Foto do assassinato de embaixador russo vence World Press Photo

Burhan Ozbilici / The Associated Press / World Press Photo

-

A imagem do assassinato do embaixador russo na Turquia, por um polícia, captada pelo fotógrafo turco Burhan Ozbilici, venceu esta segunda-feira o World Press Photo 2017.

A foto escolhida pelo júri do prémio internacional mostra o polícia turco de pé, ao lado do corpo do embaixador Andrei Karlov, após o assassinato, durante um discurso na inauguração de uma exposição de arte na capital da Turquia.

A imagem, captada pelo fotógrafo turco Burhan Ozbilici, faz parte de uma série intitulada “An Assassination in Turkey” (“Um assassinato na Turquia”), que também conquistou o prémio na categoria Spot News – Stories.

A sequência de fotografias foi feita antes, durante e depois de Mevlut Mert Altintas ter disparado vários tiros ao embaixador, a 19 de dezembro do ano passado.

Na foto, o atirador, vestido com fato e gravata, ergue-se, de forma desafiante, levantando a mão esquerda armada, apontando para o ar, enquanto o corpo do embaixador se encontra estendido no chão, atrás do polícia.

O presidente do júri, Stuart Franklin, comentou que a imagem captada por Ozbilici “é uma incrível fotografia de grande impacto noticioso” mas já admitiu que votou contra.

“Esta imagem de terror não deveria ser a fotografia do ano. Eu votei contra“, afirma o presidente do concurso internacional num artigo de opinião publicado hoje na edição online do jornal britânico The Guardian.

Franklin admite que a fotografia de Ozbilici “tem impacto, sem dúvida”, e era favorável que vencesse na categoria de “Spot News – Stories”, mas não para fotografia do ano.

É a imagem de um assassinato, com o assassino e o morto, ambos na mesma fotografia, e moralmente é tão problemático como publicar um terrorista a decapitar a vítima”, sustenta o presidente do júri.

“Colocar esta fotografia num pedestal tão alto é um convite àqueles que contemplam a espetacularidade destes palcos: reafirma a associação do martírio e publicidade“, considera ainda.

Franklin elogia o trabalho do fotógrafo turco e considera que merece reconhecimento, mas recorda que o debate sobre esta questão não é novo e que o seu voto contra foi por recear que os grandes prémios amplifiquem as mensagens de terroristas pela publicidade adicional.

É a terceira vez que a cobertura de um assassinato vence o concurso World Press Photo, sendo a mais conhecida, a da morte de um suspeito guerrilheiro Vietcong, captada por Eddie Adams em 1968.

A imagem vencedora deste ano foi escolhida entre 80.408 fotografias submetidas a competição por 5.034 fotógrafos de 125 países e o júri premiou 45 fotógrafos de 25 países, em oito categorias.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Catarina Martins desvaloriza críticas internas. BE "é o partido mais plural da sociedade portuguesa"

Catarina Martins disse ser natural que sejam apresentadas várias moções à convenção do partido. Alguns membros apontam falta de debate interno, críticas relativizadas pela coordenadora. Catarina Martins considerou natural que se apresentem várias moções à convenção …

Homens e mulheres já podem entrar juntos em restaurantes na Arábia Saudita

A Arábia Saudita acabou com a exigência de entradas separadas em restaurantes para homens e mulheres e com a separação entre sexos à mesa. Até agora era obrigatório ter uma entrada para famílias e mulheres …

Exército japonês pediu uma escrava sexual para cada 70 soldados na II Guerra Mundial

Durante a Segunda Guerra Mundial, o exército do Japão pediu ao Governo que fornecesse uma escrava sexual para cada 70 soldados, de acordo com documentos históricos analisados pela agência de notícias nipónica Kyodo News. Os 23 …

Centeno apresenta linhas gerais do Orçamento aos partidos na terça-feira

Mário Centeno apresenta aos partidos, esta terça-feira, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado. Só o Livre fica de fora por "impedimento de agenda". O Governo apresenta amanhã, dia 10 de dezembro, as linhas …

Amianto. Fenprof vai apresentar queixa em Bruxelas

A Fenprof acusa o Governo português de não cumprir a diretiva comunitária que impõe a retirada de amianto de edifícios públicos, incluindo escolas. A Federação Nacional de Professores (Fenprof) vai apresentar uma queixa à Comissão Europeia …

Luís Maximiano: "Battaglia levou com o garrafão de água e o Misic com um cinto na cara"

O guarda-redes do Sporting disse esta segunda-feira que ficou “bloqueado e sem reação” durante o ataque à Academia de Alcochete, descrevendo as agressões aos colegas de equipa, após a entrada no balneário de mais de …

Peritos da Ordem admitem práticas ilícitas na venda de produtos no BES e Banif

Os peritos da Ordem dos Advogados que analisaram as reclamações de lesados do BES e do Banif disseram esta segunda-feira aos jornalistas que encontraram indícios de práticas ilícitas na venda de produtos financeiros por aqueles …

Já há rascunho do acordo da COP25 (mas nada está ainda totalmente fechado)

Esta segunda-feira arranca a semana decisiva, depois de uma semana de trabalho técnico ara definir as linhas que vão dar origem ao documento final da 25.ª Convenção das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas …

Novos escalões de IRS só serão criados "a meio da legislatura"

Esta segunda-feira, o Governo disse aos parceiros sociais que só deverão acontecer "mexidas no IRS", nomeadamente a criação de novos escalões, a meio desta legislatura. O Governo de António Costa confirmou aos parceiros sociais que a …

Navios em Portugal poluem tanto quanto as oito cidades com mais carros

O transporte marítimo deve integrar o regime de comércio de licenças de emissão da União Europeia (UE), defendeu, esta segunda-feira, a associação ambientalista ZERO, exigindo limites de emissão de dióxido de carbono (CO2) para navios …