Governo de direita em risco. Ventura acusa PSD e CDS de “bullying” e ameaça rasgar acordo açoriano

Manuel de Almeida / Lusa

André Ventura

André Ventura aterrou esta quarta-feira nos Açores e vai reunir hoje com os dois deputados para tomar uma decisão sobre o acordo que o PSD e o CDS-PP assinaram para as eleições autárquicas. O Chega ficou de fora.

O líder do Chega, André Ventura, acusou o PSD e o CDS de “bullying político” depois de os partidos terem assinado um acordo para as eleições autárquicas. Em cima da mesa está a possibilidade de consequências políticas e, segundo o Observador, nada está excluído – nem mesmo o rompimento do Governo de direita dos Açores.

Se o Chega decidir romper o acordo, o Governo de direita deixa de ter apoio maioritário, já que PSD, CDS, PPM e Iniciativa Liberal sozinhos não conseguem aprovar documentos estratégicos como os Orçamentos regionais.

O diário avança que Ventura fez questão de se deslocar ao arquipélago, apesar da pandemia, para “avaliar o impacto que o acordo hostil entre o PSD e o CDS poderá ter naquela que é a atual solução governativa na região”.

“O PSD e o CDS não podem ostracizar o Chega quando bem entendem e depois recorrer a acordos connosco quando precisam”, disse André Ventura, em declarações ao Observador. “O Chega merece ser tratado com todo o respeito que um partido político com assento parlamentar merece.”

Os deputados do Chega Açores aguardam pela reunião com o líder do partido para perceber que ideias traz para resolver o assunto: pôr fim ao acordo, que pode ter consequências graves na situação política nos Açores, ou mantê-lo apesar de se referir ao entendimento entre PSD e CDS como uma espécie de facada nas costas.

Há três meses, quando o acordo dos Açores foi assinado, Ventura classificou-o como uma “grande vitória, histórica” e congratulou-se com o facto de ter inscrito no entendimento a redução “significativa da subsidiodependência na região”, a criação de “um gabinete regional de luta contra a corrupção” e a redução do número de deputados regionais.

Agora, o líder do Chega refere que a decisão tomada pelo PSD e pelo CDS “só vai prejudicar a intenção de agregar a direita e de formar uma alternativa”.

“[Esta decisão] altera o cenário político-partidário em que estamos. Ora, se um partido como o Chega tem uma base nos Açores de apoio ao PSD, não podemos ter um outro raciocínio a funcionar aqui ou noutras eleições”, disse.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Lá está a esquerda a tentar ganhar protagonismo. Fosca-se para esta m****. Quem tem alma, deve votar no Ventura em 2026.

RESPONDER

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …

Para eliminar "veneração do Ocidente", China quer retirar livros de Bill Gates e Steve Jobs das listas de leitura

Este mês, as autoridades chinesas ordenaram que os livros "que veneram as ideias ocidentais" e "abraçam todas as coisas estrangeiras" fossem removidos das listas de leitura e das bibliotecas nas escolas primárias e secundárias.  De acordo …

De Ronaldo a Félix. Seleção pode perder oito jogadores com a Superliga

Se a Superliga Europeia avançar, assim como as ameaças da UEFA, a seleção das quinas poderia ficar sem oito jogadores, tendo em conta a última convocatória para os jogos de qualificação para o ​​​​​​​Mundial 2022. A …

Covid-19. Ensaio clínico promove reinfeção de adultos para estudar imunidade

Cientistas da Universidade de Oxford pretendem reinfetar dezenas de pacientes adultos com a covid-19, num estudo que visa perceber os limites da imunidade e os efeitos do novo coronavírus sobre o corpo a partir do …