Glaciar na Islândia “escondia” bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas.

De acordo com o jornal local Morgunblaðið, os restos de um bombardeiro dos Estados Unidos que se despenhou contra um glaciar na Islândia durante a II Guerra Mundial têm começado a aparecer à medida que a capa de gelo da montanha derrete.

O acidente ocorreu em 16 de setembro de 1944, quando um B-17 Flying Fortress da Força Aérea dos Estados Unidos que se dirigia à Inglaterra para participar numa operação contra a Alemanha.

Em 1996, o sigilo em torno do acidente foi finalmente levantado, quando a Força Aérea dos Estados Unidos revelou os detalhes. As condições meteorológicas eram más na Islândia e o avião foi retirado da rota. O avião foi reabastecido num aeroporto islandês, mas foi apanhado numa corrente baixa e acabou por cair no glaciar Eyjafjallajökull, no sul do país.

O bombardeiro sofreu uma colisão relativamente suave, uma vez que a aeronave pousou na neve e continuou deslizando até parar abruptamente num banco de neve. Uma das suas asas foi arrancada e os motores pegaram fogo.

Ainda assim, todos os seus ocupantes conseguiram sobreviver. Alguns membros da tripulação foram atirados para fora e um deles ficou enterrado na neve, mas foi resgatado pelos seus companheiros. Os que ficaram a bordo conseguiram sair em segurança.

Os homens procuraram abrigo num penhasco próximo, mas conseguiram regressar aos destroços quando o fogo se apagou. Os tripulantes não sabiam onde estavam e não podiam enviar uma mensagem de emergência à Força Aérea dos Estados Unidos.

Þegar ég var í Þórsmörk í sumar hafði ég spurnir af því að flak flugvélar bandaríska hersins, sem brotlenti á…

Publicado por Gudmundur Gunnarsson em Domingo, 13 de setembro de 2020

Dois dias depois do acidente, ao avistar uma luz no vale, decidiram deixar o glaciar e seguir em direção a áreas habitadas. Desceram da geleira e alguns deles conseguiram atravessar Markarfljót – um rio glacial – continuando em direção à luz. Descobriu-se que a luz vinha da quinta Fljótsdalur, na área de Fljótshlíð, no sul da Islândia. De seguida, o resto dos tripulantes foram resgatados.

Na altura, uma expedição da Força Aérea dos Estados Unidos recuperou apenas alguns fragmentos da aeronave, uma vez que a maior parte já estava sob a neve e o gelo.

Ao longo das décadas, o glaciar quebrou os destroços em vários pedaços, alguns dos quais permanecem facilmente reconhecíveis. O reaparecimento dos destroços é uma grande atração turística para os locais, que se recusam a remover os restos do bombardeiro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …