Governo insiste em que não há novos cortes

portugal.gov.pt

Ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque

Ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque

Governo e maioria rejeitaram esta sexta-feira as críticas da oposição ao Documento de Estratégia Orçamental (DEO), com a ministra das Finanças a reiterar que não há novos cortes nas pensões e salários.

“Por muito que repitam que há novos cortes nos salários esses cortes não se tornam verdade. Não há novos cortes“, assegurou a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, durante o debate de atualidade sobre o DEO requerido pelo PCP.

Recordando que mais de 85% por cento dos pensionistas não foram afetados por qualquer corte durante o período de ajustamento, Maria Luís Albuquerque disse também que a aplicação da nova tabela remuneratória única da função pública será um “processo que será feito gradualmente para garantir que não haja perda de rendimento”.

Apoio da maioria

Antes, o líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro tinha já vindo em defesa do Governo, lamentando que ninguém tenha ainda sido capaz de felicitar o executivo por o país estar a 15 dias do encerramento do programa de ajustamento “com a saída mais favorável que podíamos antecipar”.

Na primeira intervenção do PSD no debate, o líder parlamentar social-democrata tentou ainda desvalorizar o aumento anunciado pelo Governo para o IVA e a TSU [Taxa Social Única], sublinhando que o aumento de 0,25 do IVA (de 23 para 23,25%) corresponde a 12,5 euros por cada 5 mil euros, enquanto na TSU o aumento de 11 para 11,2% corresponde a 10 euros por cada 5 mil.

“Estamos a falar de uma solução de futuro”, corroborou a deputada do CDS-PP Cecília Meireles, insistindo que o DEO não propõe novos cortes de rendimentos e que a receita do aumento do IVA e da TSU ficará “integralmente e exclusivamente afeta à Segurança Social”.

“O Governo não tem palavra”

Perante as intervenções do Governo e da maioria, a oposição repetiu os argumentos que já tinha utilizado no início do debate, com o deputado do PS Pedro Marques a acusar o executivo de maioria PSD/CDS-PP de “sacrificar tudo em nome da confiança dos mercados”.

“O que o DEO confirma é que a política de agressão vai manter-se até 2018”, acrescentou o líder da bancada comunista, João Oliveira, insistindo que o Governo está a impor “nova perda de poder de compra” e a “propor um futuro ainda pior do que o presente”.

Pelo BE, o líder parlamentar, Pedro Filipe Soares recusou igualmente que as medidas propostas no DEO representem uma reposição de rendimentos e lamentou a falta de palavra do Governo.

“O Governo não tem palavra, mas seria de esperar que pelo menos tivesse 15 dias de memória”, disse, numa referência a declarações do primeiro-ministro há duas semanas, quando disse que as medidas que estavam a ser preparadas não incidiam em matéria de impostos, salários e pensões.

“O Governo não consegue pôr-se na pele dos portugueses, os portugueses vão continuar a sentir dificuldades, o Governo só está a regularizar as contas à custa dos portugueses”, acrescentou a deputada do Partido Ecologista Os Verdes Heloísa Apolónia.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novo relatório aponta possível causa para número anormal de doenças causadas pelo vaping

Um novo relatório vem confirmar que o acetato de vitamina E encontrado em muitos produtos utilizados pelos vapers pode ser o responsável pelos problemas de saúde. O ano de 2019 ficou marcado por várias doenças e …

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …