França vai lançar sistema nacional de reconhecimento facial. É o primeiro país da Europa a fazê-lo

Beatrice Murch / Wikimedia

_

A França prepara-se para implementar um sistema nacional e obrigatório de reconhecimento facial, tornando-se assim no primeiro país da Europa a implementar esta medida que conta com o apoio do Presidente Francês.

O sistema em causa, apelidado de Alicem (autenticação online certificada em dispositivos móveis), procura fornecer aos cidadãos uma “identificação digital segura” que lhes dê acesso a serviços públicos, sociais, bancários, governamentais e privados.

Na prática, os cidadãos terão que fazer uma identificação facial através de uma aplicação desenvolvido pelo Ministério do Interior do país para aceder a determinados serviços.

De acordo com a Bloomberg, este é um projeto que tem a aprovação do Presidente francês Emmanuel Macron e devem ser implementando já em novembro.

O sistema, operado através de uma app, servirá para provar a identidade de um cidadão na Internet de forma segura. Tal como frisa a Bloomberg, este é um programa de âmbito nacional e os cidadãos franceses não têm a opção de não participar no mesmo caso queiram aceder aos serviços abrangidos.

“O Governo quer canalizar as pessoas para usarem o Alicem e o reconhecimento facial”, disse Martin Drago, advogado do grupo de privacidade La Quadrature du Net que avançou com o processo contra o Estado. “Estamos a adotar o uso em massa de reconhecimento facial. Há pouco interesse na importância do consentimento e da escolha”, lamentou, citado pelo mesmo órgão de comunicação.

Há ainda outras preocupações: no início deste ano, um hacker invadiu em apenas 50 minutos um sistema de mensagens do Governo que era, supostamente, “ultra-seguro”, fazendo aumentar as preocupações quanto à segurança deste sistema. Os legisladores da oposição temem ainda que este sistema seja utilizado para rastrear manifestantes violentos, como aqueles que participaram nos protestos dos “Coletes Amarelos”.

Como funciona o Alicem?

O Alicem é um aplicativo apenas para Android e o reconhecimento facial será o seu único facilitador. As identificações individuais serão criadas através de uma inscrição exclusiva que compara a fotografia de um passaporte biométrico com um vídeo criado através da aplicação desenvolvida, que capta “expressões faciais, movimentos e ângulos” e mede parâmetros como “a distância entre os olhos”.

Precisa o The Telegraph que a aplicação lê o micro-chip de um determinado passaporte eletrónico e cruza a sua fotografia biométrica com o utilizador do telemóvel via reconhecimento facial para validar a sua identidade. A app, o telemóvel e o passaporte vão comunicar-se através dos seus micro-chips integrados.

Uma vez que a sua identidade for validada, o utilizador por aceder a uma série de serviços públicos sem ser necessário mais validações.

Ao introduzir esta medida, a França vai juntar-se a outros Estados que usam já esta tecnologia. Paris insiste, contudo, que ao contrário de outros países, estes sistema não será utilizado para controlar os cidadãos.

Ao contrário da China e Singapura, França assegura que não irá integrar o reconhecimento facial biométrico nos bancos de dados de identidade dos cidadãos. O Ministério do Interior afirma que os dados de reconhecimento facial recolhidos serão excluídos quando o processo de registo terminar.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É impressionante como os cidadãos Europeus assistem impávidos e serenos à implantação de uma ditadura neoliberal, levada a cabo pelos regimes da Inglaterra e do sr. Macron.

    Outra coisa que não se entende, é como é que um pais como a República da França permite que o regime neoliberal chefiado pelo sr. Macron (autor de centenas de detenções de cidadãos por motivos políticos), continue a destruir a economia do país, a liberdade, os direitos cívicos e humanos, a promover o desemprego, e a servidão aos países anglo-saxónicos.

RESPONDER

Pessoas que espalham ódio na Internet tendem a ser psicopatas

Os utilizadores da Internet que publicam comentários de ódio sobre outras pessoas tendem a ter traços psicopáticos. Por outro lado, os cientistas não encontraram uma correlação entre essa prática e narcisismo ou maquiavelismo. Estes utilizadores são …

Polícia britânica tingiu de negro uma lagoa azul para afastar visitantes

A Polícia britânica decidiu tingir de negro uma lagoa azul muito procurada na região de Derbyshire, visando assim afastar os visitantes e fazer com que estes cumpram o isolamento social exigido pelas autoridades para travar …

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …