Governo abre concurso para colocação de todos médicos recém-especialistas

O Governo abriu concurso para contratar 482 médicos que terminaram a especialidade nas áreas hospitalar, medicina geral e familiar e saúde pública, que garante a colocação de todos os recém-especialistas.

O concurso de segunda época de 2019 para médicos recém-especialistas autoriza a abertura de um total de 482 postos de trabalho, dos quais 120 para médicos de família, 16 na área da saúde pública e 346 na área hospitalar.

“Vai permitir reforçar os serviços hospitalares em 346 postos de trabalho, nomeadamente em especialidades como a Medicina Interna, com 40 vagas, anestesiologia (33 vagas), pediatria (28 vagas), ginecologia-obstetrícia (21), oftalmologia (16), ortopedia (14), entre outras”, refere uma nota do gabinete da ministra da Saúde, Marta Temido.

Segundo o Ministério da Saúde, “trata-se de um número recorde de vagas para um concurso de segunda época e que garante a colocação de todos os recém-especialistas”.

“No início de 2020, o Serviço Nacional de Saúde poderá também ser reforçado com mais 120 especialistas em medicina geral e familiar, que permitirão aumentar a cobertura da população com médico de família”, refere o Ministério da Saúde.

De acordo com um despacho da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), publicado hoje, o maior número de vagas para médicos de família foi aberto na Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo (70), seguida da ARS Norte (21), da ARS Centro (12) e da ARS do Algarve (11).

Na área de saúde pública foram identificados 16 postos de trabalho, número superior ao total de médicos que concluíram agora a especialidade com aproveitamento, pretendendo-se assim captar especialistas que, estando fora do SNS, possam ter interesse em regressar, acrescenta.

“A totalidade das vagas é superior ao número de recém-especialistas que terminaram agora o internato, medida que visa atrair e captar mais médicos especialistas para o Serviço Nacional de Saúde (SNS)”, disse hoje à agência Lusa uma fonte oficial.

Este procedimento concursal considera ainda uma distribuição geográfica que pretende reduzir as carências em zonas com maior necessidade de reforço de cuidados. Podem candidatar-se ao concurso os médicos detentores do grau de especialista na área profissional correspondente e que não detenham uma relação jurídica de emprego por tempo indeterminado com o Estado.

O aviso de abertura de procedimento concursal para médicos recém-especialistas de Medicina Geral e Familiar e de Saúde Pública foi publicado esta madrugada em Diário da República. Já o despacho relativo ao concurso para a área hospitalar – 346 vagas disponíveis – sofreu um atraso de publicação, por constrangimentos técnicos na publicação INCM (Imprensa Nacional Casa da Moeda), e será publicado segunda-feira em Diário da República, explicou fonte oficial do Ministério da Saúde.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O Projeto Galileu quer provar a existência de aliens através da tecnologia deixada para trás

Investigadores vão centrar o seu trabalho na procura de objetos físicos associados a equipamento tecnológico extraterrestre, em oposição às pesquisas anteriores que se focaram em sinais eletromagnéticos. Um grupo de investigadores de Universidade de Harvard está …

O tesouro dos Templários pode estar escondido debaixo de uma casa em Inglaterra

Um historiador inglês alega que um edifício histórico em Burton, em Inglaterra, é onde está escondido o lendário tesouro dos Templários. Existem várias lendas sobre um tesouro que alguns templários conseguiram esconder do rei francês Filipe …

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro

O núcleo interno da Terra está a crescer mais de um lado do que do outro. No entanto, isto não quer dizer que o nosso planeta esteja a ficar inclinado. Mais de 5.000 quilómetros abaixo de …

Incêndios devastam sul da Europa e obrigam a retirar moradores e turistas

Dezenas de aldeias e hotéis foram este domingo evacuados nas zonas turísticas do sul da Turquia devido a incêndios que começaram há cinco dias e já mataram oito pessoas no país, devastando também regiões da …

Há uma empresa a transformar as cinzas de entes queridos em diamantes

Uma empresa norte-americana transforma cinzas de entes queridos — e animais de estimação — em diamantes, que podem ser colocados em anéis ou colares. Lidar com a morte de um ente querido é sempre uma altura …

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …