Depois da tensão com Itália, França está disponível para acolher migrantes do Aquarius

Christophe Petit Tesson / EPA

O Presidente francês, Emmanuel Macron

França está disponível para acolher migrantes do navio Aquarius que se enquadrem “nos critérios do direito de asilo”, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em comunicado, o Governo francês referiu que a proposta foi “acolhida favoravelmente por Espanha”, país onde o navio deverá atracar no sábado com 629 migrantes a bordo.

O Aquarius, da organização não-governamental francesa SOS Mediterranée, foi proibido de atracar no domingo passado em Itália e, depois, em Malta, situação que só foi desbloqueada no dia seguinte com a oferta do novo primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, de o acolher no porto de Valência.

O navio partiu na terça-feira para Espanha, escoltado por duas embarcações da Marinha italiana, com as quais repartiu os migrantes que se encontravam a bordo, 123 dos quais são menores não acompanhados e sete grávidas.

Na quarta-feira, o novo ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, desafiou o Presidente francês, Emmanuele Macron, a provar a “generosidade” no acolhimento aos migrantes, considerando que França não respeitou os compromissos nesta matéria.

Ao intervir no Senado, o ainda presidente da Liga disse que França se comprometeu a acolher “9.816 migrantes” chegados nos últimos anos a Itália, mas que não acolheu mais de 640. Convidou mesmo o chefe de Estado francês a “passar da palavra aos atos” e a dar “um sinal de generosidade”, acolhendo estes imigrantes.

Macron e o novo chefe do Governo italiano, Giuseppe Conte, têm encontro marcado para esta sexta-feira mas a tensão provocada pelo caso Aquarius parecia ter posto em causa essa reunião. Porém, segundo o Público, bastou um telefonema para resolver a questão.

Vários membros do Governo de Conte, sobretudo os líderes dos partidos vencedores sas eleições de Março, Matteo Salvini e Luigi Di Maio, exigiram um pedido de desculpas a Macron para que o encontro não fosse anulado.

Em vez disso, o Presidente francês telefonou a Conte e assegurou não ter feito “nenhuma declaração com o objetivo de ofender a Itália e o povo italiano”, sem retirar uma palavra ao que dissera sobre o seu Governo, avança o jornal.

A duas semanas do Conselho Europeu onde os líderes vão tentar chegar a acordo para um conjunto de regras comuns sobre fronteiras e direito de asilo, Macron e Conte pretendem “aprofundar a sua cooperação bilateral e europeia para desenvolver uma política de imigração eficaz com os países de origem e de trânsito, pondo em prática uma melhor gestão comum das fronteiras e um mecanismo europeu de solidariedade no acolhimento de refugiados”, cita ainda o diário.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Refugiado detido que escreveu um livro pelo Whatsapp conquista a liberdade

O jornalista e escritor curdo-iraniano Behrouz Boochani, que estava detido há seis anos num centro de imigrantes na Austrália, conquistou a liberdade. Boochani escreveu, através de mensagens da rede social Whatsapp, o livro “No Friend But …

Pinto Luz não se resigna a disputar "campeonato dos pequeninos"

O candidato à liderança social-democrata afirmou, esta segunda-feira, não se resignar a um partido que disputa o "campeonato dos pequeninos" ou é "uma segunda escolha do PS", pedindo a "quem não gosta deste PSD" que …

Militares portugueses já salvaram mais de 14 mil migrantes no Mediterrâneo

Marinha, Polícia Marítima e Unidade de Controlo de Costa da GNR, ao serviço da agência Frontex, no sul de Espanha e de Itália, já resgataram 14.151 migrantes no Mediterrâneo desde 2014. As equipas militares portuguesas, a …

Estudantes de Medicina dizem adeus ao "terrível" Harrison

Mais de 2.700 recém-licenciados de Medicina realizaram, esta segunda-feira, a Prova Nacional de Acesso (PNA), que substitui o "terrível" Harrison. Esta segunda-feira, mais de 2.700 candidatos responderam pela primeira vez a 150 questões da Prova Nacional …

Vítimas de legionella de Vila Franca de Xira reclamam 2,6 milhões ao Estado

A Associação de Apoio às Vítimas do Surto de Legionella de Vila Franca de Xira reclama uma indemnização de 2,6 milhões de euros por falhas e omissões de entidades públicas em relação às vítimas que ficaram …

Pelo menos três mortos em tiroteio em supermercado no Oklahoma

Pelo menos três pessoas morreram, esta segunda-feira, num tiroteio num supermercado da cadeia Walmart em Duncan, cidade do Estado norte-americano Oklahoma. O responsável da polícia de Duncan, Danny Ford, citado pela televisão local TNN-ABC, indicou que …

Benfica tem 125 jogadores com contrato profissional. Sporting tem 123 e o FC Porto só 80

O Benfica tem assinado contratos profissionais com cada vez mais jogadores, ao longo dos últimos anos. Actualmente, o clube da Luz tem contrato com 125 atletas. O Sporting está lá perto, com vínculos profissionais com …

Rússia está a negociar a troca de espiões ao estilo do que acontecia na Guerra Fria

A Rússia, a Noruega e a Lituânia realizaram recentemente uma troca de espiões, garantindo o retorno de vários agentes capturados aos seus países de origem. De acordo com chefe da contrainteligência lituana, citado pelo Moscow Times, …

"Totalmente depauperado". Bruno de Carvalho pede dispensa das sessões de julgamento

O ex-presidente do Sporting, que disse ser comentador desportivo, pediu dispensa das sessões, alegando não ter meio de transporte e estar completamente "depauperado". Arrancou, esta segunda-feira, no Tribunal de Monsanto, em Lisboa, o julgamento de 44 …

Nike deixa de vender produtos através da Amazon

A marca desportiva Nike vai deixar de vender as suas peças de roupa e calçado diretamente através da Amazon, acabando com um contrato firmado em 2017, no qual concordava em vender uma variedade limitada de produtos …