Fundo soberano angolano garante que todas as operações são feitas de “forma legítima”

FSDEA

Filomeno “Zenú” dos Santos, filho do ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos.

A administração do Fundo Soberano de Angola (FSDEA), que gere ativos do Estado de Angola de cinco mil milhões de dólares, garantiu esta quarta-feira que todas as operações que realiza são feitas de “forma legítima”, ao abrigo dos “mais altos padrões regulatórios”.

A posição da administração, liderada por José Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, surge em resposta às denúncias sobre o recurso do FSDEA a paraísos fiscais, divulgadas através de documentos revelados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (CIJI), no âmbito da investigação Paradise Papers.

“O FSDEA possui políticas e procedimentos rigorosos para garantir que todas as transações e investimentos realizados na sua carteira atendam aos mais altos padrões regulatórios. Além disso, o FSDEA divulga resultados auditados de forma independente sobre os seus investimentos em ‘private equity’ e valores mobiliários internacionais”, refere o fundo angolano, em comunicado a que a Lusa teve acesso.

Em causa, nos documentos revelados pelo CIJI, estão dúvidas nas relações entre o FSDEA e a empresa suíça Quantum Global, de Jean-Claude Bastos de Morais – alegadamente sócio de José Filomeno dos Santos em vários negócios em Angola -, empresa especializada na gestão de ativos, tida como responsável por parte dos investimentos do fundo nas Ilhas Maurícias.

Segundo o jornal suíço Le Matin Dimanche, que revelou documentos dos Paradise Papers, dos cinco mil milhões de dólares (4.300 milhões de euros) atribuídos inicialmente pelo Estado ao FSDEA, cerca de três mil milhões (2.500 milhões de euros) terão sido investidos em sete fundos de investimento nas Maurícias, através da Quantum Global.

A Quantum Global, revela ainda o jornal suíço, receberá entre dois a 2,5 por cento do capital por ano, o que desde 2015 corresponderá a um valor entre 60 e 70 milhões de dólares (50 a 60 milhões de euros) anuais.

“Todos os investimentos em ‘private equity’ executados são obrigados a cumprir os requisitos das diretrizes de investimento definidas pelo conselho de administração do FSDEA e aprovado pela Comissão de Serviços Financeiros da República das Maurícias para cada investimento coletivo”, refere, por seu turno, a administração.

Acrescenta o comunicado que os resultados auditados mais recentes, com um resultado positivo de 44 milhões de dólares (perto de 37 milhões de euros), “mostram ganhos líquidos significativos, que foram derivados principalmente de investimentos em ‘private equity'”.

“Este é um testemunho da implementação bem-sucedida da política do FSDEA, apesar do difícil contexto que a economia angolana tem experienciado desde 2014″, sublinha ainda a administração.

A nova investigação do consórcio jornalístico divulgou mais de 13,4 milhões de documentos, incluindo pormenores sobre como a Rainha Isabel II, conselheiros do Presidente norte-americano, multinacionais como a gigante mineira Glencore e celebridades como Bono Vox e Madonna estão entre os mais ricos do mundo que têm usado estruturas offshore para contornar as suas obrigações fiscais ou fazer pagamentos questionáveis.

Os suíços do Le Matin Dimanche, que integram esta investigação, referem a construção de um arranha-céus na capital angolana, apenas no projeto, num terreno de uma empresa detida pelo empresário Jean-Claude Bastos de Morais, como um dos exemplos das dúvidas nas relações entre o FSDEA e o Quantum Global.

Neste caso, a investigação jornalística aponta que o FSDEA terá assegurado 157 milhões de dólares para a construção do edifício e uma segunda empresa do mesmo empresário Bastos de Morais terá assumido a direção de projeto e a conceção de uma parte daquela torre, destinada a escritórios.

Além dos escritórios na Suíça, a Quantum Global tem em África o mercado central, estando presente em Luanda e nas Ilhas Maurícias.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Navio fantasma" dá à costa na Irlanda depois de mais de um ano à deriva

Um "navio fantasma" abandonado, que esteve mais de um ano à deriva, apareceu agora na costa de Ballycotton, uma vila costeira no condado de Cork, na Irlanda. Segundo o Irish Post, o navio MV Alta, de 77 metros …

12.º caso suspeito de coronavírus em Portugal deu negativo

O mais recente caso suspeito de coronavírus deu negativo, anunciou, esta terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com a Direção-Geral da Saúde, citada pelo jornal online Observador, a criança regressada da China que foi …

Vinte governadores brasileiros assinam carta com críticas a Bolsonaro

Vinte dos 27 governadores do Brasil subscreveram esta terça-feira uma carta dirigida ao Presidente do país, Jair Bolsonaro, que acusam de falta de diálogo, criticando também algumas das suas declarações públicas. "Recentes declarações de Jair Bolsonaro …

Super Bock e Sagres aliam-se em campanha contra o racismo

As duas marcas de cerveja aliaram-se numa campanha contra o racismo, depois do episódio ocorrido, no passado domingo, com Moussa Marega, no Estádio D. Afonso Henriques. "Contra o racismo, não há rivais" é o mote da …

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta terça-feira, a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido aos insultos racistas a Moussa Marega. O avançado do FC Porto recusou-se …

Pinto da Costa confirma fim da carreira de Casillas. E diz que episódio com Marega é um caso de polícia

O presidente do FC Porto confirmou, esta terça-feira, o fim da carreira do guarda-redes espanhol, que anunciou a intenção de se candidatar à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O dirigente portista falou aos …

Águias-de-Bonelli encontradas mortas no Douro Internacional

Duas águias-de-Bonelli jovens foram encontrados mortas no Douro Internacional, após terem sido marcadas com emissores GPS em 2018 e 2019, anunciaram na segunda-feira técnicos ligados a um projeto ibérico de salvaguarda destas aves. "O facto de …

Governo ficou perto da promessa de contratar 5000 doutorados

A anterior legislatura ficou a apenas 49 contratos de cumprir a meta estabelecida pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Educação Superior. De acordo com o jornal Público, a promessa do ministro da Ciência, Manuel Heitor, de …

Fundador da Amazon investe nove mil milhões de euros para combater alterações climáticas

O fundador da empresa tecnológica norte-americana Amazon, Jeff Bezos, revelou na segunda-feira que vai investir dez mil milhões de dólares (mais de nove mil milhões de euros) da fortuna pessoal para encontrar soluções para combater …

Conselho de Ética desfavorável a projetos de lei sobre eutanásia

O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) deu "parecer ético desfavorável" a quatro projetos de lei para a despenalização da morte medicamente assistida, que vão ser debatidos no Parlamento esta quinta-feira. Os …