Força Aérea faz ajuste direto de 54 mil euros para comprar relógios. São “criação artística”

(dr) Força Aérea Portuguesa

A Força Aérea Portuguesa gastou cerca de 54 mil euros na compra de 200 relógios de pulso para comemorar o 60.º aniversário da base aérea de Monte Real, no concelho de Leiria, avança esta quinta-feira o jornal Público.

Trata-se de uma “edição exclusiva” de relógios de movimento mecânico da marca Nautica, modelo Porthole, numerados e com bracelete em silicone. A encomenda estipulava que tinham de vir acondicionados num “estojo especial comemorativo”, detalha o matutino.

A compra dos 200 exemplares foi feita através de um ajuste direto com a empresa Torres Joalheiros, tendo invocado a Força Aérea uma disposição do Código dos Contratos Públicos destinada à aquisição, por parte do Estado, de obras de arte.

De acordo com o Código dos Contratos Públicos, e tendo em conta que se trata de um ajuste superior a 20 mil euros e inferior a 75 mil, “pelo menos três entidades” deveriam ter sido convidadas a propor preços diferentes para a encomenda.

(dr) Força Aérea Portuguesa

Os relógios, mais do que acessórios, são “criações artísticas”, diz a FAP

Em declarações ao Público, o departamento de Relações Públicas da Força Aérea explicou que este procedimento não foi seguido uma vez que os relógios em causa, mais do que acessórios, são “criações artísticas”, o que, de acordo com a alínea e) i) do artigo 24 do referido código, permite a compra por ajuste direto.

“Devido às características de personalização que foram integradas no relógio e estojo, criados de propósito e em exclusivo para a comemoração dos 60 anos da Base Aérea 5, estes bens possuem características artísticas únicas, o que está de acordo com (…) o Código dos Contratos Públicos, que prevê que seja escolhido o procedimento por ajuste direto quando esteja em causa a aquisição de uma criação artística, como se verifica na presente peça”, justificou a Força Aérea.

O jornal Público recorda ainda que este ponto da lei já por várias vezes ter sido alvo de interpretações mais abrangentes levou chegou a merecer, noutras ocasiões, repreensão do Tribunal de Contas, mesmo em casos de compra de verdadeiras obras artísticas.

A Força Aérea garante ainda que vai recuperar o valor revendendo estes acessórios a militares interessados por 280 euros, mais dez do que o preço a que custaram. Os relógios estão à venda no site deste ramo das Forças Armadas desde 5 de setembro de 2019.

  ZAP //

 

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Correção: Há um modelo a 250 USD mas, todo em metal. Note-se que este é o PVP. Aquisições de 200 unidades, numeradas ou não, com certeza que beneficiariam de um desconto…

  2. Para além das “irregularidades” processuais, nem sequer é bonito, nada tem a ver com aviação (excepto a caixa personalizada), e o preço é elevadíssimo!

    Neste caso talvez não haja nenhuma “corrupção”! Mas há seguramente muita incompetência!

RESPONDER

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …

Professores do Uganda deixam as salas de aula para se tornarem fabricantes de caixões low-cost

Quando a covid-19 obrigou ao encerramento das escolas no Uganda, Livingstone Musaala abriu mão do seu trabalho como professor de matemática para se dedicar à construção de caixões de valor acessível - numa altura em …

Casos de covid-19 entre os alunos mais novos não aumentaram no primeiro mês de aulas

Um mês depois do início do ano letivo, não se registou um aumento de casos de covid-19 entre os alunos mais novos. De acordo com o jornal Público, o regresso ao ensino presencial não se refletiu …

Imagem procurava mostrar que "Portugal e Espanha são mais fortes quando estão juntos", disse Vox a Ventura

O líder do Chega afirmou hoje que o Vox lhe transmitiu que, ao partilhar uma imagem da dinastia filipina onde mostra Portugal anexado por Espanha, pretendia mostrar que os dois países “são mais fortes quando …

Em La Palma, empresas usam drones para alimentar animais isolados pela lava

Duas empresas espanholas utilizam drones para alimentar os animais que estão encurralados no meio da lava lançada pelo vulcão de La Palma. Numa altura em que a lava se estende pela ilha a um ritmo muito …

CDS acusa Governo de comprar voto do PAN no OE com medida sobre as touradas

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles acusou esta quinta-feira o Governo de estar a comprar o voto do PAN no Orçamento do Estado para 2022 com a proibição das touradas para menores de 16 anos. Na …

Se for eleita, Le Pen irá desmantelar as turbinas eólicas

A candidata à presidência francesa Marine Le Pen disse que, se for eleita presidente no próximo ano, acabará com todos os subsídios destinados às energias renováveis e derrubará as turbinas eólicas. Marine Le Pen, candidata do …

Sonae admite ser "inevitável" aumento de custos devido à subida do preço dos combustíveis

O administrador da Sonae MC Miguel Águas afirmou hoje que "é inevitável" que haja aumentos de custos ao longo da cadeia devido à subida do preço do combustível, mas trabalha para que "impacto não seja …

Entre promessas por cumprir e a saída do Afeganistão, Biden está a perder popularidade - e os Democratas estão preocupados

Já desde Agosto que a popularidade de Joe Biden tem estado em queda e a perda de energia nos eleitores independentes está a preocupar os Democratas na preparação para as intercalares do próximo ano. Uma …