França admite ato terrorista no ataque à sede da polícia de Paris

As autoridades antiterrorismo assumiram a investigação do assassínio de quatro pessoas na sede da polícia de Paris, tratando agora o incidente como um possível ato de terrorismo.

Esta sexta-feira, as autoridades antiterrorismo francesas assumiram a investigação do assassínio de quatro pessoas na quinta-feira na sede da polícia de Paris, tratando agora o incidente como um possível ato de terrorismo, anunciou o Ministério Público.

“Tendo em conta os elementos recolhidos nesta altura nas investigações (…), a Procuradoria Nacional Antiterrorismo assumiu a investigação”, indicou a mesma fonte. O Ministério Público de Paris precisou que as novas informações estão relacionadas com os antecedentes do atacante.

Um homem de 45 anos esfaqueou mortalmente na quinta-feira quatro pessoas (três agentes policiais e um funcionário administrativo) nas instalações da sede da polícia de Paris, antes de ser abatido por um elemento das forças de segurança.

Poucas horas depois, uma fonte próxima do processo, citada pela agência France Presse (AFP), avançou que o atacante, identificado como um funcionário civil administrativo (informático) que trabalhava desde 2003 nos serviços de informação na sede da polícia de Paris, “tinha-se convertido ao islamismo há 18 meses”.

Inicialmente, a linha de investigação do incidente explorou a pista de um eventual conflito pessoal. Os investigadores entraram nos sistemas do computador e do telemóvel do atacante à procura de possíveis motivos, bem como interrogaram a sua mulher e várias testemunhas.

Horas antes deste anúncio do Ministério Público sobre a mudança da linha de investigação, as autoridades tinham afirmado que o atacante não tinha um historial de problemas psiquiátricos e que os investigadores não tinham encontrado, até ao momento, provas que indicassem que o homem tivesse sido radicalizado por extremistas.

No mesmo dia do ataque, o Presidente francês, Emmanuel Macron, deslocou-se à sede da polícia de Paris, localizada no centro histórico da capital francesa, perto da Catedral de Notre-Dame e em frente do Palácio de Justiça, para “mostrar apoio e solidariedade a todos os funcionários”.

O ataque ocorreu um dia depois de uma manifestação de cerca de 20 mil polícias em Paris, numa “marcha da ira”, mobilização inédita há 20 anos. Os três principais sindicatos da polícia francesa convocaram o protesto para travar os suicídios no seio da corporação e reivindicarem melhores condições de trabalho.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …