusa

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, admitiu, esta segunda-feira, “dificuldades” no acesso aos meios de transporte público nestes primeiros dias após o fim do estado de emergência e apelou ao uso de máscaras.

O ministro das Infraestruturas apelou ao uso de máscara, obrigatória nos transportes públicos a partir desta segunda-feira, reconhecendo que, nalguns casos, é muito difícil cumprir a lotação definida para este período de desconfinamento por causa da covid-19.

“É fundamental para proteger-nos a nós e aos outros. É fundamental que todos as usem [máscaras] e temos de ser todos responsáveis para connosco e com os outros”, disse Pedro Nuno Santos, que falava à saída de uma visita à Central de Segurança da Infraestruturas de Portugal, em Santa Apolónia, Lisboa.

O ministro referiu que, nalguns comboios das áreas metropolitanas do Porto e Lisboa, o controlo da lotação “é muito difícil”, justificando a dificuldade em “meter mais comboios, porque a capacidade da infraestrutura nas horas de ponta está cheia”.

“Nos comboios suburbanos o controlo da lotação é mais difícil, ela tem de ser cumprida, mas é difícil. Há uma dimensão de responsabilidade individual que queremos que as pessoas incorporem e percebam que depende de si também garantir que o comboio não está sobrelotado, que não entram num comboio já muito cheio e que usam sempre a máscara, não só dentro do comboio, mas dentro da estação também”, disse.

O governante explicou que esta segunda-feira, o primeiro dia do plano definido pelo Governo para reabertura progressiva dos serviços e comércio, na “pequena amostra” que viu na central de segurança, que tem ligação a cerca de 3.000 câmaras de segurança instaladas em estações de comboios de todo o país, “ainda não há enchentes e os comboios estão com uma boa lotação” para permitir a distância de segurança recomendada pelas autoridades.

Foi reposta a 100% toda a oferta e colocámos sinalização em todas as estações. Pudemos constatar que não temos ainda grandes enchentes aos comboios, que estão com uma boa lotação, o que permite o distanciamento, e a esmagadora maioria [das pessoas] está a usar máscara”, explicou.

Pedro Nuno Santos disse também que as forças segurança estão em várias estações para alertar e recomendar o uso de máscara e acrescentou que “nos próximos dias a pressão sobre os transportes públicos, e os comboios em particular, pode aumentar e as forças segurança farão cumprir a lei”, lembrando que “a não utilização de máscaras implica uma coima elevada”.

O ministro reconheceu que há dificuldades em reforçar a oferta de comboios nalgumas linhas, dando como exemplo as de Sintra e de Cascais, explicado: “São linhas muito frequentadas em tempos normais e com lotações muito elevadas. É muito difícil conseguirmos meter mais comboios, não só porque não os temos, mas porque a capacidade da infraestrutura não consegue, pois o canal nas horas de ponta está cheio”. “Vamos ter de lidar com esta dificuldade”, acrescentou.

Apelou, por isso, à responsabilidade de cada utilizador para evitar entrar em comboios já cheios, ajudando a cumprir a lotação máxima de dois terços definida pelas autoridades para o período de reabertura condicionada de parte do comércio e serviços públicos que hoje começou, com algumas regras novas como o uso de máscaras obrigatório nalgumas situações.

A legislação aprovada pelo Governo prevê coimas entre 120 e 350 euros para quem não respeitar o uso de máscaras nos transportes públicos.

As máscaras ou viseiras também passam a ser obrigatórias nos serviços de atendimento ao público e nos estabelecimentos comerciais.

 

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Espero que com o uso de máscara se torne proibido fumar na estação. E que mantenham a proibição no “pós-corona”, tal como já acontece em muitos países da Europa.

  2. Hoje, o ministro estava sem máscara numa estação. O primeiro nunca usa máscara e foi ao mercado com uma luvinha com a qual mexia nos produtos e coçava o nariz. Enfim…

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …