Governo escolhe Sampaio da Nóvoa para embaixador na UNESCO

Eduardo Costa / Lusa

António Sampaio da Nóvoa, candidato às Presidenciais de 2016

António Sampaio da Nóvoa é o nome escolhido pelo ministério dos Negócios Estrangeiros para ser o próximo embaixador de Portugal na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, UNESCO.

A escolha do Governo foi revelada esta sexta-feira pelo jornal Público e confirmada pela RTP: o ex-candidato à presidência da República António Sampaio da Nóvoa é o próximo embaixador de Portugal na UNESCO.

Desde o tempo da troika que Portugal não tinha um diplomata em exclusivo na agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

A nomeação de Sampaio da Nóvoa acontece depois de Portugal ter sido eleito até 2021 para o conselho executivo da organização, e de a semana passada o ex-reitor, que não tem experiência na diplomacia, ter mostrado abertura para uma nova candidatura presidencial.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, considerou hoje que a escolha de António Sampaio da Nóvoa se deveu, entre outras razões, ao facto de o ex-reitor ser “uma autoridade internacionalmente reconhecida” na Educação.

“Portugal foi eleito no mês de novembro para o conselho executivo da UNESCO e, para o Governo, e isso tem como consequência óbvia a reabertura da nossa representação permanente na UNESCO”, salientou o ministro, recordando que a representação tinha sido “suspensa no tempo da Troika”.

Desde essa altura “era o embaixador em França que acumulava as funções de representante junto da UNESCO”. Para Augusto Santos Silva, o convite do Governo ao professor António Sampaio da Nóvoa assentou em “três razões essenciais”.

“A primeira é que o professor é uma autoridade internacionalmente reconhecida nos domínios da Educação, quer do ponto de vista analítico (da história da Educação) como do ponto de vista técnico, no apoio às politicas públicas na Educação. Portanto é uma autoridade internacional numa das áreas fundamentais na missão da UNESCO”, salientou o chefe da diplomacia portuguesa.

A segunda razão, acrescentou, é que o Executivo entende que Sampaio da Nóvoa “combina a sua experiência como académico e perito nas áreas da Educação e da Ciência” com uma experiência “não menos relevante de gestão e direção em instituições culturais, científicas e académicas”, nomeadamente como reitor durante vários mandatos reitor da Universidade de Lisboa.

A terceira razão é que o conhecimento que Sampaio da Nóvoa tem da própria atividade da UNESCO, organização para a qual tem trabalhado como perito, recordou.

“Estas três razões levaram-nos a convidá-lo para assumir as funções de representante permanente. Com muito agrado nosso, ele aceitou o nosso convite”, disse Santos Silva, sublinhando que “está em curso o seu processo de nomeação”.

O ministro afirmou que a nomeação de Sampaio da Nóvoa para embaixador da UNESCO dá continuidade “à tradição portuguesa” de apenas em casos muitos raros designar para o cargo de embaixadores personalidades que não são diplomatas.

“A tradição portuguesa – que é muito boa e que este governo continua – é a de só designar muito raramente embaixadores que não são diplomatas, como é este caso, e para organizações internacionais de cunho predominantemente técnico”, disse Santos Silva.

Pela UNESCO passaram “embaixadores ditos políticos” como Maria de Lurdes Pintassilgo, José Augusto Seabra, Manuel Maria Carrilho, e em breve António Sampaio da Nóvoa.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Na última noite no Porto, fui sozinho à Ponte D. Luís e vieram-me as lágrimas aos olhos"

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagem: Livre caiu para metade, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …

Passes baixam para 70 e 80 euros para utentes da região Oeste

Os passes nos transportes públicos para Lisboa vão baixar para 70 euros para utentes de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, e para 80 euros dos restantes concelhos da região. A …

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …