/

FC Porto pode superar os 100 milhões de receitas em transferências

Manuel Fernando Araújo / Lusa

As vendas de Militão, Felipe e José Sá já renderam 72,5 milhões de euros aos cofres do FC Porto. Com a possível venda de Marega, os ‘dragões’ podem passar a marca dos 100 milhões.

O mercado de transferências pode render um enorme encaixe financeiro ao FC Porto. Só com as vendas de Éder Militão ao Real Madrid, Felipe ao Atlético de Madrid e José Sá ao Olympiacos, os azuis e brancos faturaram 72,5 milhões de euros – um valor superior ao conseguido nos três anos anteriores.

Mas esta marca pode ainda expandir-se a outros horizontes, já que está previsto que mais de metade dos titulares do clube saiam neste defeso. A venda de Moussa Marega pode permitir aos portistas superar os 100 milhões em receitas, já que o clube admitiu que o jogador não sairá por menos de 30 milhões de euros.

Segundo o jornal OJOGO, Marega tem atraído uma enorme atenção em Inglaterra, reunindo o interesse de clubes como West Ham, Everton, Swansea e Aston Villa. Em 47 partidas disputadas esta temporada, o maliano apontou 21 golos. Não ficou longe da fasquia de 23 golos atingida na época passada.

Além do avançado africano, é esperado também que o Porto venda Alex Telles e Herrera, que poderiam permitir aos ‘dragões’ atingir um valor recorde em vendas num mercado de transferências. Este fixa-se nos 101,2 milhões conseguidos no ano de 2015, principalmente graças às vendas de Jackson ao Atlético Madrid, Danilo ao Real Madrid e Alex Sandro à Juventus.

Em sentido contrário, o FC Porto vai contar com o regresso de Wanderson Galeno e Sérgio Oliveira. Ambos os jogadores estiveram emprestados esta temporada, mas vão participar na pré-época dos portistas. Sérgio Oliveira, que esteve emprestado ao PAOK da Grécia, já está de regresso a Portugal.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE