Diferendo entre Galp/REN e ERSE pode custar 179 milhões de euros aos consumidores

José Sena Goulão / Lusa

As empresas de gás da Galp e da REN Portgás voltaram a impugnar as tarifas reguladas publicadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) e avançaram com o décimo processo judicial. Caso vençam, os clientes de gás natural vão suportar uma “factura” de 179 milhões de euros.

As tabelas definidas pela ERSE para 2019/2020 não convencem as empresas do universo Galp – Beiragás, Lusitaniagás, Lisboagás, Setgás e Tagusgás — e da REN Portgás Distribuição que consideram que os valores estipulados lhes conferem receitas inferiores àquelas a que consideram ter direito.

Nesse sentido, avançaram com a décima acção judicial para impugnar as tarifas da ERSE, como destaca o Jornal de Negócios.

Fonte da ERSE garantiu ao diário que a entidade vai recorrer, assumindo que se as empresas vencerem o processo os clientes de gás natural podem ter que assumir uma “factura” de 179 milhões de euros, conforme se prevê no Relatório de Actividades e Contas de 2018.

Até ao momento, nenhum dos dez processos que foram movidos contra a ERSE desde 2010 teve desfecho, aguardando-se as decisões.

Na base destas acções, está um decreto-lei de 2006 que surgiu no rescaldo da liberalização do sector do gás natural, determinando o fim do monopólio da comercialização, mas assegurando às empresas envolvidas compensações. Essas compensações devem assumir a forma de uma taxa nas tarifas de energia, havendo divergências quanto ao valor considerado justo.

Gás no mercado regulado é mais barato do que no livre

A Associação de Defesa do Consumidor (DECO) acaba de lançar um alerta sobre as tarifas de gás natural, constatando que os preços no mercado livre são mais caros do que no mercado regulado.

De acordo com a entidade, uma das ofertas mais vantajosas abrange, actualmente, apenas 275 mil clientes, cerca de 2% do mercado. Esta oferta ronda os 276 euros por ano, no caso de uma família com dois filhos, mas não é hipótese para os novos contratos, devendo terminar de vez no final de 2020.

A DECO frisa que só há duas opções no mercado livre mais baratas, respectivamente o tarifário “Poupa Mais Gás da Energia Simples” (253 euros por ano) e a “Tarifa Simples da Endesa” (256 euros por ano). “Tudo o resto está acima da tarifa regulada”, frisa Pedro Silva, da DECO, em declarações ao Jornal de Notícias (JN).

“Em teoria, o mercado liberalizado deveria ser mais competitivo, mas temos uma situação em que as tarifas definidas pela ERSE conseguem ter um preço mais baixo do que as que estão em mercado. Há aqui qualquer coisa que está a falhar”, constata Pedro Silva.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais Estado/regulação para quê?
    É deixar os “mercados” funcionar… tem corrido tão bem!..
    O mercado liberalizado funciona bem mas é para as empresas, que ficam com liberdade total para extorquir o consumidor!…

  2. Mas o consumidor já está tão habituado a pagar o que gasta, mais os chorudos salários dos senhores administradores, mais as suas incompetências, isto será apenas mais uns trocos a pagar que nem vão dar por ela.

  3. Quando o mar bate na rocha, quem se lixa é o mexilhão…. Já diz o povo e com sabedoria. Para as elites Tugas, os cidadãos são uma espécie de inquilinos do país, e eles são os senhorios. Andamos cá por favor… Eles é que hão-de escolher se nos vão expremer mais ou menos. É incrível, mas há uma chusma endinheirada que está mesmo convencida de que tem esse poder sobre a restante cidadania… E se a malta não se começar a mexer para alterar este estado de coisas, isto nunca vai parar de piorar.

Spray nasal investigado na Austrália pode travar covid-19 (e tem uma taxa de eficácia de 96%)

É simples: com apenas uma ou duas aplicações por semana, o novo spray pode evitar que as pessoas infetadas com o novo coronavírus contagiem as outras à sua volta. Muito se tem falado sobre uma potencial …

Brad Parscale, ex-diretor de campanha de Trump, hospitalizado após tentativa de suicídio

O antigo diretor digital de campanha de Donald Trump, Brad Parscale, foi hospitalizado depois de a mulher ter alertado para tentativa de suicídio. Brad Parscale, ex-diretor digital de campanha do atual Presidente dos Estados Unidos, Donald …

Variante de SARS-CoV-2 oriunda de Itália marcou início da pandemia. Circulou durante dias sem controlo

O arranque da epidemia em Portugal foi marcado pela “disseminação massiva” de uma variante do SARS-CoV-2 com uma mutação específica, que começou a circular nas regiões Norte e Centro mais de uma semana antes do …

Existem 51 surtos ativos de covid-19 em lares e 12 em escolas

Existem atualmente em Portugal 51 surtos ativos de covid-19 em lares e 12 em escolas, revelou esta segunda-feira, em conferência de imprensa, a diretora-geral da Direção-Geral da Saúde, Graça Freitas. Sem identificar especificamente os lares …

Catalunha. Supremo Tribunal espanhol confirma inabilitação de Quim Torra

O Supremo Tribunal espanhol confirmou esta segunda-feira a inabilitação por um ano e meio do presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, por desobediência à junta eleitoral central. O acórdão, aprovado por unanimidade, obriga Torra …

Já há mais 6.829 mortes do que em 2019, mas covid-19 só fez 2 mil. Óbitos em casa subiram 18%

Desde o início da pandemia, há registo de um aumento de 18% de óbitos que ocorrem em casa e as mortes em investigação subiram 24%. Nos hospitais há uma subida de 5,6% na taxa de …

PCP diz que pandemia é usada como pretexto para intensificar exploração dos trabalhadores

O secretário-geral do PCP consideraque a pandemia de covid-19 está a ser utilizada como pretexto para se tentar fazer regredir décadas em conquistas de direitos, através do que apelidou de "teorias do 'novo normal'". Jerónimo de …

Morreu o bailarino e coreógrafo Jorge Salavisa

O bailarino e coreógrafo Jorge Salavisa, que dirigiu o Ballet Gulbenkian e a Companhia Nacional de Bailado (CNB), morreu esta segunda-feira, aos 81 anos, confirmou à agência Lusa fonte oficial da CNB. A notícia da morte …

Suíça chumbou restrições à entrada de estrangeiros proposta por nacionalistas

Os suíços votaram em referendo, este domingo, contra a imposição de restrições à imigração para cidadãos da União Europeia. Os eleitores rejeitaram por 61,7% a iniciativa popular lançada pela direita populista do SVP, maior partido do …

Portugal com 425 novas infeções e 4 óbitos. Há mais 24 pessoas internadas

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais quatro mortos relacionados com a covid-19 e 425 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal …