Rota do Cabo: Funcionária emitiu 15 mil números de contribuinte fraudulentos em três anos

Tiago Henrique Marques / Lusa

Funcionários das Finanças, da Segurança Social, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e advogados estão entre os principais suspeitos desta rede criminosa de auxílio à imigração ilegal.

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou, esta terça-feira, uma organização criminosa de auxílio à imigração ilegal. No total, 22 pessoas foram detidas, incluindo três advogados, dois funcionários do Fisco, dois funcionários da Segurança Social, uma inspetora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e angariadores de “clientes”.

O grupo suspeito criava empresas fantasma para criar contratos de trabalho fictícios para as centenas de imigrantes oriundos do Paquistão, Índia, Nepal ou países africanos. De acordo com o Jornal de Notícias, a rede conseguia obter documentos e autorizações de residência graças à cumplicidade de funcionários do Estado que recebiam 200 euros por cada processo, sendo que alguns eram resolvidos em apenas dois dias.

Para se perceber a dimensão desta fraude, escreve também o jornal Público, uma só funcionária da Autoridade Tributária (AT) emitiu 15 mil números de contribuinte fraudulentos num período de três anos.

Além do Fisco, a ajuda na Segurança Social também era preciosa. Para isso, uma empregada de limpeza do Centro Distrital da Segurança Social de Lisboa fazia chegar a um funcionário os requerimentos dos clientes para a emissão dos números de Segurança Social, que depois fazia chegar aos irmãos do advogado que era o líder do esquema.

O diário escreve até que havia uma expressão em código para falar com a agora arguida ao telefone, para saber se os processos já tinham sido despachados. “Trazes as chamuças hoje?”.

Os clientes pagavam entre mil e cinco mil euros ao líder desta rede para que tratasse de toda a documentação. De acordo com o JN, depois de terem os processos tratados, os imigrantes instalavam-se em França ou no Reino Unido, ou ficavam a trabalhar na agricultura em zonas como a Zambujeira do Mar ou Grândola. Caso não pagassem na totalidade os serviços prestados pelo advogado, as vítimas desta rede tinham de trabalhar até conseguir pagar as dívidas, que podiam aumentar com os juros.

Além desta situação, a rede criminosa também angariava noivas para os chamados “casamentos brancos” – um imigrante casava com uma mulher de nacionalidade portuguesa e obtinha assim o visto comunitário. Os valores pagos chegaram a atingir os 12 mil euros.

Os detidos na chamada Operação Rota do Cabo, com idades compreendidas entre os 28 e os 64 anos, são suspeitos da prática dos crimes de associação criminosa, auxílio à imigração ilegal, de casamento por conveniência, de falsificação de documentos, de abuso de poder, de corrupção ativa e passiva, de branqueamento, de falsidade informática e acesso indevido, atividade criminosa que permitiu obter elevados proventos financeiros.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …

Roubar aos ricos para dar aos pobres. Misterioso grupo de hackers desviou dinheiro para doar à caridade

Um misterioso grupo de hackers, conhecidos como hackers Darkside, doou dinheiro a duas instituições de caridade - mas esse dinheiro foi roubado pelo mesmo grupo a grandes corporações através de um ataque de ransomware. Quase podia …