Brexit: Governo britânico publica novas notas técnicas a aplicar caso o acordo falhe

Stephanie Lecocq / Lusa

Theresa May, primeira-ministra britânica

O governo britânico vai publicar esta quinta-feira mais um lote de notas técnicas destinadas a informar as empresas e os cidadãos sobre os passos que deverão tomar no caso de o Reino Unido deixar a União Europeia sem um acordo.

Os documentos serão divulgados à tarde, após um conselho de ministros para analisar os preparativos do governo para a eventualidade de as negociações com os 27 restantes países da UE não chegarem a um consenso.

“Como faltam seis meses para o Reino Unido deixar a União Europeia, estamos a intensificar os nossos preparativos para um “não acordo “, para que o Reino Unido possa continuar a prosperar, independentemente do resultado das negociações”, justificou o ministro do Brexit, Dominic Raab, num comunicado.

As notas técnicas dão conselhos e orientações sobre questões como tarifas de roaming de telemóvel, normas ambientais e normas relativas a automóveis. Dominic Raab considera que esta é “abordagem sensata e pragmática” para o país se preparar para todos os tipos de cenários.

Na altura da publicação das primeiras 25 notas técnicas, em agosto, o Governo manifestou-se disposto a “tomar medidas unilaterais para manter a maior continuidade possível a curto prazo em caso de ausência de acordo e mesmo que a União Europeia não o faça do seu lado”.

Raab reiterou o empenho de Londres para um acordo a tempo da saída da União Europeia, a 29 de Março, que considera “o resultado mais provável”.

Porém, o governo de Theresa May tem enfrentado a oposição de Bruxelas às suas propostas e também de vários deputados do próprio partido Conservador, incluindo de ex-ministros como Boris Johnson, David Davis e Ian Duncan Smith.

O antigo chefe da diplomacia britânica Boris Johnson criticou a política da primeira-ministra sobre o Brexit, considerando que a Grã-Bretanha vai ficar numa posição enfraquecida. “Vamos para a batalha a acenar com a bandeira branca“, referiu Boris Johnson, acrescentando que a vitória da União Europeia é “inevitável”.

Estes opõem-se às propostas de May para a criação uma área de comércio livre de bens entre o Reino Unido e UE que facilite trocas comerciais sem atrito entre as fronteiras britânicas e do resto da Europa, nomeadamente entre a República da Irlanda e Irlanda do Norte, por entenderem que vai limitar as negociações de acordos com outros países.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

"Filme fantástico". Novo livro revela cartas entre Kim Jong-un e Donald Trump

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, qualificou o seu relacionamento com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como um “filme fantástico”, segundo os editores de um livro a ser publicado, que revela a correspondência entre …

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …