Funcionários públicos reclamam fim das quotas e mais transparência na avaliação

Rodrigo Antunes / Lusa

Os sindicatos dos funcionários públicos reclamam o fim das quotas, a desburocratização do sistema e o reforço da transparência no sistema de avaliação de desempenho.

A revisão do sistema de avaliação de desempenho dos funcionários públicos deverá arrancar este mês. Ao jornal ECO, os sindicatos assumem que o objetivo passa por acelerar as progressões e reclamam o fim das quotas, a desburocratização do sistema e o reforço da transparência.

No âmbito do sistema integrado de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública (SIADAP), a cada dois anos assistentes técnicos, assistentes operacionais e técnicos superiores são avaliados, mas independentemente do desempenho, apenas uma parte pode ver o seu desempenho considerado “relevante” ou “excelente”.

São estas avaliações que guiam as progressões dos trabalhadores públicos. Os funcionários precisam de dez pontos para progredirem, sendo que um “excelente” equivale a três pontos, um “relevante” equivale a dois pontos e um “adequado” equivale a um ponto. Sendo que a atribuição de notas é limitada, um funcionário público demora, em média, dez anos para progredir.

A ministra da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu anualizar o SIADAP, mas avisou que “provavelmente não será possível” diminuir para metade o tempo das progressões.

O Governo está também a ponderar repensar a tabela remuneratória única e criar “escalões intermédios” para “progressões intermédias”.

Ao ECO, o líder da Federação de Sindicatos da Administração Pública (FESAP), José Abraão, defende que os principais problemas são as quotas e a burocratização excessiva. Só 25% dos funcionários num serviço podem ter um desempenho “relevante”, enquanto apenas 5% podem ter um desempenho “excelente”.

Abraão entende que a anualização do SIADAP é uma reivindicação antiga, mas “muito importante”. Por outro lado, torce o nariz aos escalões intermédios: “Estar a inventar posições intermédias é uma visão economicista e vem frustrar expectativas dos trabalhadores”.

Por sua vez, a líder do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), Helena Rodrigues, entende que o atual sistema serve para “conter as pessoas na mesma posição remuneratória”. Para si, a anualização do SIADAP e a eliminação das quotas são fundamentais.

Sebastião Santana, líder da Frente Comum, concorda que o atual sistema tem como objetivo “reter trabalhadores em determinadas posições remuneratórias”.

O Diário de Notícias sabe que o Governo quer que a duração das comissões de serviço dos dirigentes públicos também esteja dependente da avaliação periódica dos resultados.

O documento aprovado em Conselho de Ministros na generalidade define que a ideia é criar “uma nova geração de dirigentes públicos qualificados e profissionais, cujos resultados sejam avaliados periodicamente, com efeito na duração da comissão de serviço”.

Nas Grandes Opções, para além da anualização da avaliação, o Governo compromete-se a criar prémios para os trabalhadores dos serviços com melhores desempenhos.

“O sistema de avaliação de desempenho dos trabalhadores será anualizado e simplificado, garantindo que os objetivos fixados no âmbito do sistema de avaliação de trabalhadores da administração pública são prioritariamente direcionados para a prestação de serviços ao cidadão”, lê-se no documento.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O segredo da Coreia do Sul para combater a covid-19? Tecnologia de ponta e toque humano

O sucesso da Coreia do Sul a combater a pandemia de covid-19 não assentou apenas no recurso à tecnologia de ponta — também envolveu o tradicional toque humano. De acordo com um recente relatório da Câmara …

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …