Gestão do Novo Banco vai receber bónus de 3,9 milhões em 2022

José Sena Goulão / Lusa

António Ramalho, presidente do Novo Banco

A equipa de administração do Novo Banco tem à sua espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano. O banco registou prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado.

O Novo Banco quer atribuir prémios de quase 1,9 milhões de euros à equipa de gestão executiva liderada por António Ramalho. A decisão gerou polémica, muito pelo facto de o banco ter tido prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado.

A instituição bancária solicitou uma nova capitalização ao Fundo de Resolução de 598 milhões, embora o Fundo de Resolução e o Governo só tenham aprovado cerca de 430 milhões, injeção que deverá acontecer nos próximos dias.

Agora, de acordo com o ECO, a equipa de gestão do Novo Banco tem já à espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano.

O Novo Banco está temporariamente impedido de pagar prémios à administração devido ao compromisso com Bruxelas relativamente à sua reestruturação. Porém, pode atribuí-los e fazer o pagamento depois de concluído esse período já no final deste ano.

O banco tem estado sob fogo do Ministério das Finanças, Banco de Portugal, Presidente da República e partidos. Já no ano passado, o banco liderado por António Ramalho anunciou um bónus diferido de 1,997 milhões de euros.

Os partidos consideram ser “inaceitável”, “imoral” e “obsceno” que o banco atribua prémios aos gestores numa altura em que apensa sobrevive graças aos fundos do Fundo de Resolução.

No relatório e contas de 2020, o Novo Banco realça que ainda nenhum pagamento foi efetuado e que os montantes atribuídos estão sujeitos a “ajustes futuros”, podendo ser mais baixos ou até mesmo zero.

Desta forma, a soma dos dois bónus deverá chegar aos administradores no próximo ano, numa altura em que o banco já não está abrangido pelo período de reestruturação.

Ainda assim, o Fundo de Resolução subtraiu e vai subtrair novamente o valor dos bónus das injeções para a instituição bancária.

Estado vai ficar com 13% do capital

Conhecido o relatório e contas de 2020 do Novo Banco, sabe-se que o Estado está praticamente “condenado” a ficar nas mãos com cerca de 13% do capital do Novo Banco, escreve o Expresso.

O Tesouro vai ficar acionista direto do banco, enquanto a banca vê a sua posição prestes a ficar reduzida a metade.

“Estima-se que os direitos de conversão a serem emitidos e atribuídos ao Estado na sequência dos resultados líquidos negativos dos exercícios compreendidos entre 2015 e 2019 lhe confiram uma participação até cerca de 12,82% do capital social do Novo Banco”, lê-se no documento publicado no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta posição é ligeiramente mais baixa da que era estimada no fim do primeiro semestre de 2020, mas mostra que a banca, através do Fundo de Resolução, vai perder uma parte significativa da sua posição no banco.

Isto acontece devido ao regime especial aplicável aos ativos por impostos diferidos a que o Novo Banco recorreu. Neste regime, explica o Expresso, “os bancos puderam reconhecer parte desses ativos por impostos diferidos segundo regras especiais, convertíveis em créditos tributários (descontos nos impostos a pagar) quando registassem prejuízos”.

Mas há uma contrapartida: o banco tem de criar uma reserva especial, destinada ao Estado, de 10% do valor do crédito. Quando foi vendida a maioria do capital à Lone Star, ficou estabelecido que este regime “apenas diluirá […] a participação do Fundo de Resolução”.

Desta forma, a banca terá mais dificuldades em conseguir um reembolso do financiamento que forneceu ao Novo Banco.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Cambada de trafulhas, ladroes, gatunis e bandalhos!!!! Deviam estar todos presos, e em trablahos forçados!!

RESPONDER

Portugal regista 973 novos casos e duas mortes

Nas últimas 24 horas, houve 973 novos casos positivos de covid-19 e morreram duas pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, …

Escritora Manuela Gonzaga é candidata do PAN à Câmara de Lisboa

A escritora, historiadora e ex-jornalista Manuela Gonzaga é a candidata do PAN à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, nas próximas eleições autárquicas, anunciou na segunda-feira o partido, remetendo para quarta-feira a apresentação da candidatura. "Com …

Costa Andrade acusa PGR de querer agir "à revelia" da Constituição e da lei

O ex-presidente do Tribunal Constitucional acusou, esta segunda-feira, a Procuradora-Geral da República (PGR) de pretender intervir no processo criminal, classificando esta atuação como "própria de um processo inquisitório" e "à revelia da Constituição e da …

Secretário-geral do PSD prevê "grande resultado" nacional nas autárquicas

O secretário-geral e coordenador autárquico do PSD disse antecipar que o partido terá "um grande resultado no país" e manifestou-se convicto da vitória em Portalegre, com a candidata Fermelinda Carvalho. No jantar de encerramento do primeiro …

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …

Vídeo da TAP a contratar em Espanha gera revolta. Companhia já abriu inquérito disciplinar

Numa altura em que o cenário do despedimento colectivo na TAP está na agenda política nacional, há um vídeo que revela o director de Recursos Humanos da companhia numa acção de recrutamento de trabalhadores em …

Defesa alega que Salgado tem “lapsos de memória” e “desgaste físico e emocional”

Os advogados apresentam um apanhado do que chamam do perfil psicológico do arguido, bem como as condições físicas em que atualmente se encontra. A contestação conta com 191 páginas. Tendo em conta o escrutínio público a …

"Errar é humano". Rui Moreira defende Medina das críticas (mas garante que no Porto não aconteceria algo semelhante)

Depois de Fernando Medina se ver envolvido no casos dos dados dos ativistas russos, Rui Moreira vem defender o seu homólogo dizendo que este não deverá abandonar a autarquia lisboeta. Em entrevista à TVI24, o Presidente …

"Cena de Kafka ou de Orwell". Bielorrússia exibe Protasevich em conferência de imprensa

As autoridades bielorrussas exibiram, esta segunda-feira, o jornalista Roman Protasevich, numa conferência de imprensa descrita pela oposição como uma "cena kafkiana" e realizada sob "coação". Esta segunda-feira, Roman Protasevich esteve presente numa conferência de imprensa do …