Forssmann amarrou uma enfermeira, enfrentou um médico e ganhou um Nobel

Nevit Dilmen / Wikimedia

Radiografia raio-x toraxico

Werner Forssmann esforçou-se em nome da Ciência e realizou uma auto-experiência em circunstâncias extremamente desafiadoras. Acabou por ser despedido, mas o feito valeu-lhe o Prémio Nobel.

Em 1929, Werner Forssmann trabalhava num hospital em Eberswalde, no norte de Berlim. Naquela altura, o médico cirurgião estava convicto de que era possível cateterizar o coração inserindo um tubo numa veia do cotovelo e empurrando-o até ao órgão.

A sugestão parecia tão desequilibrada que os médicos veteranos acabaram por rejeitá-la, argumentado que o procedimento mataria qualquer paciente disposto a submeter-se a tal.

Mas Forssmann não desistiu. De acordo com o IFL Science, o seu chefe aconselhou-o a realizar a experiência em animais, mas o cirurgião – disposto a inserir um tubo no seu próprio coração contra todos os conselhos médicos e sem pensar nas consequências – acabou por decidir realizar o procedimento sozinho.

E só necessitava de uma autorização: a de Gerda Ditzen, a enfermeira responsável pela sala de cirurgias e que lhe permitia ter acesso aos instrumentos cirúrgicos e à anestesia local de que precisava. A enfermeira ficou tão convencida que decidiu oferecer-se para realizar o procedimento em si mesma.

Ditzen queria realizar o procedimento sentada numa maca, mas Forssmann convenceu-a a deitar-se. Amarrou-lhe os membros superiores e inferiores e, sem a enfermeira se aperceber, aplicou a anestesia no seu próprio braço, determinado a realizar a experiência em si mesmo.

Enquanto esperava que a anestesia fizesse efeito, o médico cirurgião continuou a fingir que estava a preparar o cateterismo. Assim que deixou de sentir o braço, fez um corte e empurrou o cateter de 30 centímetros pela sua própria veia. Depois, pediu a Ditzen para chamar a enfermeira responsável pelos raios-x.

Já noutro departamento do hospital, enquanto esperava para fazer um raio-X, o médico Peter Romeis tentou arrancar o cateter da veia de Forssmann, numa tentativa desesperada de salvar a sua vida.

Destemido, o médico cirurgião conseguiu enfrentá-lo e fez um raio-X de si mesmo, que lhe permitiu descobrir que o tubo havia atingido a articulação do ombro. Forssmann empurrou-o até ter 60 centímetros de tubo dentro da veia.

Eis que, nesse momento, atingiu o seu objetivo: a cavidade ventricular.

O médico-chefe de Eberswalde ficou furioso com Forssmann, mas acabou por parabeneziar o seu feito e autorizar a realização do mesmo procedimento num paciente terminal, como método de entrega de fármacos.

No entanto, quando Forssmann publicou os resultados da sua auto-experiência médica, foi imediatamente demitido e expulso do hospital alemão, com a argumentação de que não era assim que se iniciava uma carreira de cirurgião.

Depois disso, assumiu o cargo de urologista, antes de se tornar cirurgião militar e major na II Guerra Mundial. Em 1932, o médico ingressou no partido nazi e acabou por ser um prisioneiro de guerra.

Mais de 20 anos depois do controverso procedimento médico, Werner Forssmann viu todo o seu esforço valer a pena.

Enquanto esteve preso, os médicos André Frédéric Cournand e Dickinson Richards leram o seu trabalho e desenvolveram-no, aplicando-o ao diagnóstico e à pesquisa de doenças cardíacas. E, em 1956, Forssmann acabou por ser nomeado co-vencedor do Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina.

  Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a determinação da princesa Ka'iulaniem não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …

Preço da luz no mercado regulado deverá subir 0,2% em 2022

O preço da eletricidade para os consumidores do mercado regulado deverá subir 0,2% no próximo ano face à média do ano em curso, segundo a proposta da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) hoje anunciada. “Para …

Governo recua e anuncia redução de imposto sobre combustíveis. Gasolina desce dois cêntimos e gasóleo um

Com a subida abrupta do preço dos combustíveis, o Governo anunciou esta sexta-feira à tarde que irá reduzir o ISP. Na prática, ao consumidor isto significa que o preço da gasolina vai baixar dois cêntimos …

Bolsonaro admite que chora sozinho na casa de banho

Num encontro organizado pela igreja evangélica Comunidade das Nações, em Brasília, na quinta-feira, o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, admitiu que costuma chorar na casa de banho. “Quantas vezes eu choro na casa de banho, em …

Jogadores em greve no Brasil, presidente no Estádio da Luz

Crise financeira grave no Cruzeiro, jogadores não apareceram para treinar e o presidente estava em Portugal. O plantel do Cruzeiro não apareceu no treino marcado para a tarde desta quinta-feira. Na véspera, os jogadores já tinham …

"É devastador": os millenials que querem ter filhos, mas não têm condições financeiras

Têm três empregos, querem mudar de carreira ou estão a mudar-se para zonas distantes para ter alojamento mais acessível. Assim é a vida dos millenials, que fazem tudo para juntar dinheiro suficiente para sustentar uma …

Milionário Robert Durst condenado a prisão perpétua por matar melhor amiga

O tribunal de Los Angeles condenou o excêntrico milionário de 78 anos a pena perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional, pelo homicídio em primeiro grau de Susan Berman (o equivalente a homicídio qualificado), segundo a …

Cientistas tentam desvendar por que comemos demais

Em 2019, cientistas descobriram que certas células em ratos obesos impediam os sinais que indicam a sensação de saciedade. Agora, uma nova investigação fez uma abordagem ainda mais profunda sobre o papel destas células. O estudo, …

"Tenho todas as condições para vencer as eleições legislativas de 2023", diz Rangel

Paulo Rangel apresentou esta tarde formalmente a sua candidatura à liderança do PSD e afirma que tem todas as condições para unir o PSD e vencer as eleições legislativas em 2023. Em conferência de imprensa, o …

Putin admite aceitar pagamentos com criptomoedas num futuro próximo

Vladimir Putin admitiu que as criptomoedas têm valor, adiantando que esta forma de pagamento poderá tornar-se viável no país. Contudo, para já "ainda é muito cedo" para fazer previsões devido à sua natureza "incerta". A notícia …