Feyenoord 2-0 Porto | Desperdício dita derrota amarga

Tom Bode / EPA

O FC Porto averbou a primeira derrota na fase de grupos da Liga Europa 2019/20.

Na visita ao Feyenoord, em jogo da segunda jornada, os “dragões” saíram batidos por 2-0, num jogo ingrato para a formação portuguesa, que dominou e criou lances suficientes para marcar por mais do que uma vez, em especial na segunda metade da etapa complementar.

A ineficácia ofensiva dos portistas fica patente na conjugação de dois detalhes do jogo: apesar de ter registado 2,4 expected goals (xG), o Porto não foi além de dois remates enquadrados em 14 e desperdiçou cinco ocasiões flagrantes.

O jogo explicado em números

  • Entrada personalizada do Porto na partida, a assumir o domínio no primeiro quarto-de-hora, com 58% de posse de bola e o único remate do desafio, embora sem a melhor direcção. Muito faltosa a equipa da casa, a cometer cinco infracções nesta fase, ao tentar imprimir agressividade e intensidade ao seu jogo.
  • A superioridade portista manteve-se no período seguinte, com Zé Luís a estar perto de marcar aos 20 minutos, após cruzamento de Alex Telles, enquanto o Feyenoord aplicava grande velocidade nas suas transições e realizou o seu primeiro remate aos 25 minutos, por Ridgeciano Haps. Por volta da meia-hora o cenário era de mais bola para o Porto (56%), mas com os holandeses a somarem os mesmos dois remates que os portugueses e o único enquadrado.
  • Alex Telles era o melhor em campo nesta fase, com um rating de 6.1, ele que já havia criado duas ocasiões flagrantes nos dois passes para finalização que realizara. O português Edgar Ié estacava-se nos anfitriões, com 5.6, com dois desarmes e três recuperações de posse.
  • Na sequência de um canto, Kenneth Vermeer negou a Pepe, que cabeceou ao primeiro poste, o primeiro golo do jogo, perto dos 36 minutos, numa altura em que os “dragões” já haviam estancado grande parte do jogo de transições do seu adversário.
  • Primeiro tempo com nulo lisonjeiro para o Feyenoord, que sentiu muitas dificuldades para se libertar de um FC Porto dominador e mais perigoso.
  • As melhores oportunidades desta primeira metade pertenceram à formação portuguesa, que desfrutou das duas ocasiões flagrantes até ao descanso, desperdiçadas por Zé Luís e Shoya Nakajima.
  • O grande municiador do ataque portista foi Alex Telles, que criou essas suas ocasiões e foi o melhor em campo nesta fase, com um GoalPoint Rating de 6.5.
  • O Feyenoord não quis saber de justiças ou injustiças e arrancou a segunda parte com o golo inaugural, logo aos 49 minutos. Numa jogada de insistência, a bola chegou a Jens Toornstra e o médio holandês colocou a bola junto ao poste mais distante. Ao segundo remate na segunda parte, os homens da casa chegavam à vantagem. E aos 53, Marchesín fez uma defesa fantástica a remate de Toornstra, que quase bisou.
  • Era momento de o Porto atacar a baliza do Feyenoord e, chegada a hora de jogo, os “dragões” tinham 57% de posse de bola no segundo tempo, mas ainda nenhum remate, contra quatro dos holandeses, todos enquadrados. Otávio, porém, deixou um sinal ao acertar na barra da baliza anfitriã na conversão de um livre. Aos 64 foi a vez de Steven Berghuis atirar ao ferro.
  • Por volta dos 70 minutos, o Feyenoord continuava a ser a equipa mais perigosa, com seis remates no segundo tempo, quatro com boa direcção, o Porto apenas com dois, nenhum enquadrado. Os “dragões” atacavam quase sempre pelo lado direito (51%) no segundo tempo, mas era pelo meio que a equipa criava perigo, com Luis Díaz a acertar na barra aos 74 minutos, num disparo em cima da marca dos 11 metros.
  • Em mais uma de muitas transições rápidas, aos 80 minutos, o Feyenoord ampliou para 2-0. O lateral-direito Rick Karsdorp flectiu para o meio, avançou vários metros, toda a equipa do Porto demorou a reagir e o defesa entrou na grande área como quis para marcar, naquele que foi o sétimo remate holandês no segundo tempo, quinto enquadrado. Um rude golpe para o “dragão” que, ainda assim, voltou a acertar no ferro por Soares, em cima do minuto 90.

O melhor em campo GoalPoint

Com a eficácia apresentada pelo Feyenoord e os seus jogadores, é com naturalidade que o melhor em campo tenha sido da equipa anfitriã, embora o segundo melhor tenha estado muito perto e vestiu de azul-e-branco.

O lateral-direito Rick Karsdorp acabou por ser verdadeiramente decisivo, terminando com um GoalPoint Rating de 7.4.  O holandês fez um golo, o 2-0, na sequência de um excelente lance individual, e registou nove recuperações de posse e três desarmes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Médico que deixou bebé nascer sem rosto tem quatro processos na Ordem

O obstetra que não detetou malformações graves num bebé que acabou por nascer sem rosto no início deste mês, em Setúbal, tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos Médicos. A informação foi …

Tensão na Catalunha afeta realização do Barcelona-Real Madrid

A violência dos protestos na Catalunha está a fazer com que a Liga e a Federação de futebol espanholas repensem a ideia de o clássico entre Barcelona e Real Madrid se realizar em Camp Nou. O …

Assis critica novo Governo do PS. É "muito António Costa" e feito só para dois anos

O ex-eurodeputado do Partido Socialista (PS) Francisco Assis não poupou nas críticas ao novo Governo, que António Costa apresentou ao Presidente da República na terça-feira ao final do dia, considerando que este é um executivo …

PSD considera que não há novo Governo, mas "remodelação" com alargamento

O PSD defendeu na quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Depois do terramoto das legislativas, vem aí um Conselho Nacional difícil para o CDS

O CDS reúne esta noite o Conselho Nacional. Segundo o Público, Assunção Cristas deverá renunciar a lugar de deputada na Assembleia da República. O CDS deverá marcar esta quinta-feira o próximo congresso para janeiro de 2020. …

Rio quer abafar Montenegro ao fazer "multitasking" como líder partidário e parlamentar

Rui Rio pode acumular as funções de líder do partido e líder parlamentar. O objetivo passa por evitar divisões na bancada e esvaziar a oposição de Luís Montenegro. Rio parece já ter uma estratégia delimitada para …

Cabrita mostra desagrado pelo afastamento da mulher do Governo

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, partilhou no Facebook um texto de uma ativista ambiental algarvia crítico do afastamento da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, com quem é casado. Eduardo Cabrita, ministro da Administração …

Polícia desmantela rede de pornografia infantil e faz mais de 300 detenções

Pelo menos 337 pessoas de 38 países foram detidas numa operação em que foi desmantelada uma rede de pornografia infantil, que usava um site para comercializar vídeos de abuso sexual de crianças. Num comunicado divulgado esta …

Três coelhos de uma cajadada. Vieira renova contratos a três jogadores

No seu regresso de Angola, Luís Filipe Vieira assegurou a renovação do contrato de três jogadores: Grimaldo, Ferro e Jota. O anúncio oficial deverá estar para breve. Esta quinta-feira, o jornal Record fez manchete com a …

Berardo chama Mourinho e Ronaldo a jogo para não perder condecorações

A defesa de Joe Berardo invocou outros casos de personalidades portuguesas para que o empresário não perca as condecorações que recebeu dos antigos Presidentes da República Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, escreve o Eco. De acordo …