“Oportunista”: francês vai jogar pela seleção de Espanha

Shaun Botterill / EPA

Timo Werner e Aymeric Laporte no Manchester City vs Chelsea FC.

Aymeric Laporte decidiu jogar por Espanha e pode estrear-se já no próximo mês, no Europeu. Franceses reagiram mal quando souberam desta decisão.

A seleção espanhola vai ter um reforço na defesa, no próximo Europeu de futebol. O reforço nasceu…em França. Aymeric Laporte decidiu jogar por Espanha.

O defesa que alinha pelo Manchester City nasceu em Agen e representou muitas vezes as seleções jovens de França; foi vice-campeão europeu sub-19 em 2013, sendo totalista nesse torneio. Foi convocado para a seleção principal, já sob o comando de Didier Deschamps, mas nunca chegou a jogar pela França.

O selecionador espanhol Luis Enrique queria contar com o jogador, pediu à Real Federação Espanhola de Futebol o processo de naturalização – Laporte tem dupla nacionalidade, francesa e espanhola. As suas origens são bascas e, por isso, brilhou ao serviço do Atlético Bilbau. O seu processo de naturalização já foi aprovado em Conselho de Ministros, nesta terça-feira.

O colega de equipa de Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva não entrava nas prioridades de Deschamps e, por isso, o próprio Laporte, aos 26 anos, terá interiorizado a ideia de que nunca iria jogar pela seleção campeã mundial e preferiu jogar por Espanha.

Reações em França

Precisamente o facto de nunca ter jogado pela seleção principal de França é destacado pelo jornal L’Équipe, que escreve que o central do City “sucumbiu às sirenes ibéricas”.

O mesmo diário desportivo lembra palavras de Laporte, há apenas dois meses: “Representar a seleção francesa foi sempre o meu sonho. Jogar pelas seleções jovens de França foi uma das melhores experiências da minha vida”.

“Deschamps não me convoca por razões pessoais. Mas eu sou francês, nem sequer tenho dupla nacionalidade e não vou pedir dupla nacionalidade“, dizia o central, em 2018.

Jérôme Rothen, que enquanto jogador defrontou o FC Porto na final da Liga dos Campeões em 2004, é comentador na rádio RMC. E atirou: “Quando dizes que te sentes francês, jogas pela França. Se te sentes espanhol, jogas pela Espanha. Mas não sejas oportunista“.

Outro antigo internacional francês, Emmanuel Petit, lamentou na mesma rádio que Laporte “tinha feito declarações de amor pela seleção francesa e agora, de repente, vai ser espanhol”.

Antes do Europeu, o já campeão nacional Aymeric Laporte vai ter pela frente a final da Liga dos Campeões, entre Manchester City e Chelsea. Mas curiosamente o jogador, que na Premier League é quase sempre titular ao lado de Rúben Dias, nem entrou em campo nos quartos-de-final e nas meias-finais da Liga dos Campeões. Provavelmente também ficará fora da final.

Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. A sério? Até parece novidade! Aqui temos o Pepe, o Deco e muitos outros… Naturalizaram-se portugueses porque não jogavam na sua seleção. e como estes, há muitos mais, aqui em portugal, como em todo o mundo. parece que não mesmo notícias para dar…

    • O facto de acontecer por todo o mundo, não deixa de ter interesse, considerado o habitual chauvinismo dos franceses. O seu texto tem algumas imprecisões no que refere a Portugal: Pepe optou jogar por Portugal, recusando a selecção brasileira, Portugal é o seu país de adopção, o facto é conhecido. Deco foi um negócio entre o FCP e a FPF e o jogador nunca mostrou qualquer interesse, salvo o negócio, também lhe interessava o “visto comunitário”. Agora fala-se na nacionalização, desnecessária, de Otávio, mas deve interessar ao negócio. Laporte, faz uma opção desportiva e tinha duas hipóteses: França, a preferida e a Espanha, o moço deseja jogar numa grande competição de selecções, ignorado em França, fez a escolha, desportiva, óbvia, não será por isso que deixará de ser francês com origens bascas.

      • “Pepe optou jogar por Portugal, recusando a selecção brasileira” A sério? Acha que sim? Então continue com a sua…

    • Acreditas mesmo que o Pepe não jogaria na seleção brasileira?!!!
      E quanto a este caso:
      “O selecionador espanhol Luis Enrique queria contar com o jogador, pediu à Real Federação Espanhola de Futebol o processo de naturalização – Laporte tem dupla nacionalidade, francesa e espanhola. As suas origens são bascas e, por isso, brilhou ao serviço do Atlético Bilbau.”
      O que é que não percebeste?!

      • Á primeira pergunta. Sim, acredito!
        Á segunda… E o que é que não percebeu no meu comentário? Terie usado uma linguagem muto complexa? Aqui não dá para fazer desenhos…

        • Pela sua primeira frase, fico-me já por aqui. É praticamente unânime entre centrais de todo o mundo que o Pepe foi um dos melhores centrais da história do futebol. Qualquer pessoa que perceba de futebol sabe isso. E os seus pares são claríssimos nessa observação. Era titularíssimo na seleção brasileira ou acha mesmo que o David Luís é melhor 🙂 ?

          • Unânime? Um dos melhores centrais?! e da história do futebol! É… “Pela sua primeira frase, fico-me já por aqui.”

  2. Conviria esclarecer quem é o alienado. O que é que não percebes do “Pepe recusou a selecção brasileira”? O processo de naturalização do Pepe é conhecido: pretendido pelos dois países, escolheu Portugal, justificando a opção com o seu débito material e imaterial a Portugal. Quanto à questão Laporte, vê se percebes: Luis Henrique convenceu Laporte a jogar por Espanha e ele aceitou. E como Laporte não tinha, oficialmente, a dupla nacionalidade, não a tinha requerido, o que fez agora para ser elegível. Mais uma nota a saber, a dupla nacionalidade, sendo um direito adquirível, tem que ser requerida como manifestação de vontade.

    • Não percebeste ou não me fiz entender. Quando eu digo “Acreditas mesmo que o Pepe não jogaria na seleção brasileira?!!!” estou a perguntar “Achas mesmo que o Pepe não seria titularíssimo na seleção brasileira?!”
      O Pepe não optou por Portugal por não ter lugar no Brasil! Tinha e seria titular indiscutível!!! Alguém tem dúvidas disso?!
      Quanto ao Laporte é de origem basca e que eu saiba já não é o primeiro basco a nascer de um lado e a jogar do outro.

      • Concordo em absoluto com o esclarecimento. O Pepe seria titularíssimo, hoje, na selecção brasileira, 10 anos atrás era dos dois melhores do mundo na posição. A sua recusa do Brasil, foi uma bofetada nos brasileiros que só convocam os jogadores que jogam na sua “Europa” e não consideram que Portugal faça parte da mesma. Pepe é um jogador controverso, mas como pessoa parece muito especial: Portugal é o seu país, o Porto a sua cidade, a companheira é portuguesa e os filhos idem. o Brasil é só para férias. Não é casualidade que seja tão consensual entre os portugueses, todos sentimos a sua genuína portugalidade.

        • E até tem casa no Gerês… embora “ilegal” 🙂
          É boa pessoa, é português e é do FCP 🙂 e para mim um dos melhores centrais do mundo de sempre.

RESPONDER

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …