Governo húngaro lança campanha “Vamos parar Bruxelas”

EPP / Flickr

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban

Os húngaros estão a partir de hoje convidados a contribuir com propostas para travar as políticas europeias que, segundo o governo do país, ameaçam a independência da Hungria.

No âmbito da campanha intitulada “paremos Bruxelas“, hoje lançada, um questionário com seis perguntas focando sobretudo a imigração foi enviado para as casas dos húngaros, explica Bence Tuzson, membro do governo liderado pelo nacionalista Viktor Orban.

“O que deve fazer a Hungria, quando, apesar de uma série recente de ataques terroristas na Europa, Bruxelas quer forçar o país a admitir migrantes que entraram ilegalmente?”.

Esta é uma das perguntas do questionário, cujas hipóteses de resposta são: “permitir que esses migrantes se movam livremente dentro do país” ou “mantê-los sob vigilância até que as autoridades decidam sobre seus casos”.

A semana passada, o governo decidiu impor a detenção indefinida de migrantes em campos localizados na sua fronteira.

Outra questão é sobre se as organizações não-governamentais (ONG) poderão estar a interferir nos assuntos internos do país, ao envolverem-se na migração. Desde há meses, as autoridades de Budapeste tentam reprimir várias ONG caracterizadas como “políticas” ou como “militantes mercenários”.

Em 2015, uma “consulta nacional” do mesmo género foi realizada, com enfoque na “imigração e no terrorismo”, e foi muito criticada pela agência da ONU para os refugiados.

No passado mês de outubro, um referendo sobre o mecanismo de recolocação de refugiados na União Europeia recolheu uma larga maioria de votos contra, mas não foi validado devido à baixa participação de eleitores.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …