O fio dental que usa pode ser cancerígeno

Um novo estudo realizado por médicos norte-americanos mostra que o uso do fio dental aumenta a exposição a substâncias perfluoroalquiladas (PFAS).

Químicos PFAS podem ser uma preocupação para os especialistas por causa da sua ligação ao cancro testicular e renal, com doenças da tiroide e colesterol alto, bem como com baixo peso ao nascer, diminuição da fertilidade e problemas no sistema imunológico.

No seu estudo, médicos do Instituto Silent Spring e do Instituto de Saúde Pública de Berkeley, Califórnia, mediram quantidades de 11 tipos de PFAS em amostras de sangue de 178 mulheres.

As mulheres que usaram o fio dental Oral-B Glide revelaram níveis mais altos de um tipo de PFAS chamado PFHxS (ácido perfluorohexanossulfónico) no corpo em comparação com aquelas que não o fizeram.

Para entender melhor essa ligação, os investigadores analisaram 18 fios dentais – incluindo 3 produtos da linha Glide – para detetar a presença de fluoreto, um marcador PFAS, com uma técnica chamada espectroscopia de emissão de raios gama induzida por partículas (PIGE). Os resultados foram publicados a 8 de janeiro na revista Journal of Exposure Science & Environmental Epidemiology.

Os três produtos Glide tinham flúor, o que está de acordo com relatórios anteriores, segundo os quais o Glide é fabricado com recurso a compostos semelhantes ao Teflon. Além disso, dois outros tipos também tinham flúor.

“Este é o primeiro estudo a mostrar que o uso de fio dental contendo PFAS está associado a uma maior carga corporal destes produtos químicos tóxicos“, disse a principal autora do estudo, Katie Boronow. “A boa notícia é que, de acordo com as nossas descobertas, os consumidores podem escolher linhas que não contenham PFAS”.

O estudo revelou outros aspetos associados a níveis mais elevados de PFAS, como a presença em casa de carpetes ou móveis resistentes a manchas, bem como o facto de morar numa cidade com água potável contaminada por PFAS.

Além disso, a investigação revelou que as mulheres afro-americanas que frequentemente comiam alimentos servidos em embalagens de cartão, como batatas fritas, tinham altos níveis de quatro tipos de PFAS no sangue em comparação com mulheres que raramente comiam esse tipo de alimento.

“No geral, este estudo reforça a evidência de que os produtos de consumo são uma importante fonte de exposição ao PFAS“, referiu Boronow. “Restringir estes produtos químicos dos produtos deve ser uma prioridade para reduzir os níveis no corpo das pessoas”, rematou.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Sapinho,
    O que a jornalista escreveu no artigo original em inglês referia-se a “Fio dentário”, Pá!!
    Fio dental é aquela (Mini) peça de roupa inferior das senhoras – cuecas, slips ou fato de banho, estás a ver ou não Sapinho??
    Tens de aprender a rever melhor certas palavras chaves antes de traduzires “à maluca”, Sapinho…
    É que usar usar uma peça de roupa em vez do tal “Fio dentário” deve doer um pouquinho, não achas Sapinho??

  2. É claro que é fio dental! Fio dentário não existe!
    A peça de roupa íntima que algumas mulheres usam, tomou esse nome dado o facto de a parte traseira ser tão exígua qhe mais parece um fio dental.
    Também não compreendo essa do sapinho, mas deve ser uma piada que desconheço!

Responder a ZAP Cancelar resposta

Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

A Rússia anunciou, esta terça-feira, que sua vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares. Em comunicado no site oficial da vacina russa, o Centro …

Emigrantes querem votar por correio nas presidenciais

O movimento de emigrantes "Também somos portugueses" pede a alteração urgente das leis eleitorais para que possam votar por correio, no mesmo dia em que Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República, anuncia a …

"Um objectivo histórico". Efacec leva luz a todo o Ruanda

A Efacec instalou três sub-estações de alta tensão no Ruanda, contribuindo atingir "um objetivo histórico da República do Ruanda" com "a electrificação total do país em 2023". O projecto da empresa portuguesa está orçado em …

Portugal com mais 85 mortes e 3919 casos de covid-19. Número de internados nunca foi tão alto

Portugal regista, esta terça-feira, mais 85 mortes e 3919 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3919 novos casos, 2284 …

Vésperas de feriado sem confinamento obrigatório

Nos dias 30 de novembro e 07 de dezembro, que antecedem os dois feriados, não serão aplicadas as restrições de circulação definidas para os fins de semana e feriados, embora as escolas interrompam a atividade …

Eduardo Catroga: Foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar apoio do PCP e do BE

Eduardo Catroga, antigo ministro das Finanças de Cavaco Silva, defende que foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda, partidos "anti-tudo". O ex-ministro das Finanças …

Ministra garante que situação nas prisões está "controlada". PSD diz que Governo está "sem rei nem roque"

Esta segunda-feira, a ministra da Justiça Francisca Van Dunem esteve reunida com Marcelo Rebelo de Sousa, em Belém, num encontro em que participou também a ministra da Saúde, Marta Temido. À saída de uma audiência com …

Autarcas do Norte aceitam novas restrições, mas falam em falta de preparação e coerência por parte do Governo

A maioria dos autarcas do distrito do Porto concorda que era preciso apertar mais as restrições na região norte. Os líderes da câmaras aceitam as decisões com medo da alternativa, mas deixam algumas críticas à …

Porto é o único distrito do Norte onde novos casos diminuíram. Bragança, Viana e Vila Real em crescimento

De acordo com um relatório da Administração Regional de Saúde do Norte, o distrito do Porto registou, entre a segunda e terceira semana de novembro, uma diminuição de novos casos de infeção por covid-19. É …

Astrónomos detetaram milhões de sinais de uma civilização inteligente. Mas éramos nós

Uma equipa de astrónomos da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, detetou "assinaturas de tecnologia", ou emissões de rádio de baixa frequência, que podem apontar para uma possível tecnologia alienígena. No entanto, uma análise posterior …