Lituânia avisa cidadãos para não comprarem telemóveis chineses devido à censura dos dispositivos

A tensão continua a aumentar entre a Lituânia e a China. O país europeu está agora a recomendar aos cidadãos que não comprem telemóveis chineses porque os dispositivos censuram alguns termos.

O Ministério da Defesa da Lituânia recomendou aos cidadãos do país que evitem comprar smartphones chineses e que se livrem dos que têm actualmente o mais rapidamente possível. O aviso surge depois de um relatório do governo ter concluído que os telemóveis têm capacidade de censurar certos temas.

De acordo com um órgão governamental que analisa a cibersegurança, os dispositivos chineses têm uma capacidade interna de detectar e censurar palavras e expressões como “libertem o Tibete”, “viva a independência de Taiwan” ou “movimento democrático”. No total, 449 termos em chinês são censurados.



Esta capacidade de censura tinha sido desligada na União Europeia no Xiaomi Mi 10T 5G, mas pode ser ligada a qualquer altura, avisou o centro de cibersegurança no relatório.

“A nossa recomendação é que não comprem telemóveis chineses novos e que se livrem daqueles que já têm o mais rapidamente possível dentro do razoável”, afirmou Margiris Abukevicius, o Ministro da Defesa, numa conferência de imprensa onde apresentou o relatório.

A investigação concluiu também que o telemóvel da Xiaomi estava a enviar dados dos utilizadores encriptados para um servidor em Singapura. O P40 5G da Huawei também tinha uma falha na segurança, enquanto que a OnePlus não tinha nenhum destes problemas.

As relações entre Vilnius e Pequim já viram melhores dias. A China exigiu no mês passado que a Lituânia retirasse o seu embaixador no país asiático e disse que ia revogar o seu próprio embaixador na Lituânia. Esta decisão surgiu na sequência do anúncio de Taiwan de que a sua missão na Lituânia se chamaria Agência de Representação Taiwanesa.

As missões do Taiwan na Europa e nos Estados Unidos usam o nome da cidade de Taipei para evitarem uma referência à própria ilha, que a China considera como território seu.

O conselheiro de Joe Biden para a segurança nacional, Jake Sullivan, falou com a primeira-ministra da Lituânia, Ingrida Šimonytė, na semana passada e ofereceu apoio ao país perante a tensão com a China.

  Adriana Peixoto, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Nem devia ser necessário dizer nada… Qualquer cidadão atento já devia ter percebido o perigo do domínio da China em todas as áreas do dia-a-dia…

  2. Os europeus têm que ganhar maior consciência destes factos de espionagem e lavagem cerebral dos vários gigantes…. E têm que ter outra consciência de que a Europa perdeu todas as suas marcas de telemóveis europeias… Neste momentos a indústria de telemóveis europeus morreu ou está a míngua

  3. O fato de que a funcionalidade de espionagem e censura foi anulada nos aparelhos vendidos na UE é a própria confissão do crime… Nenhuma tecnologia para venda em geral poderia ser desenvolvida com esse tipo de funcionalidade.
    É, também, a confissão do uso das empresas para ações governamentais escusas. Isto é, nenhuma empresa desse país pode ser encarada como empresa, mas como órgão governamental. De um governo não democrático e imperialista.
    E, mesmo que a funcionalidade não seja disfarçadamente atuante em outros países, o seu uso internamente é inadmissível por qualquer cidadão ou país que preze a democracia e a dignidade humana.

RESPONDER

Rio falha discussão interna sobre Orçamento para 2022. Deputados do PSD criticam a ausência

Deputados do PSD reuniram hoje para debater o Orçamento do Estado para 2022, mas sem a presença de Rui Rio. A ausência foi criticada por alguns elementos sociais-democratas. Ao mesmo tempo em que António Costa esteve …

Foi vacinado com AstraZeneca ou Johnson? Dose de reforço vai ser da Pfizer

A vacinação de reforço já está em curso desde dia 11 de outubro, segunda-feira, junto dos residentes e utentes de Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, como lares, e das pessoas com mais de 65 anos …

Governo proíbe menores de 16 anos de assistirem a tourada

Os menores de 16 anos vão deixar de poder assistir a touradas, decidiu o Governo, nesta quinta-feira. A decisão de aumentar a idade mínima para 16 tem origem num "relatório do Comité dos Direitos da …

Mais 777 novos casos de covid-19 e seis mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou na quarta-feira seis mortes devido à covid-19 e 777 novas infeções, de acordo com o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado nesta quinta-feira. Segundo o boletim epidemiológico, há em Portugal 321 pessoas internadas, …

OE2022. Marcelo Rebelo de Sousa refere que "empatar tempo é perder o jogo"

O Presidente da República apelou esta quinta-feira a um “esforço de concertação” entre os decisores políticos, considerando que “não se trata de ceder nos princípios”, mas em aproveitar a oportunidade que o país tem para …

Caso Meco. Dux e Lusófona absolvidos de indemnizar famílias das vítimas

O ex-dux da Universidade Lusófona e a instituição de ensino foram absolvidos, esta quinta-feira, de pagar o pedido de indemnização que tinha sido movido pelas famílias das vítimas. Segundo avança o jornal online Observador, o Tribunal …

Costa põe na agenda bandeiras de Esquerda - e mostra-se disponível para negociar OE com "humildade"

O primeiro-ministro apareceu à última hora na reunião do grupo parlamentar do PS, acompanhado pelo ministro das Finanças, para explicar aos deputados o Orçamento do Estado para 2022 que está em risco de chumbo, depois …

Caos jurídico e mar de papéis. Juíza de mãos atadas com a estratégia de Sócrates

O mar de papéis, de recursos e de requerimentos do processo que implica José Sócrates está a complicar a vida à justiça, e não há luz ao fundo do túnel quanto ao momento em que …

"Legionella" detetada em balneários de pavilhão de escola em Portalegre

A bactéria foi detetada na água dos chuveiros de um balneário do pavilhão desportivo da Escola Secundária Mouzinho da Silveira, em Portalegre, mas “não há nenhum caso da doença", revelou o diretor do estabelecimento escolar. Em …

Diocese de Viseu está a investigar duas suspeitas de abuso sexual

A diocese de Viseu está a investigar dois casos de suspeita de abuso sexual de menores cometidos por membros da Igreja Católica. De acordo com o jornal Público, que avança a notícia esta quinta-feira, um dos …