Governo abre concurso para colocação de todos médicos recém-especialistas

O Governo abriu concurso para contratar 482 médicos que terminaram a especialidade nas áreas hospitalar, medicina geral e familiar e saúde pública, que garante a colocação de todos os recém-especialistas.

O concurso de segunda época de 2019 para médicos recém-especialistas autoriza a abertura de um total de 482 postos de trabalho, dos quais 120 para médicos de família, 16 na área da saúde pública e 346 na área hospitalar.

“Vai permitir reforçar os serviços hospitalares em 346 postos de trabalho, nomeadamente em especialidades como a Medicina Interna, com 40 vagas, anestesiologia (33 vagas), pediatria (28 vagas), ginecologia-obstetrícia (21), oftalmologia (16), ortopedia (14), entre outras”, refere uma nota do gabinete da ministra da Saúde, Marta Temido.

Segundo o Ministério da Saúde, “trata-se de um número recorde de vagas para um concurso de segunda época e que garante a colocação de todos os recém-especialistas”.

“No início de 2020, o Serviço Nacional de Saúde poderá também ser reforçado com mais 120 especialistas em medicina geral e familiar, que permitirão aumentar a cobertura da população com médico de família”, refere o Ministério da Saúde.

De acordo com um despacho da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), publicado hoje, o maior número de vagas para médicos de família foi aberto na Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo (70), seguida da ARS Norte (21), da ARS Centro (12) e da ARS do Algarve (11).

Na área de saúde pública foram identificados 16 postos de trabalho, número superior ao total de médicos que concluíram agora a especialidade com aproveitamento, pretendendo-se assim captar especialistas que, estando fora do SNS, possam ter interesse em regressar, acrescenta.

“A totalidade das vagas é superior ao número de recém-especialistas que terminaram agora o internato, medida que visa atrair e captar mais médicos especialistas para o Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, disse hoje à agência Lusa uma fonte oficial.

Este procedimento concursal considera ainda uma distribuição geográfica que pretende reduzir as carências em zonas com maior necessidade de reforço de cuidados. Podem candidatar-se ao concurso os médicos detentores do grau de especialista na área profissional correspondente e que não detenham uma relação jurídica de emprego por tempo indeterminado com o Estado.

O aviso de abertura de procedimento concursal para médicos recém-especialistas de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública foi publicado esta madrugada em Diário da República. Já o despacho relativo ao concurso para a área hospitalar – 346 vagas disponíveis – sofreu um atraso de publicação, por constrangimentos técnicos na publicação INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda), e será publicado segunda-feira em Diário da República, explicou fonte oficial do Ministério da Saúde.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mais oito mortes e 930 novos casos de covid-19. Incidência sobe

Portugal registou, esta sexta-feira, mais oito mortes e 930 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 930 novos …

A ministra da Cultura, Graça Fonseca.

De "propaganda" a "manipulação populista". Tweets polémicos do Ministério da Cultura causam alvoroço nas redes sociais

O Ministério da Cultura, tutelado por Graça Fonseca, usou a conta oficial no Twitter para enaltecer os investimentos do Governo PS no setor, e foi mais longe, comparando-os aos do Governo PSD/CDS. Na terça-feira, foram publicados …

Parlamento aprova novo decreto sobre inseminação post mortem após veto de Marcelo

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um novo decreto sobre a inseminação post mortem, com propostas de alteração do PS, BE, PCP, PAN e PEV para responder às dúvidas levantadas pelo Presidente da República no veto …

PJ faz buscas na provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) efetuou, na manhã desta sexta-feira, buscas na provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Lisboa para "recuperação de documentação", no decurso de uma investigação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção. Fonte …

Combate à corrupção e ao branqueamento recebe apenas "migalha" da bazuca

Dos 266,9 milhões de euros do PRR que serão investidos pelo Governo na área da Justiça, apenas 0,37% é destinado à PGR e ao DCIAP. O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê um investimento de …

Auditoria às sondagens das autárquicas. Não houve erro, mas "mecanismos" que mudaram opiniões

A auditoria interna realizada pela Intercampus às sondagens pré-eleitorais das últimas eleições autárquicas, que foram muito criticadas, não detetou erros. Assim, o que pode explicar as divergências são "mecanismos" que fazem mudar a opinião das …

Partidos alertam que demora no leilão do 5G está a atrasar a rede de alta velocidade em Portugal

O leilão para a quinta geração de comunicações móveis (5G) dura há quase 200 dias e está a atrasar a implementação da rede de alta velocidade em Portugal. Neste sentido, os partidos, tanto à esquerda como …

Rainha Isabel II está "bem-disposta" depois de passar noite no hospital e já voltou a Windsor

A visita ao hospital de Isabel II foi preventiva e nada teve a ver com a covid-19, confirmou a família real. A monarca vai continuar a descansar nos próximos dias. Depois de ter passado uma noite …

Caso Gabby Petito. Restos mortais encontrados pertencem ao namorado da jovem

As autoridades norte-americanas confirmaram que os restos mortais encontrados na quarta-feira são de Brian Laundrie. Identificação foi feita através de registos dentários. “No dia 21 de outubro de 2021, uma comparação de registos dentários confirmou que …

Rui Rio, líder do Partido Social Democrata (PSD)

Rui Rio apresenta hoje recandidatura à liderança no Porto

Depois de semanas a manter o tabu sobre a sua recandidatura, Rio decidiu mesmo avançar contra Paulo Rangel. O eurodeputado já saudou a decisão. O presidente do PSD, Rui Rio, apresenta hoje publicamente a sua recandidatura …