Alexandre Quintanilha cabeça de lista no Porto, Helena Freitas em Coimbra

ICBAS

O professor Alexandre Quintanilha

O professor Alexandre Quintanilha

Os professores catedráticos Alexandre Quintanilha e Helena Freitas serão cabeças de lista pelo PS nos círculos eleitorais do Porto e de Coimbra, respectivamente, disse à agência Lusa fonte oficial socialista.

Com a escolha de Alexandre Quintanilha, professor do ICBAS e ex-director do Instituto de Biologia Molecular e Celular da Universidade do Porto, e de Helena Freitas, doutorada em ecologia, o secretário-geral do PS pretendeu transmitir um “sinal de renovação” e de aposta na captação de alguns dos melhores quadros científicos nacionais.

Nascido em Moçambique em 1945, Alexandre Quintanilha formou-se em Física e especializou-se em Física Teórica, tendo um doutoramento em Física do Estado Sólido.

O físico mudou a orientação da sua carreira para a área da Biologia em 1972. Depois de 18 anos na Universidade de Berkeley, na Califórnia, Quintanilha regressou a Portugal em 1990.

Também dois antigos líderes da JS, José Apolinário e Margarida Marques, vão regressar  à primeira linha da vida política, encabeçando listas de candidatos a deputados por Faro e Leiria, anunciou o secretário-geral socialista, António Costa.

Margarida Marques e José Apolinário lideraram a JS durante quase toda a década de 80 e ambos antecederam nesse cargo a António José Seguro.

Os nomes dos cabeças de lista do PS nas eleições legislativas foram comunicados por António Costa logo na abertura da reunião da Comissão Política Nacional deste partido, que inicia o processo de escolha de candidatos a deputados.

As próximas eleições legislativas, que ainda não foram marcadas pelo Presidente da República, deverão decorrer no final de Setembro ou princípio de Outubro.

António José Seguro / Flickr

O ex-líder do Partido Socialista, António José Seguro

O ex-líder do Partido Socialista, António José Seguro

António José Seguro não quis integrar as listas

O dirigente socialista Álvaro Beleza afirmou que transmitiu ao líder do PS, António Costa, que o seu antecessor, António José Seguro, não quer integrar as listas de deputados, pretendendo manter-se afastado da vida política.

“Na última conversa que tive com o secretário-geral do partido, António Costa, de facto, ele falou-me na possibilidade de António José Seguro integrar as listas deputados do PS, mas eu disse-lhe que há mais vida para além da política e que o António José Seguro está dedicado à sua vida académica e à família“, declarou Álvaro Beleza, embora ressalvando não ser “o porta-voz” do anterior líder.

Perante a insistência dos jornalistas, Álvaro Beleza disse que Seguro entende que “há um tempo na vida para tudo” e que agora “quer dedicar-se à vida académica”.

“Não sou mensageiro, mas na conversa que tivemos sobre todo este processo que tem vindo a desenrolar-se desde as eleições primárias do PS, António Costa falou-me nisso e eu transmiti-lhe a minha opinião. Sou amigo do António José Seguro há 30 anos, falo algumas vezes com ele e transmiti isso”, afirmou.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rui Pinto terá feito denúncias anónimas que não foram investigadas

A ex-eurodeputada Ana Gomes disse esta terça-feira que Rui Pinto, colaborador do Football Leaks, fez denúncias anónimas entre 2017 e 2018, na plataforma eletrónica do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) que não …

Já não há sobrelotação do sistema prisional, garante Van Dunem

Apesar de admitir a existência de estabelecimentos prisionais com reclusos a mais, Francisca Van Dunem rejeita a ideia de sobrelotação. Por outro lado, reconhece que parte do edificado do sistema se encontra degradado. A ministra da …

Enjoos na TAP. Sindicato negoceia novas medidas para resolver odores no A330

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) discutiu esta tarde com responsáveis da TAP novas medidas mitigadoras da contaminação do ar no A330 que está a provocar enjoos, vómitos, cansaço e …

Sindicatos querem que Ministério Público investigue suicídios na polícia

O presidente adjunto da Federação Nacional dos Sindicatos de Polícia, Peixoto Rodrigues, disse esta terça-feira que vai pedir à Procuradoria-Geral da República (PGR) para investigar os casos de suicídio registados este ano na PSP. Em declarações …

Por problemas éticos, Polícia dos Políticos. Ser deputado já não será a mesma coisa

Depois de uma legislatura vincada por vários problemas éticos no interior do Parlamento, houve ajustes a fazer. As regras para deputados advogados, subsídios ou moradas mudaram e, a partir de outubro, ser deputado será um …

Interrogatórios sobre queda de árvore na Madeira só depois das eleições regionais

Os interrogatórios sobre a queda da árvore do Monte, na Madeira, só vão decorrer depois das eleições regionais, avança a imprensa madeirense. A tragédia aconteceu a 15 de agosto do ano passado, antes de uma procissão …

Lagosta e vinho caro. Excentricidades levaram ministro francês do Ambiente a demitir-se

Após a polémica em torno dos seus grandes gastos enquanto presidente da Assembleia Nacional francesa e governante, François de Rugy saiu do Governo. No entanto, diz-se vítima de "linchamento mediático". François de Rugy, ministro francês do …

Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes. Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro …

Comentários racistas de Trump condenados na Câmara de Representantes

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira uma moção na qual condena o presidente Donald Trump pelos "comentários racistas" dirigidos a quatro mulheres congressistas, sugerindo-lhes que "regressassem aos seus países de origem". A …

PCP quer creches gratuitas e passes sociais em todo o país

O secretário-geral comunista destacou sete compromissos, incluindo a ideia de uma rede de creches gratuitas e o limite máximo de 40 euros para os passes sociais, na apresentação do programa eleitoral do partido, num hotel …