Fisco condenado a devolver 2930 euros de imposto sobre carro importado

O Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD) de Lisboa voltou a condenar o Fisco a devolver parte do ISV cobrado a um contribuinte na importação de um carro.

A Autoridade Tributária (AT) foi condenada a devolver 2930 euros a um contribuinte, que contestou o valor do imposto sobre veículos (ISV) cobrado por um carro importado em abril, escreve o Público.

A decisão foi tomada pelo Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD) de Lisboa, que já tinha condenado o Fisco, em maio, num caso semelhante com o mesmo queixoso, apesar de o veredicto ter vindo de outro árbitro.

A condenação relaciona-se desta vez com a importação de um Mercedes GLS 350D, de janeiro de 2018, com um valor de venda de 111 mil euros, segundo o jornal ECO. O Fisco cobrou 21 mil euros de ISV, com 9512,22 euros a corresponder à componente de cilindrada e 14.654,29 euros que diziam respeito à componente ambiental.

As regras estipulam que, nos carros em segunda mão, há uma depreciação, correspondendo neste caso a uma redução em 20%. O Estado insiste em aplicar essa redução apenas à componente de cilindrada, mas o CAAD voltou a dizer que isso leva o Governo a violar o artigo 110.º do Tratado de Funcionamento da União Europeia.

Para cumprir as regras europeias, a Autoridade Tributária deveria aplicar a mesma redução de 20% sobre a componente ambiental, algo que o Estado tem recusado e, por isso, enfrenta também um processo de infração instaurado por Bruxelas, que deverá divulgar em breve um parecer fundamentado sobre este tema.

Quando perdeu o primeiro caso, que envolvia um valor mais baixo (417,80 euros), o Ministério das Finanças anunciou que iria recorrer da decisão. Depois da recusa do Supremo Tribunal Administrativo, a AT apresentou no CAAD um pedido para levar o caso ao Tribunal Constitucional (TC). A resposta, segundo o jornal, foi que não havia recurso possível.

A decisão transitou e, por isso, o contribuinte tem direito a reaver os 417,80 euros, aos quais acrescem juros indemnizatórios. No segundo caso, a decisão do árbitro foi exatamente a mesma.

Atualmente, o CAAD tem outras três reclamações de ISV sobre carros importados em apreciação. Há ainda dois processos à espera de decisão nos tribunais administrativos e fiscais, um em Coimbra e outro em Aveiro.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não há dúvida que temos um estado que protege os comerciantes de automoveis que vendem os mesmos usados a preços proibitivos, não se consegue perceber, impostos superiores ao da restante UE e vencimentos muito inferiores é caso para desanimar com o nosso País.

Estado de emergência devido a novo derrame de combustível no Círculo Polar Ártico

As autoridades russas declararam o estado de emergência na localidade de Tukhard, na Sibéria, devido ao derramamento de 44,5 toneladas de combustível num lago, naquele que é o segundo desastre ecológico no Círculo Polar Ártico …

Bélgica inclui Alentejo e Algarve na zona laranja com "maior vigilância"

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo e do Algarve serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o site do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica …

Infetado detido em Miranda do Douro por desrespeitar confinamento obrigatório

A GNR deteve em Miranda do Douro um homem, de 26 anos, por não respeitar o confinamento obrigatório que lhe foi decretado pela autoridade de saúde pública naquele concelho do distrito de Bragança. "O homem encontrava-se …

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …

Mais duas mortes e 306 novos casos em Portugal

Portugal regista, esta segunda-feira, mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 306 novos casos (aumento de 0,7%), 254 são …