FC Porto vai levar caso dos emails ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem

(cv) YouTube / Porto Canal

Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto

O diretor de comunicação do FC Porto anunciou, esta terça-feira, que o clube está a estudar todas as formas de recorrer contra a proibição de divulgar emails do Benfica, incluindo a hipótese de avançar para o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

No “Universo Porto da Bancada” desta terça-feira, o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, anunciou que o clube está a estudar todas as formas de recorrer da decisão do Tribunal da Relação do Porto que, na semana passada, impediu a divulgação de mais emails de dirigentes do Benfica.

“O que conta é a opinião do tribunal e o FC Porto submete-se às decisões do Tribunal mas discordo em absoluto delas”, começou por dizer o responsável dos dragões, citado pelo Jornal de Notícias, considerando que a sentença “põe em causa princípios básicos da democracia” e “oculta a liberdade de expressão”.

“Devo lembrar que o escândalo dos emails, o maior dos últimos tempos do futebol português, originou a abertura de uma investigação por corrupção ativa e passiva e provocou buscas”, recordou ainda, acrescentando que, apesar disso, o clube “não vai por em causa o profissionalismo dos juízes”.

No entanto, Francisco Marques explicou que estão a ser estudadas “todas as formas de recorrer”, incluindo o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem “por perceber que há princípios que são postos em causa”.

“Saber de um tipo de prática e não poder mostrar à sociedade é, no meu entender, ser cúmplice dessas mesmas práticas“, afirmou, citado pelo JN.

Relativamente à multa em caso de incumprimento200 mil euros por cada infração -, o diretor de comunicação dos azuis e brancos considera “exagerada”.

“Nas indemnizações por morte os tribunais portugueses são de uma avareza incrível, neste caso foram mãos largas a ter em conta. Não me lembro de serem pagas indemnizações de 200 mil euros. Parece-me desproporcional. Surpreende que quase 44 anos depois do 25 de abril, a única televisão fora de Lisboa seja a impedida de prestar o direito à informação. Pela primeira vez na democracia portuguesa isso acontece”, concluiu.

Em causa estão mensagens de correio eletrónico dos responsáveis benfiquistas, como o presidente Luís Filipe Vieira, o assessor jurídico Paulo Gonçalves, o comentador e ex-diretor da Benfica TV Pedro Guerra, assim como outros funcionários e dirigentes.

O diretor de comunicação em causa; FC Porto, SAD; FC Porto clube; FC Porto Media e Avenida dos Aliados (empresa que detém o Porto Canal) são os réus neste processo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Castração química. Bloco de Esquerda é contra veto a projeto de lei do Chega (e explica porquê)

A Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias considerou que o projeto de lei do Chega "não preenche os requisitos do ponto de vista constitucional". O Bloco de Esquerda votou contra e explicou …

Estado pode deixar de ganhar dinheiro com empréstimo ao Novo Banco

Atualmente, o Fundo de Resolução paga juros de 2% e 1,38% pelos empréstimos contraídos junto do Estado para financiar as medidas de resolução do BES e do Banif, respetivamente. Porém, esse valor pode descer para …

Equipa de campanha de Trump processa The New York Times por difamação

A equipa de campanha de Donald Trump processou o The New York Times. Em causa está um artigo publicado em março do ano passado. A equipa de campanha de Donald Trump alega que o jornal publicou, …

Enfermeiros que deixem de ser chefes regressam ao início da carreira

Há enfermeiros que regressaram ao início de carreira depois de terem abandonado as suas funções de chefia, revela o jornal Público. Tal como escreve o matutino, que avança a notícia esta quinta-feira, para que estes …

"Ronaldo foi abandonado pela equipa". Imprensa italiana arrasa Juve e elogia CR7

O Lyon tirou partido do fator casa e surpreendeu a octocampeã italiana, Juventus, em França, e ganhou esta quarta-feira uma vantagem importante - embora ténue - na eliminatória com os bianconeri para a Liga dos …

Costa desaconselha viagens de finalistas. Associação de pais diz que "não vale o risco"

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta quinta-feira que Portugal acabará por ter casos de coronavírus "mais cedo ou mais tarde". No entender líder do Executivo, que falava aos jornalistas em Bragança à margem da primeira …

Esquerda está contra, PSD não dá a mão. Montijo está em risco (mas "não há drama")

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, vai respeitar a decisão da maioria do Parlamento. "Acataremos, não há drama". Esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos respondeu às críticas da esquerda acerca da vontade do Governo …

Reino Unido admite abandonar negociações com a União Europeia

O Governo britânico admite abandonar as negociações com a União Europeia (UE) para um acordo pós-Brexit se não houver progressos até junho, refere um documento publicado esta quinta-feira com a posição do Reino Unido. Num documento …

Bancos avisam: Proibir comissões vai levar a fecho de balcões e despedimentos

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) é contra a proibição de comissões bancárias ou a sua limitação em valor e em número, no MB Way e nos contratos de crédito. As propostas vão ser discutidas …

Juiz Vaz das Neves usou Relação de Lisboa para ganhar 280 mil euros com julgamento privado

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, usou o salão nobre do tribunal para um julgamento privado com o qual ganhou 280 mil euros. De acordo com o jornal Público, …