Frente Comum quer aumento de 90 euros a partir de 1 de janeiro

José Sena Goulão / Lusa

A coordenadora da Federação dos Sindicatos da Função Pública, Ana Avoila

A Frente Comum reivindicou, esta segunda-feira, um “aumento mínimo” de 90 euros para todos os trabalhadores a partir de 1 de janeiro e mostrou-se convicta de que o programa do Governo não vai dar “descanso” à administração pública.

Numa conferência de imprensa, em Lisboa, na sede da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública, Ana Avoila, apresentou as reivindicações para 2020, nomeadamente os salários.

“O objetivo é o documento reivindicativo ser entregue à nova ministra no dia 6 de novembro, dia de plenário de dirigentes, delegados e ativistas da Frente Comum”, precisou a líder sindical, explicando que, “em primeiro lugar”, o sindicato quer negociar o aumento de 90 euros a partir do próximo ano, ou três euros por dia.

Do documento reivindicativo constam também um aumento do salário mínimo para 850 euros, a reposição dos 25 dias de férias, o descongelamento efetivo das promoções e das progressões nas posições remuneratórias, a reposição do valor de horas extraordinárias e a reposição dos escalões de IRS de antes dos tempos da troika, entre outras reivindicações.

“Espero que o ministro Centeno não queira ser como o Salazar. Tenho muita pena de dizer isto, mas os trabalhadores da administração pública só levavam aumentos salariais de vez em quando. Nós não podemos voltar para trás e estar num espaço que nos lembramos sistematicamente (…) desse tempo em que não havia aumentos e, quando havia, eram só para alguns mais qualificados, exatamente o que este Governo quer fazer”, defendeu a sindicalista.

“Não estou a comparar ao Salazar”, salvaguardou, explicando que o que quis dizer é que, “por analogia, este Governo está num caminho que vai lá ter”, aos tempos Salazar.

“Com o programa de Governo [apresentado no sábado], não vai haver descanso na administração pública”, adiantou Ana Avoila, explicando que os sindicatos vão ainda decidir “que caminho de luta” vão tomar com os trabalhadores para fazer valer as suas reivindicações.

Os secretários-gerais da CGTP e da UGT, Carlos Silva e Arménio Carlos, consideraram hoje que a meta do primeiro-ministro de aumentar o salário mínimo para 750 euros, em 2023, é um bom ponto de partida negocial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Candidatos do CDS pagam campanha interna do seu bolso, só João Almeida sabe quanto

Os cinco candidatos à liderança do CDS-PP vão pagar do seu bolso a campanha interna e só o deputado João Almeida tem uma estimativa de custos. Ao contrário do que acontece com os partidos políticos nas …

China fecha Wuhan. Há um risco "moderado" de vírus chegar à Europa

Com o número de casos de pessoas infetadas com o coronavírus a aumentar exponencialmente nos últimos dias, a China pararam os transportes em Wuhan,  cidade onde surgiu o surto. As autoridades de saúde da China aumentaram …

Sequenciado o genoma da misteriosa e esquiva lula-gigante

Uma equipa de cientistas acaba de sequenciar na totalidade o genoma da lula-gigante (Architeuthis dux), animal de águas profundas que nunca foi capturado vivo e do qual não se sabe praticamente nada. A descoberta, cujos …

Gestor do EuroBic encontrado gravemente ferido em casa. PJ está a investigar

Nuno Ribeiro da Cunha, o diretor do private banking do EuroBic e gestor da conta da Sonangol que efetuou algumas das transferências suspeitas no Luanda Leaks, foi encontrado com ferimentos graves nos pulsos e no …

Três mortos em queda de avião de combate a incêndios na Austrália

Três pessoas morreram esta quinta-feira na sequência da queda, ainda por razões desconhecidas, de um avião C-130 que estava envolvido no combate aos incêndios no estado australiano de Nova Gales do Sul, confirmaram as autoridades. "Não …

O planeta só consegue alimentar metade de toda a população mundial

Uma nova investigação concluiu que o atual sistema de produção de alimentos só consegue alimentar 3.400 milhões de pessoas sem exceder os limites do planeta. Na prática, a nova investigação, cujos resultados foram recentemente publicados na …

A Terra teve um campo magnético primitivo (e é mais forte do que se pensava)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, encontrou evidências que sugerem que o campo magnético primitivo que se formou à volta da Terra é mais forte do que os especialistas pensavam. …

Cientistas estão a criar oxigénio a partir de uma imitação de poeira lunar

Uma equipa de investigadores está a trabalhar num sistema capaz de produzir oxigénio respirável a partir de amostras de uma imitação de poeira lunar. A procura de um novo mundo habitável é uma das grandes aspirações …

Porto eleito uma das melhores cidades pequenas do mundo pela Monocle

O Porto foi considerada a nona melhor cidade pequena do mundo para se viver pela revista Monocle. O centro histórico, a gastronomia e as praias foram características destacadas. A revista Monocle elegeu o Porto como uma …

Teoria sugere que os OVNIs são pilotados por humanos que viajam no tempo

https://vimeo.com/386497718 Objetos voadores não identificados (OVNIs) capturaram a atenção do público ao longo das décadas. Uma teoria defende que os pilotos dos OVNIs podem ser os descendentes dos humanos que viajam para o passado para estudar …